O capital social e a arte de exportar na experiência do nordeste italiano: possibilidades de desdobramentos? Outros Idiomas

ID:
11570
Resumo:
Considerando a lógica espacial e o território como dimensão de análise, o trabalho propõe uma leitura do modelo italiano de organização das micros, pequenas e médias empresas - os "distritos industriais" -, privilegiando as discussões atinentes ao "capital social" e à "arte de exportar" que vem distinguindo esses territórios produtivos. Neste âmbito se traça um percurso evolutivo ao interno, do qual é possível distinguir formas de organização do processo de transformação e desenvolvimento de um sistema distrital, a partir da consideração dos seus elementos mais paradigmáticos. A última seção põe em debate algumas características do desenvolvimento local, expondo por fim diferentes idéias e hipóteses de experimentação para a elaboração de projetos, visando a promoção de uma ambiência comunitária favorável ao desenvolvimento dos distritos industriais.
Citação ABNT:
IPIRANGA, A. S. R.O capital social e a arte de exportar na experiência do nordeste italiano: possibilidades de desdobramentos?. Revista de Administração Mackenzie, v. 3, n. 2, p. 53-77, 2002.
Citação APA:
Ipiranga, A. S. R.(2002). O capital social e a arte de exportar na experiência do nordeste italiano: possibilidades de desdobramentos?. Revista de Administração Mackenzie, 3(2), 53-77.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/11570/o-capital-social-e-a-arte-de-exportar-na-experiencia-do-nordeste-italiano--possibilidades-de-desdobramentos-/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português