Felicidade no ambiente de trabalho: exame e proposição de algumas variáveis críticas

ID:
19572
Resumo:
Atualmente, não são poucos os problemas a desafiar a humanidade. No campo do trabalho a situação não é diferente. Diariamente ouvimos palavras assustadoras como: downsizing, enxugamentos, fusões, aquisições, reengenharia etc. Mas, pelo menos nessa área, deve ser saudado com efusão a iniciativa de algumas empresas em proporcionar um ambiente de trabalho mais saudável aos seus empregados. O trabalho é um componente fundamental no quadro das experiências humanas, pois permite que externemos nossas habilidades e potencialidades. Entretanto, as empresas têm se servido do homem ao seu bel-prazer. E a tecnologia tem sido um instrumento cruel nessa empreitada. Assim, propomos um modelo conceitual composto de algumas variáveis que supomos ser fundamentais e imprescindíveis à construção da felicidade no trabalho (FT) a saber: satisfação no trabalho, confiança, lealdade, liderança, valores e humanismo. Por fim, concluímos que os dirigentes empresariais têm diante de si o desafio e a oportunidade de empreender mudanças verdadeiramente criativas, diferenciadas e muito além do convencional.
Citação ABNT:
VASCONCELOS, A. F.Felicidade no ambiente de trabalho: exame e proposição de algumas variáveis críticas. REAd. Revista Eletrônica de Administração, v. 10, n. 1, p. 1-18, 2004.
Citação APA:
Vasconcelos, A. F.(2004). Felicidade no ambiente de trabalho: exame e proposição de algumas variáveis críticas. REAd. Revista Eletrônica de Administração, 10(1), 1-18.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/19572/felicidade-no-ambiente-de-trabalho--exame-e-proposicao-de-algumas-variaveis-criticas/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português