Mortalidade dos empreendimentos de micro e pequenas empresas: causas e aprendizagem Outros Idiomas

ID:
3281
Resumo:
As micro e pequenas empresas (MPEs) são essenciais para o crescimento e desenvolvimento econômico de qualquer nação. No entanto, grande parte das novas empresas encerra suas atividades nos primeiros anos de funcionamento. O objetivo deste trabalho é apontar os principais fatores propulsores da mortalidade de MPEs do Município de Ituverava, em São Paulo. Os procedimentos metodológicos contaram com entrevistas individuais com nove empresários de negócios não bem-sucedidos, seguidos de duas sessões de grupos focais. A pesquisa identificou fatores que podem levar as MPEs ao fechamento prematuro e concluiu que a causa da mortalidade ocorre devido a um conjunto de fatores associados que, acumulados, contribuem para o fenômeno. Os principais deles são os seguintes: falta de planejamento prévio; escassez de linhas de crédito; baixa demanda por seus produtos e serviços; elevada carga tributária. Para solucionar os problemas, sugere-se o estímulo à criação de capital social regional e de incubadoras capazes de dar suporte aos empreendimentos.
Palavras-chave:
Citação ABNT:
BONACIM, C. A. G.; CUNHA, J. A. C.; CORRÊA, H. L. Mortalidade dos empreendimentos de micro e pequenas empresas: causas e aprendizagem. Gestão & Regionalidade, v. 25, n. 74, art. 78, p. 61-78, 2009.
Citação APA:
Bonacim, C. A. G., Cunha, J. A. C., & Corrêa, H. L. (2009). Mortalidade dos empreendimentos de micro e pequenas empresas: causas e aprendizagem. Gestão & Regionalidade, 25(74), 61-78.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/3281/mortalidade-dos-empreendimentos-de-micro-e-pequenas-empresas--causas-e-aprendizagem/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português