Fotografias da “Cidade do Sol”: um registro de revelações e ocultações Outros Idiomas

ID:
33652
Resumo:
Entre os diferentes meios de comunicação a fotografia destaca-se como um importante documento visual, que se estabelece na tensão entre a ocultação e a revelação, primordial para o entendimento dos aspectos imaginários do social e suas mediações. O grande elo entre a fotografia e o turismo está justamente em não ser o retrato da sociedade, mas sim, sua representação e memória fragmentada, passível de interpretações contínuas. As fotografias são circunscritas por questões sociais e culturais definidas, já que existem a partir de um processo de criação e montagem que consiste em escolhas e decisões sobre o que merece ser fotografado. Discutir-se-á o papel das fotografias da cidade de Natal concatenadas a atividade turística, buscando o que há de específico que contribuiu para a construção de paisagens turísticas na cidade do Natal e analisando os elementos ideológicos que motivaram sua materialização nos espaços da cidade. Para tal, serão analisadas as imagens da revista Fatos e Fotos, 1968, por meio da observação iconográfica e iconológica sugerida por Kossoy (2003; 2006; 2009) e direcionadas pela leitura crítica de José de Souza Martins (2009), que afirma a mediação da fotografia nos interesses imersos no cotidiano social, traduzindo-se em expressão dinâmica do registro, um resultado de presenças e ausências que revelam as negações e contradições do mundo real. Por fim, entende-se que as paisagens da cidade não existem em si mesmas, enquanto um espaço natural, mas foram consolidadas através dos discursos e visualidades atrelados à lógica hegemônica da sociedade capitalista.
Palavras-chave:
Citação ABNT:
SILVA, S. K. M.; ALVES, M. L. B. Fotografias da “Cidade do Sol”: um registro de revelações e ocultações. Revista Brasileira de Pesquisa em Turismo, v. 8, n. 3, p. 456-475, 2014.
Citação APA:
Silva, S. K. M., & Alves, M. L. B. (2014). Fotografias da “Cidade do Sol”: um registro de revelações e ocultações. Revista Brasileira de Pesquisa em Turismo, 8(3), 456-475.
DOI:
10.7784/rbtur.v8i3.807
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/33652/fotografias-da----cidade-do-sol-----um-registro-de-revelacoes-e-ocultacoes/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
Albuquerque Junior, Durval Muniz de. (2006). A invenção do nordeste e outras artes. 3. ed. São Paulo: Cortez, Recife: FJN, 2006.

Albuquerque Junior, Durval Muniz de. (2012). Preconceito contra a origem geográfica e de lugar: as fronteiras da discórdia. São Paulo: Cortez.

Albuquerque Junior, Durval Muniz de. (2013). A feira dos mitos: a fabricação do folclore e da cultura popular. (1920-1930). São Paulo: Intermeios.

Arrais, Raimundo; Andrade, Alenuska; Marinho, Márcia. (2008). O corpo e a alma da cidade: Natal entre 1900 e 1930. Natal: EDUFRN.

Arrais, Raimundo Pereira Alencar. (2009). O mundo avança!: os caminhos do Progresso na cidade do Natal no início do século XX, In: Bueno, Almir. (Org.). Revisitando a história do Rio Grande do Norte. Natal-RN: EDUFRN, p. 159-192.

Barbosa, Ycarim Melgaço. (2002). História das viagens e do turismo. São Paulo: Aleph.

Barthes, Roland. (1984). A Câmara clara. 6a ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira.

Beni, Mário Carlos. (2006). Política e Planejamento de Turismo no Brasil. São Paulo: Aleph.

Boyer, Marc. (2003). História do turismo de massa. Bauru, SP Salvador: EDUSC EDUFBA.

Corbin, Alain. (1989). O território do vazio: a praia e o imaginário ocidental. São Paulo: Schwarcz.

Corbin, Alain. (2001). História dos tempos livres. Lisboa: Teorema.

Cruz, Rita de Cássia. (2002). Política de turismo e território. São Paulo: Contexto.

Dantas, Eustógio Wanderley Correia. (2002). Construção da imagem turística de Fortaleza/Ceará. Mercator - Revista de Geografia da UFC, v. 1, n. 1.

Debord, Guy. (2003). A sociedade do espetáculo. 4a ed. RJ: Contraponto.

Duarte, Fábio. (2002). A crise das matrizes espaciais: arquitetura, cidades, geopolítica, tecnocultura. São Paulo: Perspectiva, FAPESP.

Furtado, Edna Maria. (2005). A onda do turismo na cidade do sol: a reconfiguração urbana de Natal. Tese de Doutorado em Ciências Sociais, Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Harvey, David. (2005). A produção do espaço capitalista. São Paulo: Annablume.

Kossoy, Boris. (1986). La production de l’espace. Paris: Anthropos.

Kossoy, Boris. (2003). Fotografia e História. 2a ed. São Paulo: Ateliê Editorial.

Kossoy, Boris. (2006). Hercules Florence, a descoberta isolada da fotografia no Brasil. 3a ed. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo.

Kossoy, Boris. (2009). Realidades e ficções na trama fotográfica. 4a ed. São Paulo: Ateliê Editorial.

Lefebvre, Henry(1999). A cidade do capital. Rio de Janeiro: DP&A.

Lopes Junior, Edmilson(2000). A construção social da cidade do prazer: Natal. Natal: EDUFRN.

Marques, Sylvana. (2013). Centelhas de uma cidade turística nos cartões-postais de Jaeci Galvão. Dissertação apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Turismo da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Martin, Marcel. (2005). A linguagem cinematográfica. Lisboa: Dinalivro.

Martins, José De Souza. (1996). Henri Lefèbvre e o retorno à dialética. São Paulo: Hucitec.

Martins, José De Souza. (2009). Sociologia da fotografia e da imagem. São Paulo: Contexto.

Mauad, Ana Maria. (2008). Poses e flagrantes. Ensaios sobre história e fotografias. Rio de Janeiro: EDUFF.

Meneses, Ulpiano T Bezerra de. (2003). Fontes visuais, cultura visual, história visual. Balanço provisório, propostas cautelares. Revista Brasileira de História, v. 23, n. 45. São Paulo: ANPUH/HUMANITAS, julho.

Santos Filho, João dos. (2008). Ditadura militar utilizou a EMBRATUR para tentar ocultar a repressão, a tortura e o assassinato. Revista Espaço Acadêmico, n. 84, maio.

Schama, Simon. (1996). Paisagem e Memória. Tradução Hildegarda Feist. – São Paulo: Companhia das letras.

Simmel, George. (2009). A Filosofia da Paisagem. Tradução Artur Morão. Coleção Textos Clássicos da Filosofia. Covilhã: Universidade da Beira Interior. Disponível em: , arquivo consultado em 16 de junho de 2012.

Smith Junior, Clyde. (1992). Trampolim para a vitória: os americanos em Natal-RN/Brasil durante a Segunda Guerra Mundial. Natal: UFRN/Ed. Universitária.

Torquato, Arthur Luis de Oliveira. (2011). O plantador de cidades e a criação do espaço moderno: construção de uma Natal moderna na administração Sylvio Pedroza. Dissertação apresentada ao Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. (1946-1950).