Percurso semântico do assédio moral na trajetória profissional de mulheres gerentes Outros Idiomas

ID:
10735
Resumo:

O artigo tem o objetivo de evidenciar comportamentos de assédio moral na trajetória profissional de 12 mulheres gerentes de empresas privadas de Minas Gerais que se consideravam assediadas, relacionando-os às categorias de Hirigoyen (2002a e 2002b). A coleta dos dados foi realizada por meio de histórias de vida com investigação participativa e os dados foram interpretados por meio da análise de discurso. Essa estratégia metodológica possibilitou observar que as relações de poder que permeiam o ambiente organizacional trazem uma possibilidade de (re)leitura antiga do que se denomina hoje assédio moral. Grande parte das entrevistadas continua sofrendo assédios, sendo talvez até mais expostas ao fenômeno por estarem em um terreno de domínio masculino, o que pode remeter aos fatores culturais brasileiros.

Citação ABNT:
CORRÊA, A. M. H.; CARRIERI, A. P. Percurso semântico do assédio moral na trajetória profissional de mulheres gerentes. Revista de Administração de Empresas, v. 47, n. 1, p. 22-32, 2007.
Citação APA:
Corrêa, A. M. H., & Carrieri, A. P. (2007). Percurso semântico do assédio moral na trajetória profissional de mulheres gerentes. Revista de Administração de Empresas, 47(1), 22-32.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/10735/percurso-semantico-do-assedio-moral-na-trajetoria-profissional-de-mulheres-gerentes/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português