A relação entre o índice geral de curso e o projeto pedagógico institucional: análise de faculdades isoladas Outros Idiomas

ID:
10486
Periódico:
Resumo:
O artigo versa sobre um estudo que tem a intenção de apresentar as principais ações que confirmam a relação entre o Índice Geral de Curso (IGC) e o Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) na perspectiva do Projeto Pedagógico Institucional (PPI) no contexto de faculdades isoladas localizadas no sul do estado de Santa Catarina. No escopo teórico, a pesquisa elenca aspectos que contextualizam a estrutura das faculdades isoladas, considerando a expansão proporcionada a partir de 1996 sob o advento da LDB. Elenca, ainda, considerações sobre o PDI e a sua estrutura dinâmica de seus eixos, os quais são responsáveis pelo desenvolvimento das questões operacionais e estratégicas das instituições. O trabalho, ainda em seu escopo teórico, traz assertivas que consideram o IGC um referencial no contexto avaliativo e regulatório, orientando as atividades acadêmicas e administrativas em nível institucional. A  metodologia, para tanto, se esmera em uma pesquisa predominantemente qualitativa, considerando uma entrevista semiestruturada, realizada junto aos  Procuradores Institucionais das IES em estudo, utilizando um roteiro como instrumento de coleta de dados. A pesquisa também se consolida como descritiva e explicativa no contexto metodológico, traduzida em análises documentais dos PDIs das instituições em estudo. Os resultados permitem concluir, entre outros aspectos, que o IGC traz influência no PPI das Instituições e orienta um processo de reflexão sobre o desenvolvimento institucional.
Palavras-chave:
IGC, PDI, PPI
Citação ABNT:
FRANCISCO, T. H. A.; MELO, P. A.; SILVA, J. E. O.; RAMOS, A. M. A relação entre o índice geral de curso e o projeto pedagógico institucional: análise de faculdades isoladas. Revista Alcance, v. 20, n. 2, p. 186-202, 2013.
Citação APA:
Francisco, T. H. A., Melo, P. A., Silva, J. E. O., & Ramos, A. M. (2013). A relação entre o índice geral de curso e o projeto pedagógico institucional: análise de faculdades isoladas. Revista Alcance, 20(2), 186-202.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/10486/a-relacao-entre-o-indice-geral-de-curso-e-o-projeto-pedagogico-institucional--analise-de-faculdades-isoladas/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ALMEIDA, Mário de Souza. Elaboração de projeto, TCC, dissertação e tese: uma abordagem simples, prática e objetiva. Atlas. São Paulo. 2012.

BRASIL. Decreto 3.860 de 09 de julho de 2001. Dispõe sobre a organização do ensino superior, a avaliação de cursos e instituições, e dá outras providências. Acessado em: 10/04/2011. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/sesu/arquivos/pdf/DecN3860.pdf. Casa Cívil 2001.

BRASIL. Decreto No 5773 de 9 de maio de 2006. Dispõe sobre o exercício das funções de regulação, supervisão e avaliação de instituições de educação superior e cursos superiores de graduação e seqüenciais no sistema federal de ensino. Acesso em 10/04/2011. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ ccivil_03/_ato2004-2006/2006/Decreto/D5773.htm. 2006.

BRASIL. Lei No 10.172, de 9 de janeiro de 2001. Aprova o Plano Nacional de Educação e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/leis_2001/l10172.htm.Acesso em 10/05/2011. Casa Civil: Subchefia para assuntos jurídicos: 2001.

BRASIL. Lei No 10.861, de 14 de Abril de 2004. Institui o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior e da outras providências. Acesso em: 10/04/2011. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/ arquivos/pdf/leisinaes.pdf. 2004.

BRASIL. Lei No 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases para a educação nacional. Acesso em 10/04/2011. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9394. htm.1996.

BRASIL. Parecer CNE/CES nº. 1366, de 12 de dezembro de 2001. Dispõe sobre o recredenciamento, transferência de mantença, estatutos e regimentos de instituições de ensino superior, autorização de cursos de graduação, reconhecimento e renovação de reconhecimento de cursos superiores, normas e critérios para supervisão do ensino superior. Acesso em: 20/06/2010. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/ index.php?option=com_content&view=article&id=13243:parecer-ces-2001&catid=323:orgaos-vinculados. Conselho Nacional De Educação, Brasília. 2001.

BRASIL. Portaria normativa No 23 de 29 de dezembro de 2010. Altera dispositivos da Portaria Normativa nº 40, de 12 de dezembro de 2007, que Institui o e-MEC, sistema eletrônico de fluxo de trabalho e gerenciamento de informações relativas aos processos de regulação, avaliação e supervisão da educação superior no sistema federal de educação, e o Cadastro e-MEC de Instituições e Cursos Superiores e consolida disposições sobre indicadores de qualidade, banco de avaliadores (Basis) e o Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (ENADE) e outras disposições. Acesso em: 12/04/2011. Disponível em: http://www.semesp.org.br/portal/pdfs /juridico2011/Portarias/Janeiro/PORTARIA%20N%2023%20 -1-12-10.pdf. Casa Civil. 2010.

BRASIL. Portaria Normativa No 40, de 13 de dezembro de 2007. Institui o e-MEC, sistema eletrônico de fluxo de trabalho e gerenciamento de informações relativas aos processos de regulação da educação superior no sistema federal de educação. Acesso em 10/05/2011. Disponível em: http://www.consuni. ufrj.br/legislacao/portarianormativa40.pdf. Casa Civil. 2007.

BRASIL. Resolução nº. 10, de 11 de março de 2002. Dispõe sobre o recredenciamento, transferência de mantença, estatutos e regimentos de instituições de ensino superior, autorização de cursos de graduação, reconhecimento e renovação de reconhecimento de cursos superiores, normas e critérios para supervisão do ensino superior do Sistema Federal de Educação Superior. Acesso em: 20/06/2010. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=13243:parec er-ces-2001&catid=323:orgaos-vinculados. Conselho Nacional De Educação, Brasília. 2002.

CAPELATO, Rodrigo. Entendendo o conceito preliminar de curso – CPC – e o Índice Geral de Cursos – IGC. IN: Seminário Catarinense de Educação Superior. Associação de Mantenedores Particulares do estado de Santa Catarina (AMPESC). Florianópolis. 2011.

CASTRO, Claudio de Moura; GIUNTINI, Aldo; LIMA, Luciana. Avaliação no ensino superior: acertos e derrapagens. ABMES Cadernos 22. ABMES Editora. Brasília. 2011.

COLOMBO, Sonia Simões. RODRIGUES, Gabriel Mario. Desafios da gestão universitária contemporânea. São Paulo. Artmed. 2011.

COVAC, José Roberto. As políticas educacionais e seu impacto na gestão das instituições de ensino superior. IN: CARDIM, Paulo A. Gomes; COLOMBO, Sonia Simões. Nos Bastidores da educação brasileira: a gestão vista por dentro. São Paulo. Artmed. 2010.

COVAC, José Roberto. Panorama atual da legislação e regulamentação do ensino superior. IN: Seminário Catarinense de Educação Superior. Associação de Mantenedores Particulares do estado de Santa Catarina (AMPESC). Florianópolis. 2011.

DITTADI, Jair Roberto. Práticas de controladoria adotadas no processo de gestão de Instituições de Ensino Superior estabelecidas no Estado de Santa Catarina. Dissertação. (Mestrado). 210 fls. Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis. Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Porto Alegre, 2008.

ESTEVES, Paulo Cesar Leite Fatores determinantes de mudanças na estrutura competitiva do sistema de ensino superior de Santa Catarina. Tese. 154f. (Tese de Doutorado). Programa de PósGraduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento. Universidade Federal de Santa Catarina, 2007.

FRANCISCO, Thiago Henrique Almino. Análise das ações que confirmam a relação entre o IGC e o PDI em Faculdades Isoladas no sul de Santa Catarina. Dissertação 300 fls. Programa de PósGraduação (Mestrado Profissionalizante) em Administração Universitária da Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis. 2012.

FRAUCHES, Celso; FAGUNDES, Gustavo. M. LDB Anotada e Comentada e Reflexões sobre a Educação Superior. 2 ed. Brasília: 2007.

FRAUCHES, Celso; (Org). Diretrizes curriculares nacionais para os cursos de graduação. Brasília. ABMES Editora. 2008.

GARCIA, Mauricio. Cenários e desafios para atingir 10 milhões de alunos na educação superior. Trabalho apresentado no IV Congresso Brasileiro da Educação Superior Particular. Salvador. 2011.

GARCIA, Mauricio. Gestão Profissional em Instituições Privadas de Ensino Superior: um “guia de sobrevivência” para mantenedores, acionistas, reitores, pró-reitores, diretores, coordenadores, gerentes e outros gestores institucionais. Brasil: Hoper, 2006.

GARCIA, Mauricio. O enigma do CPC. Seminário apresentado na Associação Brasileira de Mantenedoras do Ensino Superior em 10 de novembro de 2009. ABMES. Brasília. 2009.

GIL, Antônio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

INEP. Análise dos relatórios de autoavaliação das instituições de educação superior. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Brasília. 2011b.

INEP. Censo da Educação Superior 2010 – Divulgação dos Principais Resultados. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). Ministério da Educação (MEC). 2011a.

INEP. Sistema nacional de avaliação da educação superior: da concepção à regulamentação. 5. ed. revisada e ampliada – Brasília: Editora INEP, 2009.

MACHADO, Luis. Eduardo. Gestão Estratégica para instituições de educação superior privadas. 1 ed. – São Paul: FGV Editora 2008.

MARCELINO, Gileno. F. (Org.). Gestão Estratégica de Universidade. 1. ed. Brasília: Editora UNB, Brasília. 2004.

MEC. Avaliação externa de instituições de educação superior: diretrizes e instrumento. Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior (CONAES). Instituto de Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). Brasília: 2006.

MEC. Instrumento de analise do PDI atualizado. In: Projeto Fortalece – Fortalecendo as competências dos profissionais da educação superior. Florianópolis. CDROM. 2009.

MELO, Pedro Antônio. A cooperação universidade/empresa nas universidades públicas brasileiras. 331 f. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Engenharia da Produção da Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC. Florianópolis, 2002.

MILES, Matthew B.; HUBERMAN, Michel A. Qualitative data analysis. An expanded sourcebook. SAGE Publications. 1994.

MONTEIRO, Carlos. O desafio de colocar 10 milhões de estudantes no ensino superior. Estudos e projeções: panorama e propostas. Trabalho apresentado no IV Congresso Brasileiro da Educação Superior Particular. Salvador. 2011.

MOSER, Giancarlo. Portaria Normativa MEC No 40: Características e alguns comentários. IN: Evento institucional Recredenciamento de IES da Associação de Mantenedores Particulares do Estado de Santa Catarina (AMPESC). Florianópolis. 2009.

MURIEL, Roberta. Plano de desenvolvimento institucional – PDI – Análise do processo de implementação. São Paulo. Editora Hoper. 2006.

RISTOFF, Dilvo. Construindo outra educação: tendências e desafios da educação brasileira. Editora Insular. Florianópolis. 2011.

RODRIGUES, Gabriel Mario. Imagem do ensino superior. In: Seminários ABMES. Da proposta à ação; estratégias para melhorar a imagem do ensino superior particular e atrair alunos. Brasília. 2010.

SEGENREICH, Stella Cecília Duarte. O PDI como referente para avaliação de instituições de educação superior: lições de uma experiência. Ensaio: aval. pol. públ. Educ., Rio de Janeiro, v.13, n.47, p. 149-168, abr./jun. 2005.

SILVA, Gustavo Javier Castro. O ensino superior privado: o confronto entre lucro, expansão e qualidade. 2008. 282f. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais. Universidade de Brasília. Brasília, 2008.

SILVA JUNIOR, Annor da; MUNIZ, Reynaldo Maia. A regulação do ensino superior e os impactos na gestão universitária. IN: IV Colóquio Internacional sobre Gestão Universitária na América do Sul. CDROM. Anais. Florianópolis. INPEAU. 2004.

SOUZA, Antonio C.; FIALHO, Francisco. A. P.; OTANI, Nilo. TCC Métodos e Ténicas. 1. ed. Florianópolis: Visualbooks, 2007.

SOUZA, José Carlos Victorino. Gestão universitária em instituições particulares: Os documentos institucionais como indicadores do modelo de gestão. Tese (Doutorado). 208 fl.– Programa de PósGraduação em Educação e currículo. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 2007.

SOUZA, Marcos Antônio de.; OTT, Ernani. Controle gerencial em organizações particulares de ensino superior: Reflexões sobre o enfoque da gestão descentralizada e da controladoria. IN: VIII Congresso Internacional de Costos – Instituto Internacional de Costos. Anais. Punta Del Este. 2003.

ZAPELINI, Marcelo B.; ZAPELINI, Silvia M. K. C. Metodologia científica e da pesquisa para o curso de Administração. Apostila do curso de Administração. Faculdade Energia de Administração e Negócios, 2007.