Influência do cosmopolitanismo na formação da imagem de um destino: uma análise da cidade de São Paulo Outros Idiomas

ID:
33842
Resumo:
O presente trabalho buscou descobrir como o cosmopolitanismo influencia na formação da imagem de destino. Foram investigados estrangeiros que conhecem a cidade de São Paulo, escolhida por sua importância nacional e internacional. O referencial teórico incluiu o cosmopolitanismo, que indica a característica do cosmopolita em querer conhecer outras culturas, além da sua nativa, que o leva a viajar por outras regiões, países, para se aprofundar em outra forma de sociedade e tentar se misturar a ela. Assim ele tem características próprias, que influenciam na forma como ele vive e consome produtos. A imagem de destino é um constructo definido como a soma de crenças, ideias e impressões que uma pessoa tem sobre um destino. Foram utilizadas duas abordagens metodológicas. Na fase qualitativa foram feitas entrevistas com representantes da SPTuris, bem como entrevistas pessoais com turistas estrangeiros no aeroporto, cujos dados foram analisados por meio da análise de conteúdo. Na fase quantitativa foi realizada uma survey, com 205 estrangeiros. Os dados foram analisados com a utilização de estatística uni e multivariada, com ANOVA e modelagem de equações estruturais. O resultado da pesquisa demonstrou que o cosmopolitanismo e a renda, influenciam no aspecto afetivo da formação da imagem do destino São Paulo, enquanto que o objetivo da estada influencia no aspecto cognitivo e seu tempo de permanência influencia nos dois aspectos da imagem deste destino. Os pesquisados também avaliaram positivamente a cidade como receptora, com boa infraestrutura e atividades turísticas de boa qualidade.
Citação ABNT:
BEDRAN, F. N.; STREHLAU, V. I.; MORAES, S. G.; MELHADO, T. T. Influência do cosmopolitanismo na formação da imagem de um destino: uma análise da cidade de São Paulo. Revista Brasileira de Marketing, v. 13, n. 6, p. 94-106, 2014.
Citação APA:
Bedran, F. N., Strehlau, V. I., Moraes, S. G., & Melhado, T. T. (2014). Influência do cosmopolitanismo na formação da imagem de um destino: uma análise da cidade de São Paulo. Revista Brasileira de Marketing, 13(6), 94-106.
DOI:
10.5585/remark.v13i6.2854
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/33842/influencia-do-cosmopolitanismo-na-formacao-da-imagem-de-um-destino--uma-analise-da-cidade-de-sao-paulo/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
Alcaniz, E.B., Sanchez, I.S., Blas, S.S. (2009) The functional-psychological continuum in the cognitive image of a destination: a confirmatory analysis. Tourism Management, 30, 715-723.

ANAC - Agência Nacional de Aviação Civil (2011) Relatório de tarifas aéreas: 19 de dezembro de 2011. 21. ed. Brasília. 21 p.

Baloglu, S., & Mccleary, K. W. (1999) A model of destination image formation. Annals of Tourism Research, 26 (4), 868-897.

Bremmer, C. (2010) Euromonitor international's top city destination ranking. Disponível em: .

Byon, K., & Zhang, J. (2010) Development of a scale measuring destination image. Marketing Intelligence & Planning, 28 (4), 508-532.

Cannon, H., & Yaprak, A. (2002) Will the real-world citizen please stand up! The many faces of cosmopolitan consumer behavior. Journal of International Marketing, 10 (4), 30-52.

Churchill, G. A. (1979) A paradigm for developing better measures of marketing constructs. Journal of Marketing Research, 16, 64–73.

Cleveland, M., Laroche, M., & Papadopoulos, N. (2009) Cosmopolitanism, consumer ethnocentrism, and materialism: an eight-country study of antecedents and outcomes. Journal of International Marketing, 17 (1), 116–146.

Cropmton, J. (1979) An assessment of the image of Mexico as a vacation destination and the influence of geographical location upon that image. Journal of Travel Research, 17 (4), 18-23.

Denzin, N. K., & Lincoln, Y. S. (2006) O planejamento da pesquisa qualitativa: teorias e abordagens. Tradução: Sandra Regina Netz. Porto Alegre: Artmed, 2ª edição. 432 p.

Echtner, C., & Ritchie, J. R. B. (1993) The measurement of destination image: an empirical assessment. Journal of Travel Research, spring, 313.

Echtner, C., & Ritchie, J.R. B. (2003) The meaning and measurement of destination image. The Journal of Tourism Studies, 14 (1), 37-48.

Fakeye, P., & Crompton, J. (1991) Image differences between prospective, first-time, and repeat visitors to the lower Rio Grande Valley. Journal of Travel Research, fall, 30, 10-17.

Figueiredo, A. A., & Mayer, V. F. (2010) A imagem dos destinos turísticos: a cidade de São Paulo sob o olhar de jovens do Rio de Janeiro. Turismo em Análise, 21 (3), 445-469.

Hair JR., J., Babin, B., Money, A., Samuel, P. (2005) Fundamentos de métodos de pesquisa em administração. Tradução: Lene Belon Ribeiro. Porto Alegre: Bookman, 471 p.

Hankinson, G. (2004) Repertory grid analysis: An application to the measurement of destination images. International Journal of Nonprofit and Voluntary Sector Marketing, 9 (2), 145–153.

Hankinson, G. (2005) Destination brand images: a business tourism perspective. Journal of Services Marketing, 19 (1), 24–32.

Hankinson, G. (2009) Managing destination brands: establishing a theoretical foundation. Journal of Marketing Management, 25 (1-2), 97-115.

Hannerz, U. (2001) Cosmopolitas e locais na cultura global. In: Featherstone, M. Cultura global: nacionalismo, globalização e modernidade. Petrópolis: Ed. Vozes, 437 p.

Haralambos, M., & Holborn, M. (2008) Sociology themes and perspectives. 7. ed. Londres: Collins, 960 p.

Holt, D. (1998) Does cultural capital structure American consumption? Journal of Consumer Research, 25, 1-25.

Hosany, S., Ekinci, Y., & Uysal, M. (2007) Destination image and destination personality. International Journal of Culture, Tourism and Hospitality Research, 1 (1), 62-81.

IBGE. Cidades. Disponível em: < http://www.cidades.ibge.gov.br/xtras/grafico_cida des.php?lang=&codmun=355030&idtema=71&se arch=sao-paulo|sao-paulo|financas-publicas2009>. Acesso em: 07/03/2014b.

IBGE. Cidades. Disponível em: . Acesso em: 07/03/2014a.

INFRAERO. Aeroporto Internacional de São Paulo / Guarulhos. Disponível em: . Acesso em: 15 dez 2010.

Kotler, P. (2000) Administração de marketing: a edição do novo milênio. São Paulo: Prentice Hall, 764 p.

Mazzon, J. A., & Vera, L. A. N. (2008) A opinião dos turistas de negócios sobre a imagem da Cidade de São Paulo. Turismo em Análise, 19 (3), 345-368.

SP Turis. (2012) Observatório do turismo da Cidade de São Paulo: Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 - 2011 - pesquisa de perfil de público. São Paulo: São Paulo Turismo, 16 p.

SP Turis (2014). Observatório do turismo da Cidade de São Paulo: anuário estatístico - turismo 2014 - ano base 2013. São Paulo: São Paulo Turismo, 15 p.

Stepchenkova, S., & Mills, J. E. (2010) Destination image: a meta-analysis of 2000-2007 research. Journal of Hospitality Marketing & Management, 19 (6), 575-609.

Tasci, A., Gartner, W., & Cavusgil, S. T. (2007) Conceptualization and operationalization of destination image. Journal of Hospitality & Tourism Research, 31(2), 194-223.

Thompson, C., & Tambyah, S. (1999) Trying to be cosmopolitan. Journal of Consumer Research, 26, 214-241.

Turismo. Dados da cidade de São Paulo. Disponível em: . Acesso em: 11 dez 2010.

World Travel & Tourism Council. (2013a) League table summary 2013, 11 p.

World Travel & Tourism Council. (2013b) Travel & tourism economic impact 2013. 19 p.