Ética e coprodução de serviços públicos: uma fundamentação a partir de Habermas Outros Idiomas

ID:
32135
Periódico:
Resumo:
A produção de bens e serviços públicos é um processo que pode ser organizado de diferentes formas na sociedade, sendo necessário determinar formas que satisfaçam não apenas interesses individuais, mas também coletivos. A coprodução é uma estratégia em que a definição dos bens e serviços a serem produzidos pela administração pública exige um processo democrático e participativo que envolva os cidadãos. Uma revisão histórica do conceito de coprodução é feita, visando definir suas características e seu funcionamento, destacando-se o caráter procedimental do mesmo. Nesse sentido, a organização dos esforços dos cidadãos deve obedecer a regras morais, e este artigo tem por objetivo buscar um fundamento ético para a coprodução. Como tal, a ética discursiva de Habermas é debatida como uma forma de nortear os procedimentos de coprodução. O caráter democrático da ética discursiva e da coprodução é discutido no sentido de demonstrar a congruência entre as duas teorias. O artigo, elaborado na forma de um ensaio teórico, conclui que, embora existam aspectos na teoria de Haberm as que não sejam inteiramente adequados ao conceito de coprodução, as possibilidades de sua aplicação são elevadas, justificando discussão mais ampla sobre o tema.
Citação ABNT:
MATTIA, C.; ZAPPELLINI, M. Ética e coprodução de serviços públicos: uma fundamentação a partir de Habermas. Cadernos EBAPE.BR, v. 12, n. 3, p. 573-573, 2014.
Citação APA:
Mattia, C., & Zappellini, M. (2014). Ética e coprodução de serviços públicos: uma fundamentação a partir de Habermas. Cadernos EBAPE.BR, 12(3), 573-573.
DOI:
10.1590/1679-395114417
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/32135/etica-e-coproducao-de-servicos-publicos--uma-fundamentacao-a-partir-de-habermas/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ALFORD, J. Why do public-sector clients coproduce? Toward a Contingency Theory. Administration & Society, v. 34, n. 1, p. 32-56, Mar. 2002.

BEVIR, M. Democratic governance. New Jersey: Princeton, 2010.

BOVAIRD, T. Beyond engagement and participation: user and community coproduction of public service. Public Administration Review, v. 67, n. 5, p. 846-860, Sept./Oct. 2007.

BRANDSEN, T.; PESTOFF, V. Co-production, the third sector and the delivery of public services: an introduction. Public Management Review, v. 8, n. 4, p. 493-501, Oct./Dec., 2006.

BRUDNEY, J. L.; ENGLAND, R. E. Toward a definition of the coproduction concept. Public Administration Review, v. 43, n. 1, p. 59-65, 1983.

CAMPOS, A. M. Accountability: quando poderemos traduzi-la para o português? Rev. Adm. Pública, Rio de Janeiro, v. 24, n. 2, p. 30-50, Fev./Abr. 1990.

CONSANI, C. M. Teorias da democracia deliberativa: propostas e problemas. Peri, Florianópolis, v. 2, n. 1, p. 1 -11, 2010.

DENHARDT, J. V.; DENHARDT, R. B. The new public service: serving, not steering. New York: M. E. Sharpe, 2003.

DENHARDT, R. B. Teorias da administração pública. São Paulo: Cengage Learning, 2012.

DUPEYRIX, A. Compreender Habermas. São Paulo: Edições Loyola, 2012.

DUTRA, D. V. Kant e Habermas: a reformulação discursiva da moral kantiana. Caxias do Sul: Edipucs, 2002.

HABERMAS, J. A inclusão do outro. São Paulo: Edições Loyola, 2007.

HABERMAS, J. Comentários à ética do discurso. Lisboa: Instituto Piaget, 1999.

HABERMAS, J. Consciência moral e agir comunicativo. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1989.

HABERMAS, J. Três modelos normativos de democracia. Lua Nova, São Paulo, n. 36, p. 39-53, 1995.

KISSLER, L.; HEIDEMANN, F. G. Governança púbica: Novo modelo regulatório para as relações entre Estado, Mercado e Sociedade. Rev. Adm. Pública, Rio de Janeiro, v. 40, n. 3, p. 479 -99, Mai./Jun., 2006.

KLEIN, V. H. et al. Participação e coprodução em política habitacional: estudo de um programa de construção de moradias em SC. Rev. Adm. Pública, v. 46, n. 1, p. 25-48, 2012.

NADIR JR., A. M.; SALM, J. F.; MENEGASSO, M. E. Estratégias e ações para a implementação do ICMS ecológico por meio da coprodução do bem público. Revista de Negócios, Blumenau, v. 12, n. 3, p. 62-73, Jul./Set. 2007.

OSTROM, E. Crossing the great divide: coproduction, synergy, and development. World Development, v. 24, n. 6, p. 1073-1087, 1996.

PAULA, A. P. P. de. Por uma nova administração pública. Rio de Janeiro: FGV, 2005.

PEGORARO, O. Ética dos maiores mestres através da história. Petrópolis: Vozes, 2006.

PESTOFF, V. Co-production, new public governance and third sector social services in Europe. Ciências Sociais Unisinos, v. 47, n. 1, p. 15-24, Jan./Abr. 2011.

PINHO, J. A. G. de; SACRAMENTO, A. R. S. Accountability: já podemos traduzi-la para o português? Rev. Adm. Pública, v. 43, n. 6, p. 1343-68, Nov./Dez. 2009.

QUEIRÓS, R. P. de. A esfera pública como elemento central da democracia deliberativa. Fides, Natal, v. 2, n. 2, p. 23-40, Jul./Dez. 2011.

RHODES, R. A. W. The new governance: governing without government. Political Studies, Newcastle, n. 44, p. 652-667, 1996.

RIBEIRO, R. M.; SALM, J. F.; MENEGASSO, M. E. Coprodução do bem público e o desenvolvimento da cidadania: o caso do PROERD em Santa Catarina. Revista Alcance, v. 14, n. 2, p. 231-246, Maio/Ago. 2007.

ROCHA, A. C. et al. A coprodução do controle do bem público essencial à Accountability. In: ENCONTRO CIENTÍFICO DE ADMINISTRAÇÃO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM ADMINISTRAÇÃO - ENANPAD, 26. 2010. Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro: ANPAD, 2012. CD-ROM.

RONCONI, L. F. A. A Secretaria Nacional de Economia Solidária:uma experiência de governança pública. 2008. 279 f. Tese (Doutorado em Sociologia Política)  Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Santa Catarina, 2008.

RONCONI, L. F. A.; DE MATTIA, C. Conselhos gestores de políticas públicas  potenciais espaços para a coprodução dos serviços públicos. Contabilidade, Gestão e Governança, Brasília, v. 14, n. 3, p. 46-59, Set./Dez. 2011.

ROUANET, S. P. Ética iluminista e ética discursiva. Tempo Brasileiro, v. 98, p. 23-78, 1989.

SALM, J. F.; MENEGASSO, M. E. Proposta de modelos para a coprodução do bem público a partir das tipologias de participação.In: ENCONTRO CIENTÍFICO DE ADMINISTRAÇÃO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS GRADUAÇÃO E PESQUISA EM ADMINISTRAÇÃO - ENANPAD, 24., 2010, Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro: ANPAD, 2010. CD-ROM.

SCHNEIDER, A. L. Coproduction of Public and Private Safety. The Western Political Quarterly. v. 40, n. 4, p. 611-630, Dec. 1987.

SCHNEIDER, A. Policy design for democracy. Lawrence: University Press of Kansas, 1997.

SCHOMMER, P. C.; BUENO, R. U. H; KUNZLER, R. Coprodução de serviços públicos e gestão de resíduos sólidos: caminhos e obstáculos na experiência de um município catarinense. In: ENCONTRO DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E GOVERNANÇA - EnAPG, 4., 2010, Vitória. Anais... Vitória: ANPAD, 2010.

SCHOMMER, P. C.; BUENO, R. et al. Coprodução e inovação social na esfera pública em debate no campo da gestão social. In: SCHOMMER, P. C.; BOULLOSA, R. F. (Org.). Gestão social como caminho para a redefinição da esfera pública. Florianópolis: Udesc, 2011, p. 31-70. (Coleção Enapegs, v. 5).

TENÓRIO, F. G. et al. Critérios para a avaliação de processos decisórios participativos deliberativos na implementação de políticas públicas. In: ENCONTRO DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E GOVERNANÇA  EnAPG, 3., 2008, Salvador. Anais... Salvador: ANPAD, 2008.

TENÓRIO, F. G. A modernidade e a pós-modernidade servidas em dois jantares. Cadernos EBAPE.BR, Rio de Janeiro, v. 7, n. 3, p. 473-491, Set. 2009. Disponível em: . Acesso em: 15 jun. 2014.

TENÓRIO, F. G. Gestão social: uma perspectiva conceitual. Rev. Adm. Pública, v. 32, n. 5, p. 7-23, Set./Out. 1998.

VERSCHUERE, B.; BRANDSEN, T.; PESTOFF, V. Co-production: the state of the art in research and the future agenda. International Journal of Voluntary and Nonprofit Organizations, v. 23, n. 4, p. 1083-1101, 2012.

VIZEU, F. Da racionalidade instrumental à racionalidade comunicativa: o caso de uma instituição psiquiátrica. Organizações & Sociedade, Salvador, v. 13, n. 36, p. 163 -184, Jan./Mar. 2006. Disponível em: . Acesso em 11 jun. 2014.

VIZEU, F. Racionalidade administrativa e distorção comunicativa nas organizações contemporâneas. In: ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM ADMINISTRAÇÃO  ENANPAD, 33, 2009, São Paulo. Anais... São Paulo: ANPAD, 2009.

VIZEU, F. Ação comunicativa e estudos organizacionais. Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 45, n. 4, p. 10-21, Out./Dez. 2005.

WHITAKER, G. P. Coproduction: citizen participation in service delivery. Public Administration Review, v. 40, n. 3, p. 240-246, Maio/Jun. 1980