Custeio ABC e outras sistemáticas de custeio: uma proposta de aperfeiçoamento Outros Idiomas

ID:
34235
Autores:
Resumo:
Os rateios simplistas ditados pela contabilidade de custos tradicional de muito deixaram de trazer os resultados desejados. Os conceitos de margem de contribuição e de custeio variável passaram a ser utilizados em substituição aos rateios imprecisos, nas tomadas de decisão. Embora tenha representado um progresso, ficou ainda longe de ser a solução final para o problema do custeio, principalmente no longo prazo, uma vez que não se considera a totalidade dos custos incidentes. Para melhorar essa situação surgiu no final dos anos 80 o conceito do custeio ABC que difere do enfoque do custeio tradicional, pela forma como os custos são acumulados. Enquanto que os opositores do sistema ABC insistem que é impossível a distribuição dos custos fixos, a sistemática ABC mostra que os custos das atividades em nível de unidade, de lote e de projeto, mantêm relações de causa-e-efeito que viabilizam a distribuição adequada dessas despesas. Contudo, um problema ainda persiste: essa proporcionalidade entre atividades e objeto de custos não se aplica às despesas em nível de sustentação de facilidades. Para tanto, esse trabalho apresenta uma metodologia de reconciliação de dados com programação matemática, para os casos onde existem custos de difícil mensuração
Citação ABNT:
COGAN, S.Custeio ABC e outras sistemáticas de custeio: uma proposta de aperfeiçoamento. Sociedade, Contabilidade e Gestão, v. 1, n. 1, p. 19-27, 2006.
Citação APA:
Cogan, S.(2006). Custeio ABC e outras sistemáticas de custeio: uma proposta de aperfeiçoamento. Sociedade, Contabilidade e Gestão, 1(1), 19-27.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/34235/custeio-abc-e-outras-sistematicas-de-custeio--uma-proposta-de-aperfeicoamento/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português