Do turismo de massa ao turismo situado: quais as transições? Outros Idiomas

ID:
1915
Autores:
Resumo:
Este artigo resume os trabalhos do grupo de pesquisas sobre as economias locais na área do turismo e relaciona os principais resultados à teoria dos sítios simbólicos de pertencimento. A teoria em questão aborda os fracassos das concepções econômicas que não levam em conta a complexidade, a diversidade e as contingências dos atores locais. Ela está diretamente relacionada a uma mudança econômica consistente e durável de um território e pressupõe o senso comum partilhado pelos atores da situação. O trabalho apresenta as novas dinâmicas do turismo a partir das crenças dos atores, produtores ou consumidores, e explica as causas do declínio do turismo de massa, bem como as variáveis que motivam a demanda emergente em direção a novos modelos e produtos turísticos. Estes novos modelos abrem caminho para a mudança de paradigma no desenvolvimento do turismo a partir da teoria dos sítios simbólicos de pertencimento. O autor apresenta os fundamentos para o desenvolvimento do turismo situado, que associa natureza, cultura e uma economia que respeita a diversidade do nosso mundo.
Citação ABNT:
ZAOUAL, H.Do turismo de massa ao turismo situado: quais as transições?. Caderno Virtual de Turismo, v. 8, n. 2, art. 1, p. 1-14, 2008.
Citação APA:
Zaoual, H.(2008). Do turismo de massa ao turismo situado: quais as transições?. Caderno Virtual de Turismo, 8(2), 1-14.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/1915/do-turismo-de-massa-ao-turismo-situado--quais-as-transicoes-/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português