Gestão participativa: a trajetória no Brasil Outros Idiomas

ID:
30938
Resumo:
Este artigo apresentará um breve histórico da trajetória da gestão participativa no Brasil, destacará seu mais famoso precursor, bem como empresas que obtiveram sucesso através de sua aplicabilidade. Abordará alguns estilos de administração que visam buscar o desempenho da gestão de pessoas. Mostrará que todos os seres humanos são criativos, decididos, responsáveis e inovadores na vida pessoal, profissional e social; e quando valorizados, contribuem para o crescimento e aprimoramento das organizações. Atualmente as empresas não pensam no funcionário apenas como máquina sem inteligência ou poder de decisão: as organizações vêm investindo na motivação de seus funcionários, tornando-os verdadeiros líderes capazes de persistir em face de frustrações e obstáculos, com a finalidade de descobrir seus melhores talentos e juntos atingir objetivos comuns. Sendo assim, neste mundo globalizado e competitivo, as empresas que não valorizarem seus funcionários — tornando-os integrados ao processo de trabalho, comprometidos e satisfeitos — dificilmente permanecerão no mercado.
Citação ABNT:
PINTO, M. L. M.; COSTA, M. B. S. Gestão participativa: a trajetória no Brasil. Revista Pensamento Contemporâneo em Administração, v. 3, n. 1, p. 36-46, 2009.
Citação APA:
Pinto, M. L. M., & Costa, M. B. S. (2009). Gestão participativa: a trajetória no Brasil. Revista Pensamento Contemporâneo em Administração, 3(1), 36-46.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/30938/gestao-participativa--a-trajetoria-no-brasil/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português