A convergência da contabilidade pública nacional às normas internacionais e os impactos na aplicação da DRE na administração direta Outros Idiomas

ID:
33379
Resumo:
A responsabilidade fiscal dos governos é fundamental para fomentar o crescimento econômico e o desenvolvimento em todo o mundo. Há uma tendência cada vez maior e crescente pressão sobre os governos para ampliarem o campo das suas responsabilidades financeiras a partir da contabilidade voltada para a prestação de contas, ou Accountability. O objetivo desta pesquisa é evidenciar as ações que vêm sendo realizadas na convergência das Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicadas ao Setor Público (NBCASP) às Normas Internacionais (IPSAS) emitidas pela Internacional Federation of Accounts (IFAC), com foco na Norma Brasileira de Contabilidade, que trata das Demonstrações Contábeis (NBC T 16.6), e os impactos na implantação das Demonstrações do Resultado Econômico. Como o assunto é de recente discussão no país, realizou-se uma pesquisa descritiva, por meio de pesquisa bibliográfica. Os resultados indicam que a adoção das normas internacionais irá melhorar tanto a qualidade quanto a comparabilidade da informação financeira relatada pelas entidades do setor público no País, porém, a implantação da Demonstração do Resultado Econômico (DRE) na Administração Pública carece de maior pesquisa e discussão sobre a sua efetiva aplicabilidade.
Citação ABNT:
SOARES, M.; SCARPIN, J. E. A convergência da contabilidade pública nacional às normas internacionais e os impactos na aplicação da DRE na administração direta. Revista Catarinense da Ciência Contábil, v. 9, n. 27, p. 25-42, 2010.
Citação APA:
Soares, M., & Scarpin, J. E. (2010). A convergência da contabilidade pública nacional às normas internacionais e os impactos na aplicação da DRE na administração direta. Revista Catarinense da Ciência Contábil, 9(27), 25-42.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/33379/a-convergencia-da-contabilidade-publica-nacional-as-normas-internacionais-e-os-impactos-na-aplicacao-da-dre-na-administracao-direta/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ALONSO, Marcos. Custos no serviço público. Revista do serviço público. Brasília: ENAP, n. 1, p. 37-63, jan/mar 99.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado, 1988.

BRASIL. Lei Complementar n. 101, de 04 de Maio de 2000: estabelece normas de finanças públicas voltadas para a responsabilidade fiscal e dá outras providências. CFC – Guia Contábil da Lei de Responsabilidade Fiscal: Brasília, DF: CFC, 2001.

BRASIL. Lei Federal n° 4.320, de 17 de março de 1964. Brasília, DF: Senado, 1988.

BRASIL. Ministério da Fazenda. Portaria STN n. 219, de abril de 2004. Brasília, DF: Secretaria do Tesouro Nacional, 2004.

CARVALHO, L. Nelson; LEMES, Sirlei; COSTA, Fábio Moraes da. Contabilidade internacional – aplicação das IFRS 2005. São Paulo: Atlas, 2006.

CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE. Resolução CFC nº 1.121, de 28 de março de 2008. Aprova a NBC T 1 – Estrutura Conceitual para a Elaboração e Apresentação das Demonstrações Contábeis. Disponível em: . Acesso em 05 jul. 2011.

CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE. Resolução CFC nº 1.129, de 21 de novembro de 2008. Aprova a NBC T 16.2 – Patrimônio e Sistemas Contábeis. Disponível em: . Acesso em 05 jul. 2011.

CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE. Resolução CFC nº 1.130, de 21 de novembro de 2008. Aprova a NBC T 16.3 – Planejamento e seus Instrumentos sob o Enfoque Contábil. Disponível em: . Acesso em 05 jul. 2011

CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE. Resolução CFC nº 1.131, de 21 de novembro de 2008. Aprova a NBC T 16.4 – Transações no Setor Público. Disponível em: . Acesso em 05 jul. 2011

CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE. Resolução CFC nº 1.132, de 21 de novembro de 2008. Aprova a NBC T 16.5 – Registro Contábil. Disponível em: . Acesso em 05 jul. 2011.

CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE. Resolução CFC nº 1.133, de 21 de novembro de 2008. Aprova a NBC T 16.6 – Demonstrações Contábeis. Disponível em: . Acesso em 05 jul. 2011

CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE. Resolução CFC nº 1.134, de 21 de novembro de 2008. Aprova a NBC T 16.7 – Consolidação das Demonstrações Contábeis. Disponível em: . Acesso em 05 jul. 2011

CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE. Resolução CFC nº 1.135, de 21 de novembro de 2008. Aprova a NBC T 16.8 – Controle Interno. Disponível em: . Acesso em 05 jul. 2011

CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE. Resolução CFC nº 1.136, de 21 de novembro de 2008. Aprova a NBC T 16.9 – Depreciação, Amortização e Exaustão. Disponível em: . Acesso em 05 jul. 2011

CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE. Resolução CFC nº 1.137, de 21 de novembro de 2008. Aprova a NBC T 16.10 – Avaliação e Mensuração de Ativos e Passivos em Entidades do Setor Público. Disponível em: . Acesso em 05 jul. 2011

GIROTTO, Maristela. Processo de convergência de normas contábeis se amplia. Revista Brasileira de Contabilidade. Brasília: CFC, n. 172, p. 12-20, jul/ago 2008.

IUDÍCIBUS, Sérgio de; MARTINS, Eliseu; GELBCKE, Ernesto Rubens. Manual de contabilidade das sociedades por ações FIPECAFI. 7. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

IUDÍCIBUS, Sérgio de. Teoria da contabilidade. São Paulo: Atlas, 2000.

LEVY, Evelyn. Controle social e controle de resultados: um balanço dos argumentos e da experiência recente. O público não estatal na reforma do estado. Rio de Janeiro: FGV, 1999.

LOCK, F.M.; PIGATTO, J.A.M. A Dificuldade de Alinhamento entre a Contabilidade Pública Brasileira e o Government Finance Statistics – GFS. Revista Eletrônica de Contabilidade. Santa Maria: UFSM, v.1, n. 3, mar/mai 2005. Disponível em . Acesso em: 01 dez. 2008.

MACÊDO, João Marcelo Alves. True and fair view e accountability na gestão pública brasileira: uma análise das percepções dos auditores de TCEs, contadores e gestores públicos. 2010. 127 f. Dissertação (Mestrado de Ciências Contábeis). Universidade Federal de Pernambuco, Pernambuco, 2010.

MORAES, Vera Lúcia de. Reflexos das NBCASPs sobre o balanço patrimonial das entidades do setor público estatal: uma análise em relação à Lei n° 4.320/194. 2010. 68 f. Monografia (Curso de Ciências Contábeis). Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2010.

NIYAMA, Jorge Katsumi. Contabilidade Internacional. São Paulo: Atlas, 2006.

PEREIRA, Luiz Carlos Bresser. Reforma do estado para a cidadania. São Paulo: Editora 34, 1998.

PEREIRA, Roberto Miguel. SILVA, Lino Martins da. A consolidação de balanços na área pública. Revista de contabilidade do mestrado em ciências contábeis da UERJ. Rio de Janeiro: UERJ, v.11, 2006. Disponível em: . Acesso em: 02 dez. 2008.

PIRES, Valdemir Aparecido. Sobre responsabilidade fiscal. Piracicaba: UNIMEP, 1999.

REVOREDO, Márcia Maria Oliveira. Brasil rumo aos padrões internacionais de contabilidade para o setor público: uma análise sob a ótica do Financial Management Reform Process Model de Lüder. 2008. 170 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis). Faculdade de Administração e Finanças, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2008.

SILVA, Lino Martins da. Contabilidade governamental: um enfoque administrativo. 4.ed.São Paulo: Atlas, 2000.

SILVA, Lino Martins da. NBCASP: A grande reforma na contabilidade pública. Disponível em: . Acesso em: 07 jul. 2011.

SLOMSKI, Valmor. Manual de contabilidade pública: um enfoque na contabilidade municipal. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2003.

WESBERRY, James P. Jr. Administração integrada no governo. Revista Brasileira de Contabilidade. Brasília: CFC, n. 91, p. 31, jan/fev 1995.