Competências e habilidades do tutor virtual que influenciam na aprendizagem dos alunos Outros Idiomas

ID:
31941
Resumo:
O crescimento exponencial do ensino a distância (EAD) no Brasil gerou uma enorme demanda por profissionais para atender aos seus milhões de alunos. Este artigo trata do papel de um desses profissionais, o tutor virtual. O caminho traçado pelos autores foi mapear na bibliografia um perfil de competências e habilidades do tutor, e buscar compreender quais mais influenciam a aprendizagem dos alunos, através de uma pesquisa quantitativa. Analisando o referencial teórico, foi construída uma lista com 13 competências e habilidades do tutor virtual. Submetida a 20 tutores e 153 alunos de um MBA semipresencial, os pesquisados selecionaram as 3 competências/habilidades que considerassem mais influentes, do 1º. ao 3º. lugares, escolhendo também a competência ou habilidade com menor grau de influência no aprendizado. O presente trabalho apresenta e discute a visão de tutores e alunos do MBA sobre a prioridade das competências para a aprendizagem, e faz uma análise comparativa entre essas visões.
Citação ABNT:
ALMEIDA, N. L. O.; MARROIG, R.; PINTO, V. R. R. Competências e habilidades do tutor virtual que influenciam na aprendizagem dos alunos. Revista Pensamento Contemporâneo em Administração, v. 8, n. 2, p. 144-166, 2014.
Citação APA:
Almeida, N. L. O., Marroig, R., & Pinto, V. R. R. (2014). Competências e habilidades do tutor virtual que influenciam na aprendizagem dos alunos. Revista Pensamento Contemporâneo em Administração, 8(2), 144-166.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/31941/competencias-e-habilidades-do-tutor-virtual-que-influenciam-na-aprendizagem-dos-alunos/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ABBAD, Gardênia da S., CORRÊA, Vinícius P.; MENESES, Pedro P. M. Avaliação de treinamentos a distância: relações entre estratégias de aprendizagem e satisfação com o treinamento. Revista de Administração Mackenzie, v. 11, n. 2, São Paulo, p. 43-67, mar./abr., 2010.

ABED Associação Brasileira de Educação a Distância. Disponível em: http://www2.abed.org.br/faq.asp?Faq_ID=17. Acesso em: 19 mar.2013.

ABREU-E-LIMA, Denise M.; ALVES, Mario N. O feedback e sua importância no processo de tutoria a distância. Pró-posições, Campinas, v. 22, n. 2 (65), p. 189-205, mai./ago., 2011.

ABREU-E-LIMA, Denise Martins de. As habilidades e as inteligências do tutor virtual no trabalho em EAD. UFSCar, Araraquara, SP, 2010. Disponível em: http://www.abed.org.br/congresso2010/cd/252010193836.pdf. Acesso em: 18 nov.2012.

AZEVEDO, Nair R.; NASCIMENTO, Ana T. B. Modelo de tutoria: construção dialógica de sentido(s). Interações, n. 7, p. 97-115, 2007.

BARBOSA, Maria de Fátima S. O.; REZENDE, Flavia. A prática dos tutores em um programa de formação pedagógica a distância: avanços e desafios. Interface – Comunicação, Saúde, Educação, v. 10, n. 20, p. 473-86, jul./dez., 2006.

BERNARDINO, Herbert Soares. A Tutoria na EAD: Os Papéis, as Competências e a Relevância do Tutor. Revista Paidéi@, UNIMES VIRTUAL, v. 2, n. 4, 2011. Disponível em: http://revistapaideia.unimesvirtual.com.br. Acesso em: 19 nov.2012.

BOFF, Leonardo. Desafios Humanísticos e éticos da educação a distância. In: BAYMA, Fátima. (Org.). Educação Corporativa: desenvolvendo e gerenciando competências. São Paulo: Prentice Hall, 2004.

CASSIN, Flávia H. et al. Competências do profissional da informação no processo de tutoria em cursos online. XV Seminário Nacional de Bibliotecas Universitárias, São Paulo/SP, 2008.

CENSO EAD Br 2011. Disponível em http://www.abed.org.br/censoEaD/censo2012.pdf. Acesso em 24 mar.2013.

COSTA E SILVA, Fabiane; MARIANO, Sandra R.H.; CERQUEIRA, Joana D’Arc. Formação Empreendedora de Diretores de Escola. Anais do XXXVII do EnANPAD. Rio de Janeiro. 2013.

DOTTA, Sílvia. Elementos constitutivos do diálogo virtual em interações discursivas mediadas por um serviço de tutoria pela internet. VI ENINED – Encontro Paranaense de Informática Educacional. Foz do Iguaçu/PR, 2006.

FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Novo Aurélio Século XXI: o Dicionário da Língua Portuguesa. 3. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1999.

FLEURY, Maria Tereza Leme, FLEURY, Afonso. Construindo o Conceito de Competência. Revista de Administração Contemporânea, Edição Especial 2001. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rac/v5nspe/v5nspea10.pdf. Acesso em: 07 ago.2013.

GELATTI, Lilian S., PREMAOR, Vânia B. e ARAÚJO, Alexandre R. Tutoria na educação a distância: proposta do curso de licenciatura em pedagogia a distância da Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS. Educar em revista, Curitiba, n. especial 2, p. 153-172. Editora UFPR, 2010

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

GOMES, Ednaldo F. Perfil e identidade do tutor em cursos na modalidade a distância do IFAL vinculados ao Sistema Universidade Aberta do Brasil: definições e prática docente. Revista Eletrônica Multidisciplinar Pindorama, n. 1, v. 1, Ago. 2010.

HAIR JR., Joseph F. et al. Fundamentos de métodos de pesquisa em administração. Porto Alegre: Bookman, 2005.

JAEGER, Fernanda P.; ACCORSSI, Aline. Tutoria em Educação a Distância. Disponível em: http://www2.abed.org.br/visualizaDocumento.asp?Documento_ID=86 Acesso em: 10 mar. 2013.

LEAL, Regina Barros. A importância do tutor no processo de aprendizagem a distância. Revista Iberoamericana de Educação (ISSN 1681-5653), n. 36/3, junho de 2005. Disponível em: http://www.rieoei.org/deloslectores/947Barros.PDF. Acesso em: 11 mar. 2013.

LÉVY, Pierre. Educação e cybercultura: a nova relação com o saber. Publicado em 15 mai.1998. Disponível em: http://www.caosmose.net/pierrelevy/educaecyber.html. Acesso em: 12 nov. 2012.

MACHADO, Liliana D.; MACHADO, Elian de Castro. O papel da tutoria em ambientes de EAD. Universidade Federal do Ceará. 2004.

MAIA, Carmem; MATTAR, João. ABC da EaD: A educação a distância hoje. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2007.

MALHOTRA, Naresh. Pesquisa de marketing: uma orientação aplicada. 3. ed. Porto Alegre: Bookman, 2001.

MEC/Inep, Ministério da Educação, Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais. Exame Nacional do Ensino Médio: Documento Básico. Brasília, 2002. Disponível em: http://www.publicacoes.inep.gov.br/arquivos/%7BE57A3D8A-B535-470E-AD0C-1089028BA212%7D_documento_basico_enem_2002_353.pdf. Acesso em: 15 jul.2013.

MEC/SEED, Ministério da Educação, Secretaria de Educação a Distância. Referenciais de Qualidade para a Educação Superior a Distância. Agosto de 2007. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seed/arquivos/pdf/legislacao/refead1.pdf. Acesso em: 18 set. 2012.

MENDES, Valdelaine. O trabalho do tutor em uma instituição pública de ensino superior. Educação em Revista, Belo Horizonte, v. 28, n. 2, p. 103-132, jun.2012.

MORAES, Regiane Sedenho de; PLATZER, Maria Betanea; STESSE, Fabiana Cristina de Souza. O uso das tecnologias de informação e comunicação em cursos de pós-graduação a distância (lato sensu): ênfase nos aspectos didático-pedagógicos. XVI ENDIPE Encontro Nacional de Didática e Práticas de Ensino UNICAMP Campinas 2012. Disponível em: http://www2.unimep.br/endipe/2409p.pdf. Acesso em: 10 mar.2013.

NERI, Marcelo. Juventude Que Conta. Revista Cidadania & Meio Ambiente. Publicado em 23 jul.2013. Disponível em: http://www.ecodebate.com.br/2013/07/23/juventude-que-contaartigo-de-marcelo-Neri/. Acesso em: 05 ago.2013.

NISKIER, Arnaldo. Educação à Distância: A Tecnologia da Esperança. São Paulo: Loyola, 1999.

OLIVEIRA, Eloiza S.G., SANTOS, Lázaro e ENCARNAÇÃO, Aline P. Didática e competências docentes: um estudo sobre a tutoria na educação a distância. 8ª Biennale de L’éducation et de la formation. Lyon, 2006. Disponível em: http://www.inrp.fr/biennale/8biennale/contrib/longue/429.pdf. Acesso em: 10 mar.2013.

PRADO, Cláudia et al. Espaço virtual de um grupo de pesquisa: o olhar dos tutores. Revista da Escola de Enfermagem, USP, v. 46, p. 246-251, 2012.

PRETI, Oreste. O estado da arte sobre “tutoria”: Modelos e teorias em construção. Universidade Aberta do Brasil, Universidade Federal de Mato Grosso. Disponível em: http://www.uab.ufmt.br/uab/images/artigos_site_uab/tutoria_estado_arte.pdf. Acesso em: 27 nov.2012.

SOUZA, Carlos A. et al. Tutoria como espaço de interação em educação a distância. Revista Diálogo Educacional, v. 4, n. 13, p. 1-11, set./dez., 2004.

SOUZA, Matias Gonzalez. A arte da sedução pedagógica na tutoria em Educação a Distância. Ministério da Educação e Cultura – SEED – Proinfo, abril de 2004. Disponível em: http://www.abed.org.br/congresso2004/por/htm/001-TC-A1.htm. Acesso em: 18 nov.2012.

TECCHIO, Edivandro L. et al. Competências fundamentais ao tutor de ensino a distância. Colabor@ Revista Digital da CVA – Ricesu, v. 6, n. 21, out. 2009.

TODOS PELA EDUCAÇÃO. Institucional. Disponível em: http://www.todospelaeducacao.org.br/institucional/quem-somos/. Acesso em: 14 ago.2013.

TRIVIÑOS, Augusto N. S. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. 1. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

UFBA – Universidade Federal da Bahia. Tutoria em EAD e tutoria online. Curso Moodle para professores, 2007. Disponível em: http://www.moodle.ufba.br/mod/book/view.php?id=12576&chapterid=10463. Acesso em: 20 nov.2012.