Desenvolvimento de cenários: um exercício no setor hospitalar no Estado de São Paulo - Brasil Outros Idiomas

ID:
2757
Periódico:
Resumo:
O objetivo deste estudo consiste na construção de cenários prospectivos para o setor hospitalar no Estado de São Paulo considerando o período de 2006 a 2015. O estudo tem um caráter exploratório e sua abordagem é qualitativa. O método empregado permitiu identificar e classificar variáveis que poderão influenciar o setor hospitalar no Estado de São Paulo durante o período. Essas variáveis decorrem das forças de diferentes grupos de stakeholders e de elementos do macro ambiente. Considerando diferentes comportamentos dessas variáveis-chave, foi possível, então, a construção de quatro cenários futuros para o setor hospitalar no Estado de São Paulo entre 2006 e 2015.
Citação ABNT:
GONÇALVES, P. C.; BOAVENTURA, J. M. G.; COSTA, B. K.; FISCHMANN, A. A. Desenvolvimento de cenários: um exercício no setor hospitalar no Estado de São Paulo - Brasil. Revista Alcance, v. 18, n. 4, p. 448-465, 2011.
Citação APA:
Gonçalves, P. C., Boaventura, J. M. G., Costa, B. K., & Fischmann, A. A. (2011). Desenvolvimento de cenários: um exercício no setor hospitalar no Estado de São Paulo - Brasil. Revista Alcance, 18(4), 448-465.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/2757/desenvolvimento-de-cenarios--um-exercicio-no-setor-hospitalar-no-estado-de-sao-paulo---brasil/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
AGUILAR, F.J. Scanning the business environment. New York: The Macmillan Company, 1967.

AYRES, R. U.; AXTELL, R. Foresight as a survival characteristic: when (if ever) does the long view pay? Technological Forecasting and Social Change, Portland,v. 51, p. 209-35, Mar. 1996.

BARBOSA, Ricardo Rodrigues. Monitoração ambiental: uma visão interdisciplinar. Revista de Administração da Universidade de São Paulo RAUSP, v. 32, n. 4, p. 42-53, 1997.

BOAVENTURA, João Maurício Gama; COSTA, Benny Kramer; FISCHMANN, Adalberto A. Cenários: metodologias e métodos de construção. In: COSTA, Benny Kramer; ALMEIDA, Martinho Isnard Ribeiro de (Orgs.). Estratégia: direcionando negócios e organizações. São Paulo: Atlas, 2005.

BOAVENTURA, João Maurício Gama; FISCHMANN, Adalberto Américo. Is your vision consistent? A method for checking, based on scenario concepts. Futures, v. 40, n. 7, p. 597–612, 2008.

BOAVENTURA, João Maurício Gama. Um método para cenários empregando stakeholder analysis: um estudo no setor de automação comercial. Revista de Administração da Universidade de São Paulo RAUSP, v. 42, n. 2, p. 141154, abr./mai./jun. 2007.

BRADFIELD, Ron; WRIGHT, George; BURT, George; CAIRNS, George; HEIJDEN, Kess Van Der. The origins and evolution of scenario techniques in long range business planning. Futures. v. 37, n. 8, p. 795-812, oct. 2005.

CADERNO DE INFORMAÇÃO DE SAÚDE SUPLEMENTAR. Benefi ciários, operadoras e planos. Agência Nacional de Saúde Suplementar. Rio de Janeiro, 2006.

COSTA, Eliezer Arantes da. Gestão estratégica: da empresa que temos para a empresa que queremos. 2ª Ed. São Paulo: Saraiva, 2007.

CREMESP CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Disponível em: . Acesso em: 14 set. 2006.

FEDERAÇÃO BRASILEIRA DE HOSPITAIS. Disponível em: . Acesso em: 20 set. 2006.

FREEMAN, R. Edward; PHILIPS, Robert A. Stakeholder theory: a libertarian defense. Business Ethics Quaterly, v. 12, n. 3, p. 331-349, 2002.

FREEMAN, R. Edward. Strategic management: a stakeholder approach. Boston: Pitmann, 1984.

GEORGANTZAS, Nicholas C.; ACAR, William. Scenario-driven planning: learning to manage strategic uncertainty. Westport, Connecticut: Quorum Books, 1995.

GODET, Michel. A caixa de ferramentas da prospectiva estratégica. Lisboa, CEPES, 2000a.

GODET, Michel. The art of scenarios and strategic planning: tools and pitfalls. Technological Forecasting and Social Change, v. 65, n. 1, p.3-22, sep. 2000.

HUSS, William R.; Honton, Edward J. Scenario planning: what style should you use? Long Range Planning, v. 20, n. 4, p. 21-29, 1987.

IBGE. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios – PNAD. Disponível em: . Acesso em: 15 mar. 2007.

MALIK, Ana Maria; PENA, Fabio Patrus Mundim. Administração estratégica em hospitais. 3º Encontro de Estudos Organizacionais – ENEO. Junho, 2004, São Paulo. Anais... São Paulo, 2004.

MASINI, Eleonora B. A vision of futures studies. Futures, v. 34, n. 3-4, p. 249-259, apr. 2002.

MASON, David H. Scenario-based planning: decision model for the learning organization. Planning Review, v. 22, p. 6-11, mar./apr. 1994.

MERCER, David. Simpler scenarios. Management Decisions, vol. 33, n. 4, p.32-40, 1995.

MILLETT, Stephen M. Battelle´s scenario analysis of an european high-tech market. Planning Review, v. 20, n. 2, p. 20-24, 1992.

MITROFF, Ian I.; EMSHOFF, J. R. On strategic assumption-making: a dialectical approach to policy and planning. The Academy of Management Review, vol. 4, n. 1, p. 1-12, 1979.

PANORAMA SETORIAL. Hospitais privados: situações e perspectivas. Estudo Especial. São Paulo: Horizonte Vertical, 2004. 108 p.

PORTER, Michael E. Vantagem competitiva: criando e sustentando um desempenho superior. Campus: Rio de Janeiro, 1989.

REVISTA HOSPITALAR. Disponível em: . Acesso em 22 set. 2006.

RINGLAND, Gil. Scenarios in business. West Sussex, UK: John Wiley & Sons, 1998.

SCHOEMAKER, Paul J. H. How to link strategic vision to core capabilities. Sloan Management Review, v. 34, n. 1, p. 67-81, fall. 1992.

SCHOEMAKER, Paul J. H. Scenario planning: a tool for strategic thinking. Sloan Management Review. Winter, p. 25-40, 1995.

SCHWARTZ, Peter. A arte da visão de longo prazo: planejando o futuro em um mundo de incertezas. São Paulo: Best Seller, 2000.

SCHWARTZ, Peter. A arte da visão de longo prazo. São Paulo: Nova Cultural, 2000.

SINDHOSP SINDICATO DOS HOSPITAIS, CLÍNICAS E LABORATÓRIOS DO ESTADO DE SÃO PAULO. Disponível em: .Acesso em 13 set. 06.

SLAUGHTER, Richard A. From forecasting and scenarios to social construction: changing methodological paradigms in future studies. Foresight, v. 4, p. 26-31, Jun. 2002.

WEISS, Joseph W. Business ethics: a stakeholder and issues management approach. 2nd. ed. Forth Worth, Texas: Dryden Press, 1998.

WILSON, Ian H. Mental maps of the future: an intuitive logics approach to scenarios. In: FAHEY, Liam; RANDALL, R. M. Learning from the future. New York: John Wiley & Sons, 1998.

WOOD, Donna J. Business and society. Pittsburgh: Harper Collins, 1990.