Desafios e dificuldades do financiamento em saúde bucal: uma análise qualitativa Outros Idiomas

ID:
2259
Resumo:
Os princípios de universalidade, integralidade e eqüidade do SUS só podem ser viabilizados com a construção de um modelo de financiamento flexível e transparente que permita o controle social e ofereça a agilidade no uso dos recursos. Este artigo analisa as dificuldades e desafios do financiamento da saúde bucal na ótica de gestores e técnicos da área. A coleta de dados ocorreu por meio de entrevistas, que foram gravadas e transcritas para análise qualitativa, preconizada por Bardin. As dificuldades relatadas pelos entrevistados foram expressas em frases como: “Procuro cumprir a agenda, porém muita coisa não consegui devido à falta de recursos”, “não se sabe o quanto pode gastar”, “escassez de recursos para procedimentos de média e grande complexidades”, “falta de recurso para troca de equipamento” e “prioridade para compra de materiais”. No que tange aos desafios foi relatada a necessidade de “capacitação”, “formação” e “organização” dos recursos humanos em saúde pública. Observa-se a dificuldade na realização completa do plano previsto de gestão, assim como a necessidade de compromisso por parte dos gestores em acompanhar as etapas de todo processo de repasse financeiro e aplicação do mesmo.
Citação ABNT:
MOIMAZ, S. A. S.; GARBIN, C. A. S.; GARBIN, A. J. ?.; FERREIRA, N. F.; GONÇALVES, P. E. Desafios e dificuldades do financiamento em saúde bucal: uma análise qualitativa. Revista de Administração Pública, v. 42, n. 6, p. 1121-1135, 2008.
Citação APA:
Moimaz, S. A. S., Garbin, C. A. S., Garbin, A. J. ?., Ferreira, N. F., & Gonçalves, P. E. (2008). Desafios e dificuldades do financiamento em saúde bucal: uma análise qualitativa. Revista de Administração Pública, 42(6), 1121-1135.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/2259/desafios-e-dificuldades-do-financiamento-em-saude-bucal--uma-analise-qualitativa/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo