O comportamento da estrutura de capital e a performance de firmas brasileiras, argentinas e chilenas Outros Idiomas

ID:
27583
Periódico:
Resumo:
Este trabalho tem como objetivo verificar se a estrutura de capital e o desempenho financeiro diferem entre as empresas brasileiras, argentinas e chilenas. O estudo consiste em um cross section múltiplo que compreendeu o período de 1996 a 2005. A amostra foi extraída do Economática®, tendo como variáveis o endividamento sobre o PL (ENDV), a rentabilidade operacional sobre o ativo total (ROAOP) e a rentabilidade sobre o PL (ROE). A fim de apurar se havia diferenças significativas entre as firmas dos três países, utilizou-se a Análise da Variância, e, para identificar em quais países diferem tais médias, utilizou-se o teste Scheffé. Os resultados apontaram diferenças significativas nas médias do ENDV e da ROAOP em cinco dos dez anos pesquisados, e na ROE houve diferenças significativas em sete dos dez anos analisados. Em geral, as empresas brasileiras diferem das chilenas e argentinas; no entanto, os resultados não apontaram diferença significativa entre as empresas argentinas e as chilenas. Quanto à análise descritiva, as empresas brasileiras demonstraram maior ENDV em todos os períodos, menor ROAOP nos primeiros quatro períodos e menor ROE em todos os anos pesquisados.
Citação ABNT:
MARCON, R.; GRZEBIELUCKAS, C.; MELLO, R. B.; MULLER, R. A. O comportamento da estrutura de capital e a performance de firmas brasileiras, argentinas e chilenas. Revista de Gestão, v. 14, n. 2, p. 33-48, 2007.
Citação APA:
Marcon, R., Grzebieluckas, C., Mello, R. B., & Muller, R. A. (2007). O comportamento da estrutura de capital e a performance de firmas brasileiras, argentinas e chilenas. Revista de Gestão, 14(2), 33-48.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/27583/o-comportamento-da-estrutura-de-capital-e-a-performance-de-firmas-brasileiras--argentinas-e-chilenas/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português