Implementação de estratégias: barreiras e facilitadores evidenciados na literatura brasileira especializada Outros Idiomas

ID:
3188
Resumo:
Nesse artigo busca-se reunir as evidências empíricas das principais barreiras e facilitadores da implementação de diferentes estratégias nas organizações no Brasil. Trata-se de um ensaio teórico que parte da corrente de estudos que concebe a estratégia como uma prática social, com conclusões baseadas em pesquisas nas principais publicações brasileiras de 2000 a 2007. A intenção é de responder simultaneamente a três questões colocadas pelos estudiosos de estratégia no Brasil: a publicação de estudos teóricos tem diminuído consideravelmente nos encontros especializados em nosso país, podendo cair em um empirismo sem grandes reflexões teóricas; a área possui posição colonizada frente aos estudos anglo-saxônicos e; há uma carência de estudos sobre os processos de implementação de estratégias, já que o foco de pesquisas é em elação a formulação de estratégias. Não se descarta reflexões e consultas a literatura internacional nesse estudo, em especial nos aportes teóricos da estratégia como prática, mas busca-se reunir conhecimento nacional que ilustre a realidade das organizações brasileiras sobre o assunto. No artigo conclui-se que alguns fatores que facilitam a efetiva implementação de estratégias podem se constituir em barreiras, dependendo como a estratégia é realizada pelos indivíduos e grupos em constante interação nas organizações.
Citação ABNT:
CANHADA, D. I. D.; RESE, N. Implementing Strategies: barriers and facilitators in the specialized Brazilian literature. Future Studies Research Journal: Trends and Strategies, v. 3, n. 1, art. 17, p. 37-57, 2011.
Citação APA:
Canhada, D. I. D., & Rese, N. (2011). Implementing Strategies: barriers and facilitators in the specialized Brazilian literature. Future Studies Research Journal: Trends and Strategies, 3(1), 37-57.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/3188/implementacao-de-estrategias--barreiras-e-facilitadores-evidenciados-na-literatura-brasileira-especializada/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Inglês
Referências:
ALLIO, M. K. A short, practical guide to implementing strategy. The Journal of Business Strategy, v.26, n.4, p. 12-21, 2005.

AMÂNCIO, J. A.; GONÇALVES, C. A. Uma Proposta Pragmática para se Pensar o Ensino na Administração. In: I Encontro de Ensino e Pesquisa em Administração e Contabilidade [1st Management and Accounting Teaching and Research Meeting]. Recife – Anais [Proceedings]. Recife, ANPAD-ANGRAD, 2007.

ANSOFF, I. A nova estratégia empresarial. São Paulo: Atlas, 1997.

BARNEY, J. Firm resources and sustained competitive advantage. Journal of Management, v.17, n.1, 1991.

BERGER, P. L.; LUCKMANN, T. A construção social da realidade. Petrópolis: Vozes, 2003.

BIGNETTI, L. P.; PAIVA, E. L. Ora (direis) ouvir estrelas!: estudo das citações de autores de estratégia na produção acadêmica brasileira. Revista de Administração Contemporânea, v.6, n. 1, Jan./Apr. p. 105125, 2002.

BRODBECK, A. F.; HOPPEN, N. Alinhamento estratégico entre os planos de negócio e de tecnologia da informação: um modelo operacional para implementação. Revista de Administração Contemporânea, v.7, n.3, Jul./Sep. p. 9-33, 2003.

CHANDLER, A. D. Strategy and structure: chapters in the history of the industrial enterprise. Cambridge, MA: MIT Press, 1962.

CHIA, R.; MacKay, B. Post-processual challenges for the emerging strategyas-practice perspective: Discovering strategy in the logic of practice. Human Relations, v. 60, n. 1, p. 217-242, 2007.

DIMAGGIO, P. J.; POWELL, W. W. The iron cage revisited: institutional isomorphism and collective rationality in organizational fields. American Sociological Review, v.48, n.2, p. 147-160, 1983.

GALAS, E. S. Fatores que interferem na implantação de um modelo de gestão estratégica baseado no Balanced Scorecard: estudo de caso em uma instituição pública. In: Encontro Nacional da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Administração [National Meeting of the National Association of Research and Graduate Studies in Management]. Curitiba – Anais [Proceedings]. Curitiba, ANPAD, 2004.

GIDDENS, A. A constituição da sociedade. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

GOLDSZMIDT, R. G. B. Uma revisão de literatura dos fatores críticos para a implementação e uso do Balanced Scorecard. In: Encontro Nacional da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Administração [National Meeting of the National Association of Research and Graduate Studies in Management]. Salvador – Anais [Proceedings]. Salvador, ANPAD, 2003.

JACQUES, J. E. A importância da análise do contexto organizacional durante a construção e implementação de recursos assistenciais na gestão da criação do conhecimento: uma contribuição para o processo estratégico nas organizações hospitalares. In: Encontro Nacional da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Administração [National Meeting of the National Association of Research and Graduate Studies in Management]. Salvador – Anais [Proceedings]. Salvador, ANPAD, 2006.

JARZABKOWSKI, P. Relevance in theory and relevance in practice: strategy theory in practice. In: 19° EGOS Colloquium, Copenhagen, 3-5 July, 2003.

JOHNSON, G.; LANGLEY, A.; MELIN, L.; WHITTINGTON, R. Strategy as practice: research directions and resources. London: Cambridge, 2007.

KAPLAN, R. S.; NORTON, D. P. A estratégia em ação – Balanced Scorecard. Rio de Janeiro: Campus, 1997.

MACEDO-SOARES, T. D. L. V. A. de; NEVES DOS SANTOS, J. A. Gestão da mudança estratégica na saúde no Brasil: um modelo para iniciar a implementação de estratégias de qualidade orientadas para o cliente. Revista de Administração Pública, v.35, n. 1, p. 07-27, 2001.

MARCONDES, D. Iniciação à História da Filosofia: Dos Pré-Socráticos a Wittgenstein. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1997.

MARIOTTO, F. L. Mobilizando estratégias emergentes. Revista de Administração de Empresas. v. 44, n. 2, p. 78-93, Apr./Jun., 2003.

MATTOS, P. L. C. L. de. Teoria Administrativa e Pragmática da Linguagem: Perspectivas para Problemas que Afligem as Relações entre Acadêmicos e Consultores, Educadores e Educandos. Revista de Administração Contemporânea, v.7, n. 2, p. 35-55, 2003.

MEYER, C. Como os Indicadores Adequados Contribuem para a Excelência das Equipes. In: Medindo o Desempenho Empresarial (Measuring Corporate Performance) – Harvard Business Review. Rio de Janeiro: Campus, 2000.

MEYER, J.; ROWAN, B. Institutionalized organizations: formal structure as myth and ceremony. American Journal of Sociology, v.83, n. 2, p. 340363, 1977.

MINTZBERG, H. Cinco P’s para estratégia. In: MINTZBERG, H.; LAMPEL, J.; QUINN, J. B.; GHOSHA, S. (Eds.) O Processo da estratégia. São Paulo: Bookman, 2006.

MINTZBERG, H.; AHLSTRAND, B.; LAMPEL, J. Safári de estratégia: um roteiro pela selva do planejamento estratégico. Porto Alegre: Bookman, 2000.

MONTEIRO DE BARROS, L. A.; FISCHMANN, A. A. Eficácia na implementação de estratégias. In: Encontro Nacional de Estudos em Estratégia [National Meeting on Strategy Studies]. São Paulo – Anais [Proceedings]. São Paulo, ANPAD, 2007.

PORTER, M. P. Estratégia competitiva: técnicas para análise de indústrias e da concorrência. Rio de Janeiro: Campus, 1986.

ROSSETO, A. M.; ORTH, D.; ROSSETO, C. R. Implicações de variáveis organizacionais na adoção de inovações tecnológicas em organizações públicas: estudo de caso de implantação de sistema de informações geográficas em prefeituras de médio porte. Revista de Administração Pública, v.38, n. 1, p. 109-136, 2004.

ROSSONI, L.; GUARIDO FILHO, E. R.; FRANCISCONI, K.; ALBUQUERQUE FILHO, J. B. Estratégia em organizações: a produção científica em eventos nationais entre 2001 e 2006. In: Encontro Nacional de Estudos em Estratégia [National Meeting on Strategy Studies]. São Paulo – Anais [Proceedings]. São Paulo, ANPAD, 2007.

SCHAAP, J. I. Toward strategy implementation success: an empirical study of the role of senior-level leaders in the Nevada game industry. UNLV Gaming Research & Review Journal. v.10, n. 2, p. 13-37, 2006. ROSSETO, A. M.; ORTH, D.; ROSSETO, C. R. Implicações de variáveis organizacionais na adoção de inovações tecnológicas em organizações públicas: estudo de caso de implantação de sistema de informações geográficas em prefeituras de médio porte. Revista de Administração Pública, v.38, n. 1, p. 109-136, 2004. ROSSONI, L.; GUARIDO FILHO, E. R.; FRANCISCONI, K.; ALBUQUERQUE FILHO, J. B. Estratégia em organizações: a produção científica em eventos nationais entre 2001 e 2006. In: Encontro Nacional de Estudos em Estratégia [National Meeting on Strategy Studies]. São Paulo – Anais [Proceedings]. São Paulo, ANPAD, 2007.

SCOTT, R. W. Institutions and organizations. Thousand Oaks, CA: Sage Publications, 2001.

SCOTT, R. W. Organizations: rational, natural and open systems. Upper Saddle River, NJ: Prentice Hall, 2003.

SILVA, E. D. Barreras a la implementación estratégica: el caso Copel. In: Encontro Nacional da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Administração [National Meeting of the National Association of Research and Graduate Studies in Management]. Campinas – Anais [Proceedings]. Campinas, ANPAD, 2001.

SILVA, E. D. La implementación de la estrategia y el control estrategico: un análisis integrado. In: Encontro Nacional da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Administração [National Meeting of the National Association of Research and Graduate Studies in Managament]. Florianópolis – Anais [Proceedings]. Florianópolis, ANPAD, 2000.

SILVA, E. D. Sistemas de creencias: una forma de facilitar la implementación estratégica. In: Encontro Nacional da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Administração [National Meeting of the National Association of Research and Graduate Studies in Management]. Campinas – Anais [Proceedings]. Campinas, ANPAD, 2002.

WALDERSEE, R.; SHEATER, S. The effects of strategy type on strategy implementation actions. Human Relations, v. 49, n. 1, p. 105-122, 1996.

WEISINGERA, J. Y.; BLACK, J. A. Strategic resources and social capital. Irish Journal of Management. v. 27, n. 1, p. 145-170, 2006.

WHITTINGTON, R. Corporate structure: from policy to practice. In: PETTIGREW, A.; THOMAS, H.; WHITTINGTON, R. (Eds.) Handbook of strategy and management. London: SAGE Publications, 2002a.

WHITTINGTON, R. Estratégia após o modernismo: recuperando a prática. Revista de Administração de Empresas, v. 44, n. 4, p. 44-53, 2004.

WHITTINGTON, R. O que é estratégia. São Paulo: Thomson Learning, 2006.

WHITTINGTON, R. Practice perspectives on strategy: unifying and developing a field. In: Best Paper Proceedings – Academy of Management, Denver, 2002b.

WHITTINGTON, R. Strategy as practice. Long Range Planning, v. 29, n. 5, p. 731-735, 1996.

WHITTINGTON, R. The work of strategizing and organizing: for a practice perspective. In: So!ap box. Editorial essays. London: SAGE publications, 2002c.

WHITTINGTON, R.; JOHNSON, G.; MELIN, L. The emerging field of strategy practice: some links, a trap, a choice and a confusion. In: EGOS Colloquium, Slovenia, 2004.

WILSON, D. C.; JARZABKOWSKI, P. Pensando e agindo estrategicamente: novos desafios para a análise estratégica. Revista de Administração de Empresas, v.44, n.4, p. 11-20, 2004.

WITTGENSTEIN, L. Investigações Filosóficas. Petrópolis: Vozes, 1994.