O que é um Ensaio-Teórico? Outros Idiomas

ID:
1416
Resumo:
 
Citação ABNT:
MENEGHETTI, F. K.O que é um Ensaio-Teórico?. Revista de Administração Contemporânea, v. 15, n. 2, p. 320-332, 2011.
Citação APA:
Meneghetti, F. K.(2011). O que é um Ensaio-Teórico?. Revista de Administração Contemporânea, 15(2), 320-332.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/1416/o-que-e-um-ensaio-teorico-/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
Adorno, T. W. (1986). O ensaio como forma. In G. Cohn (Org.), Sociologia: Adorno. (pp. 167-187). São Paulo: Editora Ática.

Adorno, T. W. (1991). Actualidad de la filosofía. [Coleção Pensamiento Contemporáneo]. España, Barcelona: Ediciones Piados.

Bachelard, G. (1998). A água e os sonhos: ensaio sobre a imaginação da matéria. São Paulo: Martins Fontes.

Benjamin, W. (1994). Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura e história da cultura. (7a ed.). São Paulo: Brasiliense.

Bense, M. (1947). Ünber the essay und saine prosa. Berlin: Merkur I.

Boorstin, D. J. (1995). Os criadores. Rio de Janeiro: Civilização Brasileiro.

Duarte, R. (1997). Adornos: nove ensaios sobre o filósofo frankfurtiano. Belo Horizonte: Ed. UFMG.

Habermas, J. (2001). A constelação pós-nacional: ensaios políticos. São Paulo: Littera Mundi.

Hume, D. (1996). Investigação acerca do entendimento humano. [Coleção Os Pensadores]. São Paulo: Nova Cultural.

Locke, J. (1997). Ensaio acerca do entendimento humano. [Coleção Os Pensadores]. São Paulo: Nova Cultural.

Lukács, G. (1911). Die seele und die formen. Berlim: Merkur.

Montaigne, M. (2002). Os ensaios. Livro I. São Paulo: Martins Fontes.

Rousseau, J. J. (1973). Ensaio sobre a origem das línguas. [Coleção Os Pensadores]. São Paulo: Abril Cultural.