Vinhos brasileiros: é possível a internacionalização? Outros Idiomas

ID:
21375
Autores:
Resumo:
Este estudo buscou identificar as estratégias utilizadas pelas vinícolas brasileiras para atingir padrões de qualidade de vinhos semelhantes ao do mercado internacional. A metodologia utilizada foi o estudo de casos e foram analisadas as vinícolas Miolo e Salton. Identificou-se como a principal especificidade produtiva o fator locacional e a estratégia tem sido a expansão das atividades para áreas com aptidão climática para vinhos, como o Vale do São Francisco (Nordeste) e região fronteira com o Uruguai. Para compensar pontos fracos devido às condições naturais, as empresas utilizam tecnologias modernas, contratação de enólogos renomados e parcerias. Outro fator limitante para o crescimento produtivo é o mercado interno ainda pequeno, com um consumo de 2 litros por pessoa/ano e a estratégia utilizada é segmentação de mercado na forma piramidal, considerando as variáveis qualidade e preço.
Palavras-chave:
Citação ABNT:
SATO, G. S.Vinhos brasileiros: é possível a internacionalização?. InternexT - Revista Eletrônica de Negócios Internacionais da ESPM, v. 1, n. 1, p. 243-259, 2006.
Citação APA:
Sato, G. S.(2006). Vinhos brasileiros: é possível a internacionalização?. InternexT - Revista Eletrônica de Negócios Internacionais da ESPM, 1(1), 243-259.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/21375/vinhos-brasileiros--e-possivel-a-internacionalizacao-/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português