Ensaio sobre as virtudes do capital de risco corporativo para projetos de alta tecnologia no setor agrícola: a trajetória inovadora da Alellyx Applied Genomics e da CanaVialis Outros Idiomas

ID:
10076
Resumo:
O objetivo neste artigo é investigar a trajetória de duas empresas startups brasileiras dedicadas a pesquisa e desenvolvimento (P&D) no setor de biotecnologia: a Alellyx e a CanaVialis. São dois casos de spin-offs acadêmicos e de bioemprendimentos germinados na esfera do Projeto Genoma, da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), maturadas na Votorantim Novos Negócios (VNN), área de novos negócios de um dos maiores grupos industriais brasileiros que atua no segmento de commodities, o Grupo Votorantim S/A, e depois vendidas para a Monsanto. Neste estudo, tentou-se compreender a racionalidade e as virtudes das ações de investimentos corporativos e das políticas públicas destinadas à biotecnologia focada em genômica aplicada para a agricultura no Brasil. A metodologia utilizada é a de estudo de caso, mais especificamente de análise dos dois casos de empresas comentados acima. Os resultados demonstraram que, apesar de o principal objetivo do grupo econômico ser a célere valorização do capital investido e seu retorno financeiro, a afiliação corporativa dessas empresas estimulou a aceleração de um conjunto de capacitações para a gestão empresarial da Alellyx e da CanaVialis, que foram críticas para o amadurecimento do negócio. Evidenciou-se, ainda, que foi fundamental o significativo aporte de recursos por meio dos mecanismos de apoio do sistema nacional à inovação.
Citação ABNT:
BERNARDES, R. C.; VARELA, C. A.; CONSONI, F. L.; SACRAMENTO, E. S. Ensaio sobre as virtudes do capital de risco corporativo para projetos de alta tecnologia no setor agrícola: a trajetória inovadora da Alellyx Applied Genomics e da CanaVialis. RAUSP Management Journal, v. 48, n. 2, p. 327-340, 2013.
Citação APA:
Bernardes, R. C., Varela, C. A., Consoni, F. L., & Sacramento, E. S. (2013). Ensaio sobre as virtudes do capital de risco corporativo para projetos de alta tecnologia no setor agrícola: a trajetória inovadora da Alellyx Applied Genomics e da CanaVialis. RAUSP Management Journal, 48(2), 327-340.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/10076/ensaio-sobre-as-virtudes-do-capital-de-risco-corporativo-para-projetos-de-alta-tecnologia-no-setor-agricola--a-trajetoria-inovadora-da-alellyx-applied-genomics-e-da-canavialis/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ANDRADE, Lívia. A doce aposta da Monsanto. Dinheiro Rural, Edição 50, dez. 2008. Disponível em: . Acesso em: 27 dez. 2012.

BLOCK, Z.; MACMILLAN, I.C. Corporate venturing: creating new business within the firm. Boston, MA: Harvard Business Scholl Press, 1993.

BRANSCOMB, Lewis M.; AUERSWALD, Philip E. Between invention and innovation: an analysis of funding for early--stage technology development. Gaithersburg, MD: National Institute of Standards and Technology, 2002. Disponível em: . Acesso em: 27 dez. 2012.

CENTRO DE GESTÃO DE ESTUDOS ESTRATÉGICOS (CGEE). Doutores 2010: estudos da demografia da base técnico-científica brasileira. Brasília: CGEE, 2010.

CHESBROUGH, H.; ROSENBLOOM, R.S. The role of the business model in capturing value from innovation: evidence from Xerox corporation’s technology spinoff companies. Boston, MA: Harvard Business School, 2002.

CHESBROUGH, H.; WIN, V.; WEST, J. Open innovation: researching a new paradigm. California: Oxford University Press, 2006.

CHU, Danile M. Inovação tecnológica em empresas no setor de biotecnologia no Brasil.2009. Dissertação (Mestrado) – Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas, São Paulo, São Paulo, Brasil, 2009.

CRESWELL, J.W. Projeto de pesquisa: métodos qualitativo, quantitativo e misto. 2.ed. Porto Alegre: Artmed, 2007.

DAL POZ, Maria Ester. Da dupla à tripla hélice: o Projeto Genoma Xylella. 2000. Dissertação (Mestrado) – Departamento de Política Científica e Tecnológica do Instituto de Geociências da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) – Campinas, São Paulo, Brasil, 2000.

DAVILA, T.; EPSTEIN, M.J.; SHELTON, R. As regras da inovação. Porto Alegre: Bookman, 2007.

EISENHARDT, K.; GRAEBNER, M. Theory building from cases: opportunities and challenges. Academy of Management Journal, Danvers, v. 50, n. 1, p. 25-32, Feb. 2007.

ERIKSON, T. Idiosyncratic portfolio characteristics of seed and venture capital funds. Journal of Small Business and Enterprise Development, United Kingdom, v. 12, n. 4, p. 545-555, Oct. 2005.

ERNST, H.; WITT, P.; BRACHTENDORF, G. Corporate venture capital as a strategy for external innovation: an exploratory empirical study. Germany: Otto Beisheim Graduate School of Management, 2005.

FAULKNER, W.; SENKER, J.; VELHO, L. Knowledge frontiers: public sector research and industrial innovation in biotechnology, engineering ceramics and parallel computing. Oxford: Clarendon Press, 1995.

FERRARY,M.; GRANOVETTER, M. The role of venture capital firms in Silicon Valley’s complex innovation network. Economy and Society, Stanford, California, USA, v. 38, n. 2, p. 326-359, May 2009.

FERRO, J.A. Alellyx Aplied Genomics. Fórum Permanente de Empreendedorismo. São Paulo, Unicamp, out. 2003. Disponível em: . Acesso em: 23 mar. 2009.

FOLHA DE S.PAULO. Genômica não rende patentes ao País. Folha de S. Paulo, São Paulo, 12 nov. 2011. Disponível em: . Acesso em: 08 jun. 2012.

FUNDAÇÃO BIOMINAS. O estudo das empresas de biociências. Brasil. 2009. Disponível em: . Acesso em: 28 dez. 2012.

GOMPERS, P.; LERNER, J. The venture capital revolution. Journal of Economic Perspectives, EUA, v. 15, n. 2, p. 145-168, Spring 2001.

GRUPO VOTORANTIM. Relatório anual 2006. 2007. Disponível em: . Acesso em: 15 mar. 2008.

HO, Kate; LUBAN, Katharina. national innovation systems: a case study of South Korea and Brazil. Coursework for Economic and Public Policy of Technology – MSc Technology Management, 25 Mar. 2004.

INOVAÇÃO. P&D em cana-de-açúcar. Boletim Eletrônico dedicado à inovação tecnológica, Unicamp. 2009. Disponível em: .Acesso em: 15 jan. 2009.

JORNAL CANA. BNDES aprova financiamentos para a Alellyx e CanaVialis. novo Portal Jornal Cana, 06 jul. 2007. Disponível em: . Acesso em: 28 dez. 2012.

JUDICE, V.M.M.; BAêTA, A. M. C. Modelo empresarial, gestão de inovação e investimentos de venture capital em empresas de biotecnologia no Brasil. Revista de Administração Contemporânea (RAC), Curitiba, v. 9, n. 1, p. 171-191, jan./fev./mar. 2005.

KENNEY, M. Biotechnology: the university industrial complex. New Haven: Yale University Press, 1986.

MACKEWICZ, M.; PARTNER, R. Corporate venture capital: window on the world. Munich: Mackewicz & Partner, Jan. 2003. p. 1-51.

MENDONÇA, M.A; FREITAS, R.; SANTOS, A.; PEREIRA; A.; COSTA, R. Expansão da produção de álcool combustível no Brasil: uma análise baseada nas curvas de aprendizagem. In: CONGRESSO BRASILEIRO DA SOCIEDADERURAL, XLVI., 2008, Rio de Janeiro. Disponível em: . Acesso em: 23 abr. 2009.

MINGO, Santiago; HOUSE, Wyss. Emergence and early growth of a new venture in unfriendly environment: the role of a business group. Boston: Harvard Business School, 2009.

NOTÍCIAS ECONOMIA ABRIL. Nova soja transgênica deve chegar 1º ao Brasil em 2013. Abril.com, 19 ago. 2010. Disponível em: . Acesso em: 17 dez. 2012.

O ESTADO DE SÃO PAULO. Em pratos limpos. O Estado de São Paulo, 25 ago. 2010. Disponível em: . Acesso em: 08 maio 2012.

REINACH, F. Garimpando bons negócios: Votorantim Ventures investe em empresas de biotecnologia. Revista de Pesquisa Fapesp, São Paulo, v.73, mar. 2002. Disponível em: . Acesso em: 10 abr. 2013.

REINACH, F. Impactos da genômica na agricultura brasileira. Revista de Pesquisa Fapesp, São Paulo, n. 148. 01 jun. 2008. Disponível em: . Acesso em: 26 dez. 2012.

SIMÕES, J. Alellyx e CanaVialis não mudam, afirma gerente da Monsanto; ritmo de funcionamento é o usual; novos produtos estão à vista. Disponível em: . Acesso em: 23 dez. 2012. 2009.

TYEBJEE, T.; BRUNO, Albert V. A model of venture capitalist investiment activity. Management Science, California, v. 30, n. 9, p. 1051-1066, Sept. 1984.

VINTERGAARD, C. Opportunities in corporate venturing: actors creating passageways. International Journal of Innovation Management, Denmark, v. 9, n. 2, p. 215-239, Apr. 2005.

VOTORANTIM NOVOS NEGÓCIOS. Alellyx and CanaVialis announce technological partnership with Monsanto. Press Release, May 2007. Disponível em: . Acesso em: 10 abr. 2013.

VOTORANTIM VENTURES. A importância da pesquisa aplicada para o desenvolvimento da indústria de private equity e venture capital. São Paulo: FGV/CEPE, 2003. Disponível em: . Acesso em: 03 maio 2008.

VOTORANTIM. Grupo Votorantim: perfil. 2009. Disponível em: . Acesso em: 20 mar. 2009.

YIN, R.K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 3.ed. Porto Alegre: Bookman, 2005.