Influência da classificação na demonstração do fluxo de caixa - Um estudo da experiência brasileira

ID:
20308
Resumo:
A demonstração do fluxo de caixa – DFC relaciona todas as efetivas entradas e saídas de caixa – dinheiro – de uma empresa em determinado intervalo de tempo. Pela analise desse demonstrativo, a empresa é capaz de diagnosticar os excedentes de caixa, projetar fluxos de caixas futuros, verificar para quitar seus compromissos, como pagar fornecedores, dividendos, entre outros. Este trabalho visa apresentar a análise das DFC de 14 empresas que publicaram esse demonstrativo no ano de 2000. Este artigo não esgota, certamente, a discussão das prováveis inconsistências e ambiguidades que a norma FAZ-95 pode apresentar, bem como um modelo de elaboração da DFC pelas empresas brasileiras que atenda ao usuário externo.
Citação ABNT:
ZAMBON, E. M. J.Influência da classificação na demonstração do fluxo de caixa - Um estudo da experiência brasileira. Contabilidade, Gestão e Governança, v. 4, n. 1, p. 9-41, 2001.
Citação APA:
Zambon, E. M. J.(2001). Influência da classificação na demonstração do fluxo de caixa - Um estudo da experiência brasileira. Contabilidade, Gestão e Governança, 4(1), 9-41.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/20308/influencia-da-classificacao-na-demonstracao-do-fluxo-de-caixa---um-estudo-da-experiencia-brasileira/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português