A ótica da oportunidade empreendedora: um estudo de caso com os micro e pequenos empreendedores de Mossoró/RN Outros Idiomas

ID:
29208
Resumo:
O presente artigo objetiva descrever as dimensões que caracterizam as oportunidades para os micro e pequenos empreendedores do município de Mossoró (RN). O Empreendedor é o principal responsável pela identificação de uma oportunidade favorável no meio dos negócios. Assim, faz-se necessário um estudo do agente da mudança como um identificador de ocasiões ideais para o início de um empreendimento. A identificação de uma oportunidade adequada é essencial para a consolidação de um negócio perante o mercado. A metodologia, então, foi suportada por uma abordagem qualitativa por meio de um estudo de caso, e a amostra foi selecionada de modo aleatório, onde foram realizadas diversas entrevistas semi estrutura das com os micros e pequenos empreendedores, de vários setores comerciais. Entre os principais resultados, tem-se que um produto inovador é importante para a consolidação perante o cliente, e que a relação íntima com o negócio é necessária para o sucesso. Além disso, os entrevistados também indicaram que a afinidade e o conhecimento na área de atuação são fundamentais para o sucesso do empreendimento. Portanto, conclui-se que a oportunidade ideal surge, sob a ótica dos micro e pequenos empreendedores, como um momento em que a inovação possa ser determinante para o êxito da empresa.
Citação ABNT:
RAMALHO, L.; OLIVEIRA, F. P. S.; ARAÚJO, R. M. A ótica da oportunidade empreendedora: um estudo de caso com os micro e pequenos empreendedores de Mossoró/RN. Revista Eletrônica de Estratégia & Negócios, v. 6, n. 2, p. 94-127, 2013.
Citação APA:
Ramalho, L., Oliveira, F. P. S., & Araújo, R. M. (2013). A ótica da oportunidade empreendedora: um estudo de caso com os micro e pequenos empreendedores de Mossoró/RN. Revista Eletrônica de Estratégia & Negócios, 6(2), 94-127.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/29208/a-otica-da-oportunidade-empreendedora--um-estudo-de-caso-com-os-micro-e-pequenos-empreendedores-de-mossoro-rn/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
BANDEIRA, Daniel Estima. Impacto das características do mercado na gestão da inovação: o caso do grupo Taurus. 2007. Disponível em: . Acesso em: 09 nov. 2011.

BHIDE, Amar. Como os Empreendedores Constroem Estratégias que Dão Certo. Tradução Fábio Fernandes. In: Empreendedorismo e Estratégia/Harvard Business Review. Rio de Janeiro: Elsevier, 2002. p. 61-90.

CANGUSSU, Tatiana Jordão Maia. In: CANGUSSU, Tatiana Maia; CANGUSSU, Ewerton Taveira. Definição de Negócio. Curitiba: IESDE Brasil S.A., 2009.

CASSIDY, John. Como os Mercados quebram: a lógica das catástrofes econômicas. Tradução de Berilo Vargas. Rio de Janeiro: Intríseca, 2011.

CHÉR, Rogério. Empreendedorismo na veia: um aprendizado constante. Rio de Janeiro: Elsevier/SEBRAE, 2008.

DAMBERG, Carlos Fernando. A oportunidade dos 40. São Paulo: Hagnos, 2011.

DE BONO, Edward. Oportunidades: um manual para a busca de melhores oportunidades nos negócios. São Paulo: Vértice, 1989.

DEGEN, Ronald Jean. O empreendedor: empreendedor como opção de carreira. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2009.

DEUTSCH, Donny; WHITNEY, Catherine. A grande ideia: Monte seu próprio negócio, conquiste sua liberdade, seja um vencedor. Tradução de Gabriel Zide Neto. Rio de Janeiro: BestSeller, 2010.

DOLABELA, Fernando. Oficina do Empreendedor. São Paulo: Ed. de Cultura, 1999.

DOMINGOS, Carlos. Oportunidades Disfarçadas. Rio de Janeiro: Sextante, 2009.

DORNELAS, J. et al. Planos de negócios que dão certo: um guia para pequenas empresas. Tradução de Jorge Martins. Rio de Janeiro: Elsevier, 2008.

DORNELAS, José Carlos Assis. Empreenda (quase) sem dinheiro: crie sua empresa com ouço ou sem dinheiro e tenha sucessos na atividade empreendedora. São Paulo: Saraiva, 2009.

DORNELAS, José Carlos Assis. Empreendedorismo na prática: Mitos e Verdades do Empreendedor de Sucesso. Rio de Janeiro: Elsevier, 2007.

DORNELAS, José Carlos Assis. Empreendedorismo: Transformando Ideias em Negócios. Rio de Janeiro: Elsevier, 2008.

DRUCKER, Peter F. Inovação e Espírito Empreendedor (entrepreneurship): prática e princípios. Tradução de Carlos J. Malferrari. 11. reimp. São Paulo: Cengage Learning, 2011.

FERRAZZA, Júlio César. Avaliação De Mercado Para Produto: “Prospeção De Mercado Interno Em Nível Coletivo” do SEBRAE/RS. Disponível em: . Acesso em: 15 out. 2011.

FILLION, Louis Jacques. Diferenças entre sistemas gerenciais de empreendedores e operadores e pequenos negócios. 1999. Disponível em . Acesso em:15 out. 2011.

GIL, Antonio Carlos. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

HILLS, Gerald .SINGH, Robert P.; E.; LUMPKIN, G. T. New Venture Ideas and Entrepreneurial Opportunities: Understanding the Process of Oportunity Recognition (1999). Disponível em: . Acesso em:15 out. 2011.

HIRISCH, Robert D.; PETERS, Michael P. Empreendedorismo. 5. ed. Tradução de Lene Belon Ribeiro. São Paulo: Bookman, 2004.

HOLEY, Graham J.; SAUNDERS, John A.; PIERCY, Nigel F. Estratégia de Marketing e Posicionamento Competitivo. 3. ed.Tradução de Robert Brian Taylor. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2005.

HOOLEY, G. J; SAUNDERS, J. A.; PIERCY N. F. Estratégia de Marketing e Posicionamento Competitivo. São Paulo: Prentice Hall Makron, 2001.

KIM, W. Chan; MAUBORGNE, Renée. A estratégia do oceano azul: Como criar novos mercados e tornar a concorrência irrelevante. 23. reimp.Tradução de Afonso Celso da Cunha Serra.Rio de Janeiro: Elsevier, 2005.

KOTLER, Philip. Administração de Marketing. 10. ed. e 7. reimp. Tradução de Bazán Tecnologia e Linguística e Revisão Técnica de Arão Sapiro. São Paulo: Prentice Hall, 2000.

MELO, Cristiane Marques de. et al. Do Que Estamos Falando Quando Falamos Empreendedorismo no Brasil? Revista de Administração da UNIMEP, v. 8, n. 3,p. 80-98, Piracicaba/SP, Set./Dez. 2010. Disponível em: . Acesso em: 07 nov. 2011.

OLIVEIRA, Elvira Fernandes de Araújo; FILGUEIRA, Maria Conceição Maciel. Primeiros Passos da Iniciação Científica. Mossoró: Fundação Vingt-Un Rosado, 2004.

PASSARELA, Wanderlei. Fábrica de Ideias, banco de oportunidades: como desenvolver negócios por meio da captação, seleção e gerenciamento de oportunidades. São Paulo: Saraiva, 2008.

SCHUMPETER, Joseph Alois. Teoria do desenvolvimento econômico: uma investigação sobre lucro, capital, crédito, juro e o ciclo econômico. Tradução de Maria Sílvia Possas. 3. ed. São Paulo: Nova Cultura, 1988.

SCHUMPTER, Joseph A. Capitalismo, sociedade e democracia. Tradução de Ruy Jungmann. Rio de Janeiro: Fundo de Cultura, 1961.

SEBRAE. Cadastro Empresarial da Comarca Mossoró – CEMP. Disponível em: . Acesso em: 27 set. 2011.

SEBRAE. Taxa de Sobrevivência das Empresas no Brasil. Disponível em: . Acesso em: 30 out. 2012.

TRÍAS DE BES, Fernando. O livro negro do empreendedor. Tradução de Luiz Carlos Cabral. Rio de Janeiro: BestSeller, 2009.

TRIVIÑOS, Augusto Nibaldo Silva. Introdução à Pesquisa em Ciências Sociais e Pesquisa Qualitativa em Educação. São Paulo: Atlas, 1987.

YIN, Robert K. Estudo de Caso: planejamento e métodos. 2. ed. Porto Alegre: Bookman, 2001