Comprometimento no trabalho e produção científica entre pesquisadores brasileiros Outros Idiomas

ID:
18130
Resumo:
No presente trabalho teve-se como objetivo investigar a existência de relações entre os constructos psicológicos comprometimento organizacional e comprometimento com a carreira e a produtividade científica de pesquisadores brasileiros. Participaram do estudo 1.079 pesquisadores-doutores pertencentes a seis áreas distintas do conhecimento. Na investigação, utilizou-se um modelo teórico formado por três grupos de variáveis antecedentes (psicológicas, pessoais e funcionais) e pela variável critério produção científica. Dentre os resultados, destacam-se um maior comprometimento com a carreira escolhida e a verificação da existência de relações entre o comprometimento organizacional e a publicação de artigos no Brasil e a formação de mestres. Constatou-se, também, que os pesquisadores mais comprometidos com a carreira foram aqueles que, no período analisado (1992 a 1996), se dedicaram à publicação de livros como editores. Os melhores preditores de produtividade científica são as variáveis associadas à senioridade do pesquisador, incluindo-se aí, entre outras, a idade, o tempo de serviço e o tempo de titulação.
Citação ABNT:
OLIVEIRA, M. A. P. S.; LIMA, S. M. V.; ANDRADE, J. E. B. Comprometimento no trabalho e produção científica entre pesquisadores brasileiros. RAUSP Management Journal, v. 34, n. 3, p. 12-20, 1999.
Citação APA:
Oliveira, M. A. P. S., Lima, S. M. V., & Andrade, J. E. B. (1999). Comprometimento no trabalho e produção científica entre pesquisadores brasileiros. RAUSP Management Journal, 34(3), 12-20.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/18130/comprometimento-no-trabalho-e-producao-cientifica-entre-pesquisadores-brasileiros/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português