Perfil ideológico do pensamento econômico dos empresários/diretores da agroindústria canavieira: um estudo empírico junto às afiliadas da Associação de Produtores de Bioenergia do Estado do Paraná (Alcopar) Outros Idiomas

ID:
31985
Resumo:
O objetivo deste estudo foi identificar o perfil de pensamento econômico dos empresários/diretores das usinas de cana-de-açúcar filiados à Associação de Produtores de Bioenergia do Estado do Paraná (ALCOPAR). Como base teórica foi utilizada a matriz de Bielschowsky (2000), que permite classificar as principais correntes de pensamento econômico em: neoliberal (“direita”); setor público não-nacionalista (“centro-direita”); setor privado (“centro”); setor público nacionalista (“centro-esquerda”); e socialista (“esquerda”). Os dados primários foram coletados em 2012 por intermédio de pesquisa de campo (via aplicação de questionário junto aos empresários/diretores ora mencionados). Como resultado final, observa-se que a maioria dos pesquisados mostrou-se com posições concentradas no setor privado (“centro”). Este posicionamento de pensamento está de acordo com parte da ideologia rural brasileira, costumeiramente conhecida pelo alinhamento com os interesses do poder econômico agro-fundiário.
Citação ABNT:
CIELO, I. D.; STOFFEL, J. A.; TARIFA, M. R.; SHIKIDA, P. F. A.; VIAN, C. E. F. Perfil ideológico do pensamento econômico dos empresários/diretores da agroindústria canavieira: um estudo empírico junto às afiliadas da Associação de Produtores de Bioenergia do Estado do Paraná (Alcopar). Revista de Economia e Administração, v. 13, n. 1, p. 30-53, 2014.
Citação APA:
Cielo, I. D., Stoffel, J. A., Tarifa, M. R., Shikida, P. F. A., & Vian, C. E. F. (2014). Perfil ideológico do pensamento econômico dos empresários/diretores da agroindústria canavieira: um estudo empírico junto às afiliadas da Associação de Produtores de Bioenergia do Estado do Paraná (Alcopar). Revista de Economia e Administração, 13(1), 30-53.
DOI:
http://dx.doi.org/10.11132/rea.2012.611
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/31985/perfil-ideologico-do-pensamento-economico-dos-empresarios-diretores-da-agroindustria-canavieira--um-estudo-empirico-junto-as-afiliadas-da-associacao-de-produtores-de-bioenergia-do-estado-do-parana--alcopar-/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ALCOPAR - ASSOCIAÇÃO DE PRODUTORES DE BIOENERGIA DO ESTADO DO PARANÁ. Disponível em: . Acesso em: 23 de jan. 2012.

BIELSCHOWSKY, R. Pensamento econômico brasileiro: o ciclo ideológico do desenvolvimentismo. 5a ed. Rio de Janeiro: Contraponto, 2000. 479p.

COSTA, P. R. N. Como os empresários pensam a política e a democracia: Brasil, anos 1990. Opinião Pública, Campinas, v. 11, n. 2, out. 2005. Disponível em: Acesso em: 20 ago. 2006.

FUSFELD, D. R. A era do economista. São Paulo: Saraiva, 2001. 356p.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4a ed. São Paulo: Atlas, 1999. 175p.

GIL, A. C. Técnicas de pesquisa em economia e elaboração de monografias. 3a ed. São Paulo: Atlas, 2000. 217p.

GONÇALVES JÚNIOR, C. A. et al. Um estudo das deliberações da câmara setorial do açúcar e do álcool usando análise de correspondência. Revista de Economia e Sociologia Rural, Brasília, v. 47, n. 1, p. 183-210, jan./mar. 2009.

GUEDES, S. N. R.; GIANOTTI, L. E. A presença recente e algumas consequências do Investimento Estrangeiro Direto (IED) na agroindústria canavieira brasileira. Informações Econômicas, São Paulo, v. 39, n. 5, p. 151-161, mai. 2009.

HEILBRONER, R. L. Introdução à história das ideias econômicas: grandes economistas. 5a ed. Rio de Janeiro: Zahar, 1981. 321p.

HUNT, E. K. História do pensamento econômico. 7a ed. Rio de Janeiro: Campus, 1981. 541p.

KEYNES, J. M. A teoria geral do emprego, do juro e da moeda: inflação e deflação. 2a ed. São Paulo: Nova Cultural, 1985. 333p.

MANTEGA, G. A economia política brasileira. 7a ed. Petrópolis: Vozes, 1992. 288p.

MARX, K. O capital: crítica da economia política. 3a ed. São Paulo: Nova Cultural, 1988. 577p.

MILL, J. S. Princípios de economia política: com algumas de suas aplicações à filosofia social. 3a ed. São Paulo: Nova Cultural, 1988. 430p.

OLIVEIRA, E. G. de; SHIKIDA, P. F. A.; LOBO, D. da S. Tendências do pensamento econômico de cursos de economia: uma abordagem exploratória para a cidade de Porto Alegre - RS. Revista Análise Econômica, v. 24, n. 45, p. 47-64, mar. 2006.

OSER, J.; BLANCHFIELD, W. C. História do pensamento econômico. São Paulo: Atlas, 1983. 455p.

PINHO, D. B.; VASCONCELLOS, M. A. S. Manual de economia. 5a ed. São Paulo: Saraiva, 2006. 485p.

REZENDE, J. P. de; SHIKIDA, P. F. A. Tendências do pensamento econômico do empresariado: um estudo de caso a guisa da matriz de Bielschowsky. Revista Redes, v. 13, n. 1, p. 181-204, 2008.

RICHARDSON, R. J. Pesquisa social: métodos e técnicas. 2a ed. São Paulo: Atlas, 2007. 334p.

RIMA, I. H. História do Pensamento Econômico. São Paulo: Atlas, 1977. 597p.

SCHMIDTKE, C. R. et al. Expectativas da agroindústria canavieira paranaense diante da diminuição do protecionismo no comércio internacional. Revista de Economia e Relações Internacionais, v. 7, n. 13, p. 95-120, 2008.

SHIKIDA, P. F. A. A agroindústria canavieira no Paraná e seus aspectos locacionais: uma abordagem sobre o zoneamento agroecológico da cana-de-açúcar. Economia e tecnologia (UFPR), v. 26, p. 129-136, jul./set. 2011.

SHIKIDA, P. F. A.; AZEVEDO, P. F.; VIAN, C. E. F. Desafios da agroindústria canavieira no Brasil pós-desregulamentação: uma análise das capacidades tecnológicas. Revista de Economia e Sociologia Rural, v. 49, n. 3, p. 599-628, Jul./Sep. 2011. (Formato Impresso) http://dx.doi.org/10.1590/S0103-20032011000300004.

SILVA, C. D.; SHIKIDA, P. F. A. O pensamento econômico em cursos de economia do Paraná. Revista de Economia e Administração, v. 2, n. 1, p. 1- 32, jan./mar. 2003.

VIAN, C. E. de F. Agroindústria canavieira: estratégias competitivas e modernização. Campinas: Átomo, 2003. 216p.