Plano de vida: proposta de um programa de preparação para a reforma Outros Idiomas

ID:
30921
Resumo:
Nos momentos mais difíceis, as pessoas, de uma forma geral, sentem a falta de um planeamento da sua vida pessoal e profissional. O objectivo deste estudo foi propor um “plano de vida” ou um “guia de planeamento pessoal”, baseado nos tradicionais modelos de “planos de negócios”, que vise uma reforma tranquila. No final deste estudo, pretendeu-se fornecer uma estrutura de modelo que permita o desenvolvimento de um guia prático para a construção de planeamento pessoal ao longo da vida do indivíduo, bem como oferecer uma estrutura básica para o desenvolvimento de softwares que facilitem a construção deste planeamento da vida das pessoas, pois acredita-se que uma vida planeada oferece melhores condições para ter-se uma vida com mais qualidade, antes e depois da reforma.
Citação ABNT:
MAINARDES, E. W.; MARTINS, O.; SILVA, M. J. Plano de vida: proposta de um programa de preparação para a reforma. Revista Pensamento Contemporâneo em Administração, v. 4, n. 1, p. 54-74, 2010.
Citação APA:
Mainardes, E. W., Martins, O., & Silva, M. J. (2010). Plano de vida: proposta de um programa de preparação para a reforma. Revista Pensamento Contemporâneo em Administração, 4(1), 54-74.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/30921/plano-de-vida--proposta-de-um-programa-de-preparacao-para-a-reforma/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ABRAMS, R. Plano de negócios: segredos e estratégias para o sucesso. São Paulo: Érica, 1994.

ALBERTO, L. Os determinantes da felicidade no trabalho: um estudo sobre a diversidade nas trajetórias profissionais de engenheiros. 322f. Dissertação de Mestrado em Psicologia, Instituto de Psicologia da USP, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2000.

ANSOFF, H. Administração estratégica. São Paulo: Atlas, 1983.

ARKEBAUER, J. Guide to writing a high-impact business plan: a proven blueprint for entrepreneurs. New York: The McGraw-Hill, 1994.

BANCO MUNDIAL. Poverty reduction and growth: virtous and vicious circles. Washington: Banco Mundial, 2006.

BARNEY, J. Firm resource and sustained competitive advantage. Journal of Management, vol. 17, pp. 99-120, 1991.

BENNETT, B. Personal development plans: evidence from research on their use. Development and Learning in Organizations, vol. 20, n. 6, pp. 13-15, 2006.

BIDART, L. Marketing pessoal: você sabe o que é? São Paulo: Gryphus, 2001.

BRACKER, J. The historical development of the strategic management concept. The Academy of Management Review, vol. 5, n. 2, pp. 219-224, 1980.

CAMARGOS, M.; DIAS, A. Estratégia, administração estratégica e estratégia corporativa: uma síntese teórica. Caderno de Pesquisas em Administração, vol. 10, n. 1, pp. 27-39, 2003.

COBRA, M. Um resumo do percurso do marketing brasileiro. Revista FAE BUSINESS, Vol. 4, Dezembro, pp. 28-32, 2002.

COLLIER, M. Development of a business plan for an international co-operative digital library: the European Library (TEL). Program: Electronic Library and Information Systems, vol. 38, n. 4, pp. 225-231, 2004.

FLOODGATE, J.; NIXON, A. Personal development plans: the challenge of implementation – a case study. Journal of European Industrial Training, vol. 18, n. 11, pp. 43-47, 1994.

FRANKLIN, M. Preserve tour savings for life. Kiplinger’s Personal Finance Retirement Planning Guide, Washington, Outono, pp. 63-66, 2008.

FREEMAN, R. The politics of stakeholders theory: some future directions”. In: DIENHART, J. (org.). Business Ethics Quarterly, vol. 4, n. 4, pp. 409-422, 1984.

FROOMAN, J. Stakeholder influence strategies. Academy of Management Review, vol. 24, n. 2, pp. 191-203, 1999.

GIACOBBO, E.; REIS, D.; FRANCISCO, A. Estudo da viabilidade técnica e econômica (EVTE) e o plano de negócios como forma de avaliar o risco dos processos de inovação em pequenas e médias empresas”. Simpósio de Gestão da Inovação Tecnológica, 23, Curitiba, 2004. Anais... Curitiba: XXIII Simpósio de Gestão da Inovação Tecnológica, 2004.

GITMAN, L. Princípios de administração financeira. São Paulo: Harbra, 1997.

GRANT, R. Dirección estratégica: conceptos, técnicas y aplicaciones. 1. ed. Madrid: Civitas, 1996.

GREGORY, R. Using stakeholder values to make smarter environmental decisions. Environment, vol. 42, n. 5, pp. 34-44, 2000.

HIGSON, M.; WILSON, J. Implementing personal development plans: a model for trainers, managers and supervisors. Industrial and Commercial Training, vol. 27, n. 6, pp. 25-29, 1995.

HORMOZI, A.; SUTTON, G.; MCMINN, R.; LUCIO, W. Business plans for new or small businesses: paving the path to sucess. Management Decision, Vol. 40, n° 8, pp. 755-763, 2002.

KOTLER, P.; KELLER, K. Marketing management. 12 ed. New Jersey: Pearson Prentice Hall, 2005.

KOTLER, P. O marketing sem segredos. Porto Alegre: Bookman, 2005.

LEITÃO, D. Administração estratégica: abordagem conceitual e atitudinal. Rio de Janeiro: SENAI/DN e Petrobrás, 1995.

LEITE, G.; NUNES, R. A função social do marketing. Jornadas Hispano-Lusas de Gestión Científica, 13, Lugo/Espanha, 2003. Anais... Lugo/Espanha: XIII Jornadas Hispano Lusas de Gestión Científica, 2003.

LONGENECKER, J.; MOORE, C.; PETRY, J. Administração de pequenas empresas. São Paulo: Makron Books, 1997.

LUNNARDI FILHO, L. Prazer e sofrimento no trabalho: contribuições à organização do processo do trabalho da enfermagem. Revista Brasileira de Enfermagem. vol. 50, n. 1, pp. 77-92, 1997.

MAINARDES, E.; FERREIRA, J.; ANDRADE, S. Concepts perception of strategy and strategic management: university case study. Chinese Business Review, vol. 7, n. 1, pp. 35-46, 2009.

MARTÍN-BARÓ, I. Conflicto social e ideología científica: de Chile a El Salvador. Congresso Interamericano de Psicologia, 20, Caracas, 1985. Anais... Caracas: XX CIP, 1985.

MARTINEZ, M.; PARAGUAY, A.; LATORRE, M. Relação entre satisfação com aspectos psicossociais e saúde dos trabalhadores. Revista de Saúde Pública, vol. 38, n. 1, pp. 55-61,

MCCARTHY, D.; MINICHIELLO, R.; CURRAN, J. Business policy and strategy: concepts and readings. Homewood/Illinois: Irwin, 1975.

MINTZBERG, H. The strategy concept I: five P’s for strategy. California Management Review, Outono, pp. 11-24, 1987.

MIZUKAMI, M. Docência, trajetórias pessoais e desenvolvimento profissional. In: Reali, A. e Mizukami, M. (org.). Formação de professores: tendências atuais. São Carlos: EDUFSCar, p. 59-91, 1996.

PETERS, T. Reinventando o trabalho. São Paulo: Campus, 2000.

PIRES, A. Desenvolvimento pessoal e profissional: um estudo dos contextos e processos de formação das novas competências profissionais. Dissertação de Mestrado em Ciências de Educação, Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova, Monte da Caparica, Lisboa, 1995.

PORTER, M. Competitive advantage: creating and sustaining competitive performance. New York: Free Press, 1985.

RIBEIRO, L. Comunicação global: a mágica da influência. Rio de Janeiro: Objetiva, 1993.

RODRIGUES, M.; AYABE, N.; LUNARDELLI, M.; CANÊO, L. A preparação para a aposentadoria: o papel do psicólogo frente a essa questão. Revista Brasileira de Orientação Profissional, vol. 6, n. 1, pp. 53-62, 2005.

RULE, R. The Rule book of business plan for statups. Oregon Point: The Oasis Press, 1999.

SCHNAARS, S. Marketing strategy: a customer-driven approach. New York : Free Press, 1991.

SENDER, G.; FLECK, D. Folga organizacional e gestão de stakeholders: um estudo em bancos brasileiros. Encontro da ANPAD, 28, 2004, Curitiba. Anais... Curitiba: XXVIII EnANPAD, 2004.

SHARMA, P. The Harvard entrepreneurs club: guide to starting your business. Hoboken: John Wiley & Sons Inc. 1999.

SHETH, J.; GARDNER, D.; GARRETT, D. Marketing theory: evolution and evaluation. New York: John Wiley & Sons, 1988.

SIMIÃO, J. Planejando uma vida profissional de sucesso. Revista FAE BUSINESS, Vol. 6, Agosto, pp. 42-44, 2003.

SIMÕES, C. Curso de direito do serviço social. São Paulo: Cortez, 2007.

STEINER, G.; MINER, J. Política e estratégia administrativa. Rio de Janeiro: Interciência, 1981.

TAMKIN, P. Techniques: pratical applications for personal development plans. Management Development Review, vol. 9, n. 7, pp. 32-36, 1996.

TAYLOR, D.; EDGE, D. Personal development plans: unlocking the future. Career Development International, vol. 2, n. 1, pp. 21-23, 1997.

TELÓ, A. Desempenho organizacional: planejamento financeiro em empresas familiares. Revista FAE BUSINESS, vol. 4, pp. 21-26, 2001.

WARD, J. Planejar para prosseguir. HSM Management, n. 41, pp. 26-33, nov./dez. 2003.

ZABALZA, M. La enseñanza universitária: el escenario y sus protagonistas. Madrid: Narcea Ed, 2004.

ZANELLI, J.; SILVA, N. Programa de preparação para aposentadoria. Florianópolis-SC: Insular, 1996.