Ambiente e poder organizacional: notas de pesquisa sobre uma empresa estatal

ID:
19326
Resumo:
Este estudo busca analisar os efeitos de mudanças ambientais sobre a distribuição horizontal de poder em uma grande organização estatal, a Centrais Elétricas de Minas Gerais (CEMIG). Explora-se aqui a hipótese de que mudanças ambientais criam incertezas cruciais para o funcionamento da organização fazendo com que a subunidade dotada de maiores condições de absorvê-las ganhe poder. Procuramos mostrar que em condições de escassez o poder tende a se deslocar do setor de planejamento para o setor de operações. Os mecanismos que explicam tal deslocamento foram descritos com base na "teoria das contingências estratégicas".
Citação ABNT:
FREITAS, R. S.Ambiente e poder organizacional: notas de pesquisa sobre uma empresa estatal. RAUSP Management Journal, v. 16, n. 3, p. 95-103, 1981.
Citação APA:
Freitas, R. S.(1981). Ambiente e poder organizacional: notas de pesquisa sobre uma empresa estatal. RAUSP Management Journal, 16(3), 95-103.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/19326/ambiente-e-poder-organizacional--notas-de-pesquisa-sobre-uma-empresa-estatal/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português