Racionalidade, autoridade e burocracia: as bases da definição de um tipo organizacional pósburocrático Outros Idiomas

ID:
12223
Resumo:
Este artigo faz uma revisão teórica dos conceitos de burocracia e das condições de emergência de um modelo pós-burocrático de organização. Neste modelo pósburocrático as pessoas passariam a trabalhar de forma radicalmente diferente do modelo burocrático weberiano, reconhecendo a natureza coletiva e orgânica do trabalho, ajustando e continuamente redefinindo cargos, tarefas e objetivos em função do ambiente instável no qual trabalham. Nestas organizações, o empenho pessoal ultrapassando as atribuições formais dos cargos é valorizado, a criação de uma cultura organizacional centrada sobre a performance coletiva é incentivada. Mais ainda, estruturas de comunicação, controle e autoridade em rede são adotadas. A autoridade é vista como resultado não apenas de propriedades formais do cargo mas também da competência e capacidade de liderança pessoais dos empregados. Tendo em vista este discurso dominante, este artigo faz uma revisão da teoria weberiana da burocracia baseando-se na tese da modernização enquanto expansão da esfera de racionalidade, passando então às teorias das disfunções burocráticas e aos fundamentos da teoria da contingência, visando a construção de um debate solidamente articulado sobre a superação do tipo ideal burocrático na sociedade atual.
Citação ABNT:
VASCONCELOS, F. C.Racionalidade, autoridade e burocracia: as bases da definição de um tipo organizacional pósburocrático. Revista de Administração Pública, v. 38, n. 2, p. 199-220, 2004.
Citação APA:
Vasconcelos, F. C.(2004). Racionalidade, autoridade e burocracia: as bases da definição de um tipo organizacional pósburocrático. Revista de Administração Pública, 38(2), 199-220.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/12223/racionalidade--autoridade-e-burocracia--as-bases-da-definicao-de-um-tipo-organizacional-posburocratico/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português