Inovação na política de avaliação de desempenho na Prefeitura do Município de São Paulo e seus desafios Outros Idiomas

ID:
31197
Resumo:
Partindo do pressuposto de que a eficiência na prestação de serviços, buscando atender às demandas cidadãs, passa essencialmente pelo bom desempenho dos servidores públicos, evidencia-se assim a real necessidade de mensurar as performances desses servidores, garantindo a possibilidade de se implementar políticas de correção ou manutenção das ações executadas no campo da gestão de pessoas. Nesse sentido, por meio de pesquisa exploratória, documental e explicativa, foi analisado o processo de avaliação de desempenho realizado na Prefeitura do Município de São Paulo, destacando suas características e instrumentos, procurando empreender uma análise crítica quanto à sua aplicabilidade e objetivos, tendo em vista sua finalidade.
Citação ABNT:
TROTTMANN, P.; TIBÉRIO, A. A. Inovação na política de avaliação de desempenho na Prefeitura do Município de São Paulo e seus desafios. Revista Eletrônica Gestão e Serviços, v. 3, n. 1, p. 453-473, 2012.
Citação APA:
Trottmann, P., & Tibério, A. A. (2012). Inovação na política de avaliação de desempenho na Prefeitura do Município de São Paulo e seus desafios. Revista Eletrônica Gestão e Serviços, 3(1), 453-473.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/31197/inovacao-na-politica-de-avaliacao-de-desempenho-na-prefeitura-do-municipio-de-sao-paulo-e-seus-desafios/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ABRUCIO, F. L. Os avanços e dilemas do modelo pós-burocrático: a reforma da administração pública à luz da experiência internacional recente. In. BRESSERPEREIRA, L. C.; SPINK, P. (org.). Reforma do Estado e administração pública gerencial. Rio de Janeiro: Editora da FGV, 1998. p. 178-192.

ANDREASSI, T. Avaliação de Desempenho de Profissionais Técnicos: um Estudo de Casos. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade. Universidade de São Paulo, 1994.

BERGAMINI, C. V. Avaliação de Desempenho Humano na Empresa. 3a. ed. São Paulo: Atlas, 1973.

BOOG, G.; BOOG, M. (coord.). Manual de Gestão de Pessoas e Equipe (vol. 2). São Paulo: Editora Gente, 2002.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. 35a. ed. atual. e ampl. São Paulo: Saraiva, 2005.

CATELLI, A.; SANTOS, E. Mensurando a criação de valor na gestão pública. In: 13th Asian Pacific Conference on International Accounting Issues. Rio de Janeiro, 2001.

CHIAVENATO, I. Administração de recursos humanos, 2a. ed. São Paulo: Editora Atlas, 1981.

CHIAVENATO, I. Gestão de pessoas. Rio de Janeiro: Elsevier, 2010.

FADEL, M. A. V; REGIS FILHO, G. I. Percepção da qualidade em serviços públicos de saúde: um estudo de caso. Revista de Administração Pública, v. 43, n. 1. Rio de Janeiro, 2009.

FERREIRA COSTA, V. M. A dinâmica institucional da Reforma do Estado no Brasil: um balanço da era FHC. São Paulo: Mimeo, 2004. 42 p.

GIL, A. C. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social. São Paulo: Atlas, 1987.

HEINRICH, C. J. Measuring public sector performance and effectiveness. In: B. GuyPeters; John Pierre. Handbook of public administration. London: Sage, 2003. p. 25-37.

KEINERT, T.M.M. Os paradigmas da Administração Públic no Brasil (1900 92). Revista de Administração de Empresas. São Paulo, v.34, n.3, p.41-48, 1994.

LEVY, E.; GRAGO, P. A. (org.). Gestão pública no Brasil contemporâneo. São Paulo: Fundap, 2005.

LONGO, F. Mérito e flexibilidade: a gestão das pessoas no setor público. São Paulo: Fundap, 2007.

LOTTA, G. S. Avaliação de desempenho na área pública: perspectivas e propostas frente a dois casos práticos. Revista de Administração Eletrônica, v. 1, n. 2, 2002.

MARE. Câmara da Reforma do Estado. Plano Diretor da Reforma do Aparelho do Estado. Brasília, 1995.

MARTINS, R. C.; COSTA, S. R. R.; RIBEIRO, F. S. G. Gestão de pessoas em organizações públicas: propondo melhorias. In: Repositórios Inmetro, 2004.

PACHECO, R. Brasil: avanços da contratualização de resultados no setor público. In: Congreso internacional del CLAD sobre la reforma del Estado y de la administración pública, XI, Ciudad de Panamá, Panamá, 2006a.

PACHECO, R. Novas formas de gestão pública. In: Consad e Fundap. Seminário avanços e perspectivas da gestão pública nos Estados. São Paulo, 2006b. p. 169-192.

PEIXER, E.; BARATTO, J. S. M. e CARVALHO, D. S. F. Avaliação de desempenho do servidor público. UNISUL, 2008.

PMSP: Prefeitura do Município de São Paulo. Manual de avaliação de desempenho, 2008.

PONTES, B. R. Avaliação de desempenho: uma abordagem sistêmica. 5a. ed. Coleção métodos de avaliação individual e de equipes. São Paulo: LTR, 1991.

SOUZA, C. Políticas Públicas: Uma revisão da literatura. Sociologias, Porto Alegre, n. 16, 2003.

SUZUKI, J. A. N.; GABBI, L. V. B. Desafios da avaliação de desempenho no setor público: o caso da Prefeitura Municipal de São Paulo. In: II Congresso CONSAD de Gestão Pública. Florianópolis, 2008.

TROSA, S. Gestão pública por resultados: quando o Estado se compromete. Rio de Janeiro: Revan; Brasília: ENAP, 2001.