Mudança organizacional: um estudo multicasos Outros Idiomas

ID:
30827
Resumo:
A maioria das organizações na atualidade atua em um ambiente altamente competitivo e dinâmico, exigindo delas a capacidade de mudar constantemente. No entanto, estas organizações encontram muita dificuldade durante o processo de implementação das mudanças propostas. Por isso, este trabalho teve como objetivo analisar o processo de implementação de mudanças organizacionais, comparando um caso de sucesso e outro de fracasso, com o intuito de identificar aspectos-chave a serem gerenciados, para que os resultados esperados consigam ser alcançados. Foram desenvolvidos dois estudos de casos, e, posteriormente, foi feita uma análise comparativa. Como conclusões, destaca-se a importância de respeitar a cultura organizacional durante o processo de mudança. Além disso, verificou-se a necessidade do desenvolvimento de uma visão de futuro que inclua os colaboradores envolvidos e de uma abordagem sistêmica que direcione a implementação de mudanças, de modo a minimizar possíveis resistências.
Citação ABNT:
CERIBELI, H. B.; MERLO, E. M. Mudança organizacional: um estudo multicasos. Revista Pensamento Contemporâneo em Administração, v. 7, n. 2, p. 134-154, 2013.
Citação APA:
Ceribeli, H. B., & Merlo, E. M. (2013). Mudança organizacional: um estudo multicasos. Revista Pensamento Contemporâneo em Administração, 7(2), 134-154.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/30827/mudanca-organizacional--um-estudo-multicasos/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ARAÚJO, L. C. G. (1982). Mudança organizacional na administração pública federal brasileira. Tese (Doutorado em Administração Pública) – Eaesp/Fundação Getúlio Vargas, São Paulo, 1982.

BERTERO, C. O. Mudança organizacional e processo decisório. Revista de Administração de Empresas, n. 16, v. 2, p. 29-40, 1976.

CALDAS, M. P.; HERNANDEZ, J. M. C. Resistência à mudança: uma revisão crítica. Revista de Administração de Empresas, v. 41, n. 2, p. 31-45, 2001.

CHAMPY, J.; HAMMER, M. Reengenharia: Revolucionando a empresa em função dos clientes, da concorrência e das grandes mudanças da gerência. 22. ed. Rio de Janeiro: Campus, 1994.

CHIAVENATO, I. Os novos paradigmas: Como as mudanças estão mexendo com as empresas. 1. ed. São Paulo: Atlas, 1996.

DRUCKER, P. F. Administrando em tempos de grandes mudanças. 5. ed. São Paulo: Pioneira, 1998.

GEROLAMO, M. C. (2003). Proposta de Sistematização para o Processo de Gestão de Melhorias e Mudanças de Desempenho. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, São Carlos, 2003.

HERZOG, J. P. People: The critical factor in managing change. Journal of Systems Management, v. 42, n. 3, p. 6-11, 1991.

KOTTER, J. P. Liderando mudanças. 6. ed. Rio de Janeiro: Campus, 1997.

LEWIN, K. Field theory in social science: Selected theoretical papers. London: Tavistock Publications, 1952.

MEGGINSON, L. C.; MOSLEY, D. C.; PIETRI, P. H. Management: Concepts and applications. New York: HaperCollins, 1991.

MORGAN, G. Imagens da organização. São Paulo: Atlas, 1996.

MOTTA, P. R. Transformação organizacional: A teoria e a prática de inovar. 1. ed. Rio de Janeiro: Qualitymark, 1997.

OBADIA, I. J.; VIDAL, M. C. R.; MELO, P. F. F. Uma abordagem adaptativa de intervenção para mudança organizacional. Gestão & Produção, v. 14, n. 1, p. 125-138, 2007.

ROBBINS, S. P. Fundamentos do comportamento organizacional. 7. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2004.

SHIRLEY, R. Um modelo para análise da mudança organizacional. Revista de Administração de Empresas, v. 16, n. 6, p. 37-43, 1976.

SILVA, J. R. G.; VERGARA, S. C. Sentimentos, subjetividade e supostas resistências à mudança organizacional. Revista de Administração de Empresas, v. 43, n. 3, p. 10-21, 2003.

SPREITZER, G. M., QUINN, R. E. Empowering middle managers to be transformational leaders. Journal of Applied Behavioral Science, v. 32, n. 3, p. 237-261, 1996.

WALKER, H. J.; ARMENAKIS, A. A.; BERNERTH, J. B. Factors influencing organizational change efforts: An integrative investigation of change content, context, process and individual differences. Journal of Organizational Change Management, v. 20, n. 6, p. 761-773, 2007

WATSON, G. Resistance to change. In: BENNIS, W. G. et al. (Eds.). The planning of change. New York: Holt, Rinehart and Winston, 1969.

WOOD JUNIOR, T. (Coord). Mudança Organizacional. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2004.

YIN, Robert K. Estudo de Caso: Planejamento e Métodos. 3. ed. Porto Alegre: Bookman, 2005.