Um olhar sobre o turismo em Salvador/Bahia: atrativos, sociabilidades e distribuição espacial dos meios de hospedagem - 1889/1930 Outros Idiomas

ID:
2196
Resumo:
O presente artigo tem a finalidade de contribuir para os estudos das novas sociabilidades na cidade de Salvador-BA, através de uma análise dos aspectos inerentes aos serviços ligados à hospitalidade, além de analisar a distribuição espacial dos principais meios de hospedagem, no período de 1889 a 1930 que é conhecido como Primeira República. Inicialmente, pretendeu-se assinalar quais eram os elementos divulgados enquanto atrativos turísticos da cidade, observando como estes se encontravam vinculados aos ideais civilizadores da época. Em seguida, buscou-se um maior entendimento da dinâmica urbana de Salvador, através de uma sucinta análise da produção e organização espacial dos seus principais hotéis. Posteriormente, foram examinados os serviços oferecidos pelos estabelecimentos hoteleiros e a criação de novas sociabilidades, para daí obter-se uma noção da intensidade da atmosfera cosmopolita no cotidiano da capital baiana.
Citação ABNT:
SILVA, L. C. R.; DIAS, O. B. Um olhar sobre o turismo em Salvador/Bahia: atrativos, sociabilidades e distribuição espacial dos meios de hospedagem - 1889/1930. Caderno Virtual de Turismo, v. 10, n. 3, art. 4, p. 34-45, 2010.
Citação APA:
Silva, L. C. R., & Dias, O. B. (2010). Um olhar sobre o turismo em Salvador/Bahia: atrativos, sociabilidades e distribuição espacial dos meios de hospedagem - 1889/1930. Caderno Virtual de Turismo, 10(3), 34-45.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/2196/um-olhar-sobre-o-turismo-em-salvador-bahia--atrativos--sociabilidades-e-distribuicao-espacial-dos-meios-de-hospedagem---1889-1930/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ALMANACH DO DIÁRIO DE NOTICIAS PARA 1885. Quinto anno, Bahia, [s.n.], 1885.

ALMANAK HENAULT ANNUARIO BRAZILEIRO COMMERCIAL ILUSTRADO 1912-1913. 6º anno, Rio de Janeiro, 1912.

ALMANAK LITERARIO E DE INDICAÇÕES PARA O ANNO DE 1889. 3º anno, Bahia: Typographia do Bazar 65, 1888.

AZEVEDO, Thales de. A Praia: espaço de sociabilidade. nº 134, Salvador: CEB/UFBA, 1988.

BOCCANERA JUNIOR, Silio. Bahia Histórica. Reminiscências do passado. Registro do presente. Salvador: Typ. Bahiana,1921.

CASTRO, Celso. A Natureza Turística do Rio de Janeiro. In: Banducci Jr, Alves; Barreto, Margarita (orgs.). Turismo e Identidade Local: uma visão antropológica. Campinas: Papirus, 2002.

COUTO, Edilece Souza. Festejar os Santos em Salvador: tentativas de reforma e civilização dos costumes (1850-1930). In: Bellini, Ligia et al (orgs.). Formas de Crer: ensaios de história religiosa do mundo lusoafro-brasileiro, séculos XIV-XXI. Salvador: EDUFBA/ Corrupio, 2006, p.273-297.

CYPRIANO, Carlos Alex de C. Inovação da Tradição e Sustentabilidade de Estratégias Culturais: a hotelaria no circuito do Carnaval da Bahia. In: Turismo em Análise. São Paulo, 1996, p. 63-76.

DIAS, Olívia Biasin. Falla-se Todas as Línguas: hospedagem, serviços e atrativos para os viajantes estrangeiros na Bahia oitocentista. Dissertação de Mestrado em História. Salvador: UFBA, 2007.

GRANDE DICCIONÁRIO PORTUGUEZ OU THESOURO DA LÍNGUA PORTUGUESA PELO DR. FR. DOMINGOS VIEIRA DOS EREMITAS CALÇADOS DE SANTO AGOSTINHO. Porto: Editores Ernesto Chardran e Bartholomeu H. de Moraes, Segundo vol., 1873.

INDICADOR E GUIA PRÁTICO DA CIDADE DO SALVADOR, Bahia, s/n, 1929.

NEEDELL, Jeffrey D. Belle Époque Tropical: sociedade e cultura de elite no Rio de Janeiro na virada do século. São Paulo: Cia das Letras, 1993.

PIRES, Mário J. Raízes do Turismo no Brasil. Hóspedes, hospedeiros e viajantes no século XIX. Barueri: Manole, 2001.

QUEIROZ, Lúcia A. Turismo da Bahia: estratégias para o desenvolvimento. Salvador: EGBA, 2002.

QUERINO, Manuel. A Bahia de outrora. Salvador: Livraria Progresso, 1955.

REIS, Antonio Alexandre Borges dos. Almanak Administrativo, indicador, noticioso, commercial e litterario do estado da Bahia para 1899. Segundo anno, Bahia: Editores Wilcke, Picard & C., 1899.

SANTOS, Milton. O Centro da Cidade de Salvador. Salvador: Editora Progresso, 1959.

SCHWARCZ, Lilia Moritz. As Barbas do Imperador. D. Pedro II, um monarca nos trópicos. São Paulo: Cia. das Letras, 2ª ed., 2004.

SECRETARIA DA CULTURA E TURISMO. Almanach civil, político e comercial da Bahia para o ano de 1845. [s.n.], Salvador, Edição fac-similar, 1998.

SILVA, Luis Cláudio Requião da. Os meios de hospedagem em Salvador: distribuição espacial ao longo de sua história. Dissertação de Mestrado em Geografia. Salvador: UFBA, 2007.

TEIXEIRA, Cid. et al. In: A Grande Salvador: posse e uso da terra. Projetos Urbanísticos Integrados. Salvador: CEDURB. 1978.

TEIXEIRA, Cid. História Visual (da Praça Municipal à Piedade). Livro 4. Salvador: Correio da Bahia, 2001.

VASCONCELOS, Pedro de Almeida. Salvador: transformações e permanências (15491999). Ilhéus: Editus, 2002.

VIGARELLO, Georges. O Limpo e o Sujo: uma história da higiene corporal. São Paulo: Martins Fontes, 1996.

VISTAS DA CIDADE DO SALVADOR. Capital da Bahia. Centenário do "2 de julho de 1823". Rio de Janeiro: Grande Estabelecimento Gráphico Pim