Uma nota sobre a rotatividade da mão-de-obra do setor privado brasileiro

Acessos: 8389

Downloads: 3549

ID: 10425
Autores: Array
Array
Periódico: Revista de Economia e Administração
Resumo: O objetivo deste artigo é testar a hipótese de labor turnover para o Brasil. A teoria de salário eficiência sugere que as firmas obtêm melhores resultados econômicos ao pagarem salários superiores aos determinados pelo mercado. Na versão labor turnover model o empregador deve ponderar entre salários mais elevados e menor rotatividade da mão-de-obra. A partir do modelo, testamos os determinantes da rotatividade do emprego (quit rate), principalmente a influência da taxa de desemprego sobre a decisão de demissão. Utilizamos dados da PNAD para os anos de 2008 e 2009. Os resultados dos modelos Probit e Probit com correção de viés amostral corroboram a hipótese do modelo de labor turnover de salário eficiência.
Palavras-chave: Array
Citação ABNT: UHR, D. A. P.; UHR, J. G. Z. Uma nota sobre a rotatividade da mão-de-obra do setor privado brasileiro. Revista de Economia e Administração, v. 12, n. 1, p. 132-148, 2013.
Citação APA: Uhr, D. A. P., & Uhr, J. G. Z. (2013). Uma nota sobre a rotatividade da mão-de-obra do setor privado brasileiro. Revista de Economia e Administração, 12(1), 132-148.
Volume: 12
Número: 1
Ano: 2013
Página inicial: 132
Página final: 148
Quantidade de Páginas: 17
Link Permanente: http://www.spell.org.br/documentos/ver/10425/uma-nota-sobre-a-rotatividade-da-mao-de-obra-do-setor-privado-brasileiro/i/pt-br
Tipo de documento: Artigo
Idioma: Português
Visualizações: 8389
Downloads: 3549