A relação das competências empreendedoras e da conduta intraempreendedora no setor de serviços educacionais Outros Idiomas

ID:
30824
Resumo:
O objetivo deste estudo é relacionar a conduta intraempreendedora, segundo Moriano; Topa; Valero e Lévy (2009), e suas competências empreendedoras, conforme a abordagem de Lenzi (2008), nos funcionários das unidades do SENAC do estado de Santa Catarina. O referencial teórico apresenta os temas essenciais que se relacionam à problemática do estudo, quais sejam: empreendedorismo, competências empreendedoras e conduta intraempreendedora. Para a análise destas relações, a abordagem neste artigo de natureza aplicada foi majoritariamente quantitativa. As características do estudo o posicionam como de objetivo descritivo e os procedimentos técnicos adotados foram a pesquisa bibliográfica, estudo de caso e a survey com questionário. Para tanto, utilizaram-se as técnicas estatísticas ANOVA, Análise Fatorial e Modelagem de Equações Estruturais. Os resultados demonstram que as competências mais comuns foram comprometimento, persistência e correr riscos calculados. As menos frequentes, busca de oportunidades e iniciativas e estabelecimento de metas. Com relação à conduta intraempreendedora, as análises evidenciam uma relação significativa e relevante para todos os constructos, exceto tempo disponível e incerteza nas tarefas. Por fim, as competências empreendedoras apresentaram forte correlação com os constructos do intraempreendedorismo.
Citação ABNT:
LANA, J.; ORLANDI, C.; CAMARGO, M.; BRANCO, M. A.; LENZI, F. C. A relação das competências empreendedoras e da conduta intraempreendedora no setor de serviços educacionais. Revista Pensamento Contemporâneo em Administração, v. 7, n. 2, p. 77-95, 2013.
Citação APA:
Lana, J., Orlandi, C., Camargo, M., Branco, M. A., & Lenzi, F. C. (2013). A relação das competências empreendedoras e da conduta intraempreendedora no setor de serviços educacionais. Revista Pensamento Contemporâneo em Administração, 7(2), 77-95.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/30824/a-relacao-das-competencias-empreendedoras-e-da-conduta-intraempreendedora-no-setor-de-servicos-educacionais/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ANDRADE, A. R de. A gestão da universidade sob a ótica da teoria dos recursos e capacidades. In: Encontro Nacional dos Programas de Pós Graduação em Administração, 30, 2006, Salvador: Anais... Salvador. ENANPAD, 2006, CD-ROOm.

ANTONCIC, B.; HISRICH, R. Clarifying the intrapreneurship concept. Journal of Small Business and Enterprise Development. v. 10, n. 1, p. 7-24, 2003

ANTONELLO, C.S.; BOFF, L. H. Os novos horizontes da gestão: aprendizagem organizacional e competências. Porto Alegre: Bookman, 2005, p. 12-33.

BARBETTA, P. A. Estatística aplicada às ciências sociais. 7. ed. Florianópolis: Ed. da UFSC, 2007.

BARON, R.; SHANE, S.. Empreendedorismo: uma visão do processo. São Paulo: Thomson Learning, 2007.

BARROS, A. J. P.; LEHFELD N. A. S. Fundamentos de metodologia: um guia para iniciação científica. São Paulo: McGraw-Hill, 1986.

CHER, R. N. Empreendedorismo na veia: um aprendizado constante. Rio de Janeiro: Elsevier, 2008.

CHIEH, N.; ANDREASSI, T. Intra empreendedorismo: um estudo de caso sobre o entendimento e a aplicação dos fundamentos organizacionais associadas ao termo. In: Encontro Nacional dos Programas de Pós Graduação em Administração, set, 2007, Rio de Janeiro: Anais... Rio de Janeiro. ENANPAD, 2007, CD-ROOm.

COOLEY, L. Entrepreneurship Training and the Strengthening of Entrepreneurial Performance> Final Report. Contract No. DAN-5314-C-00-3074-00. Washington: USAID, 1990.

COOLEY, L. Seminário para Fundadores de Empresa. Manual del Capacitador. Washington MSI, 1991.

CORRAR, L. J.; PAULO, E.; DIAS FILHO, J. M. Análise multivariada: para os cursos de Administração, Ciências Contábeis e Economia. Ed. Atlas: São Paulo, 2011.

CUNNINGHAM, J. B.; LISCHERON, J. C. Defining entrepreneurship. Journal of Small Business Management, v. 29, n. 1, p. 45-67, 1991.

DORNELAS, J. Empreendedorismo corporativo: como ser empreendedor, inovar e se diferenciar na sua empresa. 7ed. Rio de Janeiro: Campus, 2003.

DRUCKER, P. Inovação e espírito empreendedor. São Paulo: Pioneira, 1987.

DUTRA, J. S. Competências: conceitos e instrumentos para a gestão de pessoas na empresa moderna. São Paulo: Atlas, 2004.

DUTRA, J. S.. Gestão por competências: um modelo avançado para o gerenciamento de pessoas. São Paulo: Gente, 2001.

FAVERO, L. P.; et. al. Análise multivariada de dados: modelagem multivariada para tomada de decisões. Elselvier: Rio de Janeiro, 2009.

FILION, L. J. Empreendedorismo: empreendedores e proprietários-gerentes de pequenos negócios. Revista de Administração da USP, São Paulo, v. 34, n. 2, abr./jun. 1999.

FILION, L. J. Entendendo os intra-empreendedores como visionistas. Revista de Negócios. v.9, n.2, p. 65-79, 2004.

FLEURY, A. C. C.; FLEURY, M. T. L. Estratégias empresariais e formação de competências. São Paulo: Atlas, 2000.

GERBER, M. E. O mito do empreendedor (entrepreneurship): prática e princípios. 5. ed. São Paulo: Pioneira, 1998.

GOLDENBERG, M. A arte de pesquisar. Rio de Janeiro: Record,1999.

HAIR, J. F. JR.; BLACK, W. C.; BABIN, B. J.; ANDERSON, R. E. Análise multivariada de dados. Porto Alegre: Bookman, 2009.

HASHIMOTO, M. Espírito empreendedor nas organizações: aumentando a competitividade através do intraempreendedorismo. São Paulo: Saraiva, 2006.

HISRICH, R.; PETERS, M.. Empreendedorismo. 5 ed. Porto Alegre: Bookman, 2004.

KENNEY, M; MUJTABA, B. G. Undestanding Corporate Entrepreneurship and development: A practitioner view of organizational intrapreneurship. Journal of Apllied Management and Entrepreneurship. Fort Lauderdale, v.12, n.3, p. 73, Jul, 2007.

KENT, C.A.; SEXTON, D.L.; VESPER, K.H. (eds.). Encyclopedia of entrepreneurship. Englewood Cliffs: Prentice-Hall, 1982.

LENZI, F. C.. Os empreendedores corporativos nas empresas de grande porte: um estudo da associação entre tipos psicológicos e competências empreendedoras. Tese de doutorado da Universidade de São Paulo, 2008.

LENZI, F.C.; SANTOS, S.A; CASADO, T; RODRIGUES, L.C. Talentos inovadores na empresa. Curitiba: IBPEX, 2011.

MAMEDE, M. I. de B.; MOREIRA, M. Z. Perfil de competências empreendedoras dos investidores portugueses e brasileiros: um estudo comparativo na rede hoteleira do Ceará. In: Enanapad: 2005. Anais… Brasilia/DF.

MCCLELLAND, D. C. Entrepreneurship and achievement motivation: approaches to the science of sócio-economic development. In: LEYGEL, P (org.). Paris: UNESCO, 1971.

MELLO, S. C. B.; LEÃO, A. L. M. de S.; PAIVA JR, F. G. Competências empreendedoras de dirigentes de empresas brasileiras de médio e grande porte que atuam em serviços da nova economia. Revista de Administração Contemporânea (RAC), v. 10, n.4, out/dez 2006, p. 47-69.

MORIANO, J. A.; TOPA, G.; VALEOR, E.; LÉVY, J. P. Identificácion organizacional y conducta “intraemprendedora”. Anales de Psicología, Murcia (Espanha) v. 25, n.2, p. 277-287, Dec., 2009.

PADOVANI, C. B. Inovação como ação de estratégia. Revista Banas Qualidade. Ano XVI, n.179, p. 40, Abril, 2007.

PAIVA, F. G. de; CORDEIRO, A. T. Empreendedorismo e o espírito empreendedor: uma análise da evolução dos estudos na produção acadêmica brasileira. In: ENCONTRO DA ANPAD, 26., 2002, Salvador. Anais… Rio de Janeiro: ANPAD, 2002.

PINCHOT, G. Intrapreneuring: por que você não precisa deixar a empresa para tornar-se um intraempreendedor. São Paulo: Harbra, 1989.

PINCHOT G., Intrapreneuring: why dont have to leave the corporation to become an entrepreneur. New York, Harper & Row Publishers, 1985.

PINCHOT, G.; PELLMAN, R. Intraempreendedorismo na prática: um guia de inovação nos negócios. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004.

PINCHOT III, G. Intrapreneuring: por que você não precisa deixar a empresa para tornar-se um empreendedor. São Paulo: Harbra, 1987.

PRYOR, A. K.; SHAYS, E. M. Growing the business with intrapreneurs. Business Quarterly, Spring, p.43-45, 1993.

SCHUMPETER, J. A. Teoria do desenvolvimento econômico. São Paulo: Abril Cultural, 1982.

SCHUMPETER, J. A. The theory of economic development. Oxford University Press, Oxford, 1978.

SCIASCIA, S.; VITA, R. de. The development of entrepreneurship research. Milano: Liuc Papers, 2009. p. 1-19. (Serie Economia Aziendale, n. 19).

SEIFFERT, P. Q. Empreendendo novos negócios em corporações. São Paulo: Atlas, 2005.

STULL, M.; SINGH, J. Intrapreneurship in nonprofit organizations examinig the factors that facilitate entrepreneurial behaviour among employees. Disponível em: http://weatherhead.case.edu Acesso em: 15 mar. 2012.

VERGARA, S. C. Projetos e relatórios de pesquisa em Administração. São Paulo: Atlas,

ZAHRA, S.; COVIN, J. Contextual influences on the corporate entrepreneurship performance relationship: A longitudinal analysis. Journal of Business Venturing, vol.10, p. 43-58, 1995.

ZARIFIAN, P. Objetivo competência: por uma nova lógica. São Paulo: Atlas, 2001