Proximidade cultural e dinamismo econômico: por que investem as empresas portuguesas no Brasil Outros Idiomas

ID:
10854
Resumo:

Uma das principais características da economia portuguesa durante a segunda metade da década de 1990 foi a internacionalização de um número muito significativo de empresas nacionais, em vários setores de atividade. Na realidade, todos os dados disponíveis sugerem que, a partir de 1995, o processo de internacionalização desenvolvido pelas empresas portuguesas vem assumindo várias formas, tais como exportações, alianças estratégicas e Investimento Direto Estrangeiro. Verifica-se, igualmente, que esses fluxos não se dirigem para um único destino, mas que o stock português de investimento no estrangeiro tem três destinos predominantes: Brasil, Espanha e Holanda, destacando-se individualmente o Brasil, com mais de 40% do total. Neste contexto, procurou-se identificar, recorrendo à aplicação de questionários às empresas portuguesas com investimentos no Brasil, quais tinham sido os fatores determinantes para a escolha do Brasil como destino preferencial de investimento, tentando, também, aferir até que ponto a proximidade cultural existente entre os dois países teria desempenhado um papel relevante na tomada de decisão.


Citação ABNT:
COSTA, C. G.Proximidade cultural e dinamismo econômico: por que investem as empresas portuguesas no Brasil. Revista de Administração de Empresas, v. 46, n. Especial, p. 35-47, 2006.
Citação APA:
Costa, C. G.(2006). Proximidade cultural e dinamismo econômico: por que investem as empresas portuguesas no Brasil. Revista de Administração de Empresas, 46(Especial), 35-47.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/10854/proximidade-cultural-e-dinamismo-economico--por-que-investem-as-empresas-portuguesas-no-brasil/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português