Governança Corporativa e a reação do mercado de capitais à divulgação das informações contábeis Outros Idiomas

ID:
24267
Resumo:
Este artigo investiga, através de um estudo de eventos, se a divulgação das informações contidas nas demonstrações financeiras, anuais e trimestrais, das empresas de capital aberto com ações negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) afeta igualmente as empresas em geral e aquelas com sinalizadores diferenciados de boas práticas de governança corporativa. Foram analisadas 3.682 observações coletadas durante o período 1995-2002, representando as empresas com maior liquidez na Bovespa. Oito subamostras foram extraídas da amostra total, com a finalidade de verificar a reação dos investidores em relação à divulgação das demonstrações financeiras desses diferentes segmentos de empresas. Os resultados empíricos revelam que os investidores reagem de forma diferenciada a alguns sinalizadores de boas práticas de governança corporativa das empresas. Foi possível perceber retornos anormais significativos apenas em duas subamostras (empresas pontuais na divulgação das suas demonstrações financeiras e empresas privadas) em relação aos seus pares (empresas que atrasaram a divulgação das suas demonstrações financeiras e empresas estatais).
Citação ABNT:
TERRA, P. R. S.; LIMA, J. B. N. Governança Corporativa e a reação do mercado de capitais à divulgação das informações contábeis. Revista Contabilidade & Finanças - USP, v. 17, n. 42, p. 35-49, 2006.
Citação APA:
Terra, P. R. S., & Lima, J. B. N. (2006). Governança Corporativa e a reação do mercado de capitais à divulgação das informações contábeis. Revista Contabilidade & Finanças - USP, 17(42), 35-49.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/24267/governanca-corporativa-e-a-reacao-do-mercado-de-capitais-a-divulgacao-das-informacoes-contabeis/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português