Sistemas de controle gerencial: estudo de caso nas empresas Bunge e Amaggi Outros Idiomas

ID:
32977
Resumo:
A importância dos sistemas de controle gerencial para a gestão das empresas justifica o presente trabalho, que analisa o caso de duas empresas do ramo de agronegócio que possuem unidades operando numa mesma localidade e no mesmo segmento. O objetivo do trabalho se voltou a verificar se fatores como “local de funcionamento” e “ramo operacional” influenciariam os sistemas de controle gerencial de duas empresas distintas ao ponto de torná-los semelhantes entre si. O resultado encontrado demonstra que outros fatores também apresentaram influência no uso dos sistemas de controle, tais como a dimensão da empresa da qual fazem parte cada unidade e o contexto socioeconômico, com destaque à cultura da matriz. Tais influências demonstraram que, apesar de ambas as empresas operarem de modo semelhante e utilizarem-se de controles como o orçamento, a flexibilidade na cobrança e no cumprimento das metas orçamentária os sistemas de controle utilizados por estas empresas sedistinguem, se distinguem, , numa tipologia apresentada por Gomes e Salas (00) como Controle por Resultados e Controle Burocrático.
Citação ABNT:
CANAN, I.; FONSECA, A. C. P. D. Sistemas de controle gerencial: estudo de caso nas empresas Bunge e Amaggi. Revista Capital Científico - Eletrônica, v. 4, n. 1, p. 89-110, 2006.
Citação APA:
Canan, I., & Fonseca, A. C. P. D. (2006). Sistemas de controle gerencial: estudo de caso nas empresas Bunge e Amaggi. Revista Capital Científico - Eletrônica, 4(1), 89-110.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/32977/sistemas-de-controle-gerencial--estudo-de-caso-nas-empresas-bunge-e-amaggi/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português