Fusão Daimlerchrysler: causas e consequências no setor automobilístico

ID:
27946
Resumo:
A globalização vem levando as organizações a mudarem suas estratégias de forma a se adequarem ao novo ambiente competitivo. Como resposta às novas exigências,surgem alianças estratégicas como as fusões e aquisições. A análise do caso DaimlerChrysler, maior fusão do setor automotivo, deixa claro as novas tendências do mercado e o poder exercido pelas forças influenciadoras do modelo de Rivalidade Ampliada de Michael Porter nesta indústria.
Citação ABNT:
CORREIA, A. F.; LIU, E. M.; ROCHA, F. R. C.; BULHÕES, M. V.; FONSECA, P. G.; PITHON, V. T. Fusão Daimlerchrysler: causas e consequências no setor automobilístico. Revista Gestão & Planejamento, v. 1, n. 2, art. 4, p. 0-0, 2000.
Citação APA:
Correia, A. F., Liu, E. M., Rocha, F. R. C., Bulhões, M. V., Fonseca, P. G., & Pithon, V. T. (2000). Fusão Daimlerchrysler: causas e consequências no setor automobilístico. Revista Gestão & Planejamento, 1(2), 0-0.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/27946/fusao-daimlerchrysler--causas-e-consequencias-no-setor-automobilistico/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português