Junior Enterprise: space for building up competencies Other Languages

ID:
34345
Abstract:
At the same time that changes are happening in the organization of work, students and educators are seeking other experiences that can facilitate learning beyond those obtained in the classroom. One such experience is participation in Junior Enterprise, a concept intended to be a laboratory for students. Within this context, the aim of the research is to identify and analyze the competencies developed by ex-members of a Junior Enterprise program from a University in Minas Gerais, and to verify if these competencies contributed to the development of their professional careers. The paper used a qualitative, case study approach with data collection comprising interviews, direct observation of the Junior Enterprise and document analysis. Content analysis was then performed on all the resulting data. The results indicate the Junior Enterprise in question provides a space for building up competencies and contributes to the career development of its members.
ABNT Citation:
VALADÃO JÚNIOR, V. M.; ALMEIDA, R. C.; MEDEIROS, C. R. O. Empresa Júnior: espaço para construção de competências. Administração: Ensino e Pesquisa, v. 15, n. 4, p. 693-693, 2014.
APA Citation:
Valadão Júnior, V. M., Almeida, R. C., & Medeiros, C. R. O. (2014). Empresa Júnior: espaço para construção de competências. Administração: Ensino e Pesquisa, 15(4), 693-693.
Permalink:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/34345/junior-enterprise--space-for-building-up-competencies/i/en
Document type:
Artigo
Language:
Português
References:
APOIO CONSULTORIA. Empresa Júnior do curso de Administração da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Portfólio Apoio Consultoria. Uberlândia, 2011.

BAUDOUIN, J. M. A competência e a questão da atividade: rumo a uma nova conceituação didática da formação. In: OLLAGNIER, E.; DOLZ, J. (Org. ). O enigma da competência em educação. Porto Alegre: Artmed, 2004. p. 151-171.

BAUER, M. W. Análise de Conteúdo Clássica: uma revisão. In: BAUER, M. W; GASKELL, G. Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. Tradução de Pedrinho A. G. Petrópolis/RJ: Vozes, 2002.

BAUER, M. W.; GASKELL, G.; ALLUM, N. C. Qualidade, Quantidade e Interesses do Conhecimento. In: BAUER, M. W; GASKELL, G. Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. Tradução de Pedrinho A. G. Petrópolis/RJ: Vozes, 2002.

BOYATZIS, R. E. The competent manager. New York: Wiley, 1982.

BRASIL JÚNIOR. Confederação Brasileira de Empresas Juniores. Conceito Nacional de Empresa Júnior. São Paulo, 2011.

BRASIL JÚNIOR. Confederação Brasileira de Empresas Juniores. Relatório Nacional Censo e Identidade 2010. São Paulo, 2010.

BRASIL. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação/ Câmara de Educação Superior. PARECER CES/ CNE nº 0146/2002, aprovado em 03/04/2002. Diretrizes Curriculares Nacionais dos cursos de graduação em Direito, Ciências Econômicas, Administração, Ciências Contábeis, Turismo, Hotelaria, Secretariado Executivo, Música, Dança, Teatro e Design. Brasília, DF, 2002.

BRASIL. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação/ Câmara de Educação Superior. Parecer CNE/CES nº 227/2005, aprovado em 07 de julho de 2005. Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Administração, bacharelado. Brasília, DF, 2005.

BRASIL. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação/ Câmara de Educação Superior. PARECER Nº CES nº 776/97, aprovado em 03/12/1997. Diretrizes Curriculares Nacionais dos cursos de graduação em Direito, Ciências Econômicas, Administração, Ciências Contábeis, Turismo, Hotelaria, Secretariado Executivo, Música, Dança, Teatro e Design. Brasília, DF, 1997.

BRUM, M. A. C.; BARBOSA, R. R. Comportamento de busca e uso da informação: um estudo com alunos participantes de empresas juniores. Perspectivas em Ciência da Informação, v. 14, n. 2, p. 52-75, 2009.

CHEETHAM, G. The reflective (and competent) practitioner: a model of professional competence which seeks to harmonise the reflective practitioner and competencebased approaches. Journal of European Industrial Training, v. 22, n. 7, p. 267-276, 1998.

CHEETHAM, G.; CHIVER, G. Towards a holistic model of professional competence. Journal of European Industrial Training, v. 20, n. 5, p. 20-30, 1996.

COSTA, A. M.; BARROS, D. F.; MARTINS, P. E. M. Linguagem, relações de poder e o mundo do trabalho: a construção discursiva do conceito de empreendedorismo. Revista de Administração Pública, v. 42, n. 5, p. 995-1918, 2008.

DELUIZ, N. O modelo das competências profissionais no mundo do trabalho e da educação: implicações para o currículo. Boletim Técnico do Senac, v. 27, n. 3, p. 13-25, 2003.

DESAULNIERS, J. Formação, competência e cidadania. Educação e Sociedade. Campinas, n. 60, p. 51-63, 1997.

DUTRA, J. S. Competências: Conceitos e Instrumentos para a Gestão de Pessoas na Empresa Moderna. São Paulo: Atlas, 2004.

FEJEMG. Federação das Empresas Juniores do Estado de Minas Gerais. Manual de Constituição e Administração de Empresas Juniores. 2007. Disponível em: Acesso em: 10/07/2012.

FERREIRA-DA-SILVA, R. C.; PINTO, S. R. DA R. Organização de aprendizagem em uma empresa júnior. Administração: Ensino e Pesquisa, v. 12, n. 1, p. 11-39, 2011.

FLEURY, A.; FLEURY, M. T. L. Construindo o Conceito de Competência. Revista de Administração Contemporânea, Edição Especial, p. 183-196, 2001.

FLICK, U. Entrevista episódica. In: BAUER, M. W; GASKELL, G. Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. Tradução de Pedrinho A. G. Petrópolis/RJ: Vozes, 2002.

FONTANELLA, B. J. B.; RICAS, J.; TURATO, E. R. Amostragem por saturação em pesquisas qualitativas em saúde: contribuições teóricas. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, p. 17-27, 2008.

GASKELL, G. Entrevistas individuais e de grupos. In: BAUER, M. W; GASKELL, G. Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. Tradução de Pedrinho A. G. Petrópolis/RJ: Vozes, 2002.

LAUTENSCHLAGER, F. B. Percepção dos Graduandos sobre o Desenvolvimento de Competências em uma Empresa Júnior de Psicologia. 2009. 110f. Dissertação (Mestrado em Psicologia). Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, 2009.

LE BOTERF, G. Desenvolvendo as Competências dos Profissionais. Porto Alegre: Bookman, 2003.

LOPES, M. C.; LOPES, P. C.; LIMA, Z. A. A. de; DALMAS, J. C. Contribuição da Empresa Júnior de Administração no Brasil. Revista ANGRAD, v. 8, n. 1, p. 33-52, 2007.

MALHOTRA, N. Pesquisa de Marketing: uma Orientação Aplicada. 3. Ed. Porto Alegre: Bookman, 2001.

MASSANSINI, A. R.; DO CARMO, D. S., SILVA, C. S.; MARQUES, I. C. Empresa Júnior da UniEvangélica: uma experiência promissora na consultoria de empresas e formação de acadêmicos de Administração. Revista Administração-Ação, v. 5, n. 1, p. 21-33, 2008.

MATOS, F. A. Empresa Júnior no Brasil e no Mundo. Rio de Janeiro: Martin Claret, 1997.

McCLELLAND, D. G. Testing for competence rather than for `intelligence´. American Psychologist, v. 28, n. 1, p. 1-14, 1973.

McLAGAN, P. Competencies: the next generation. Training & Development, v. 51, n. 5, p. 40-47, 1997.

MELO, M. C. de O. L.; MUYLDER, C. F.; LOPES, A. L. M.; CASSINI, M. R. de O. L.; RABELO, N. G. O Empreendedorismo e o Papel das Incubadoras para as Empresas Graduadas de Base Tecnológica da Região Metropolitana de Belo Horizonte. Revista INGEPRO – Inovação, Gestão e Produção, v. 2, n. 6, p. 50-62, 2010.

MIRABILE, R. J. Everything you wanted to know about competency modeling. Training & Development,v. 51, n. 8, p. 53-58, 1997.

NUNES, S. C. Ensino em Administração: análise à luz da abordagem das competências. Revista de Ciências da Administração, v. 12, n. 28, p. 198-223, 2010.

NUNES, S. C. Formar competências: uma realidade no curso de Administração? Revista Gestão e Planejamento, Salvador, v. 12, n. 2, p. 152-178, 2011.

PAIVA, K. C. M.; MELO, M. C. de O. L. Competências, Gestão de Competências e Profissões: Perspectivas de Pesquisas. Revista de Administração Contemporânea, v. 12, n. 2, p. 339-368, 2008.

PARRY, S. B. The quest for competencies. Training & Development, v. 33, n. 7, p. 48-54, 1996.

PERES, R. S.; CARVALHO, A. M. R.; HASHIMOTO, F. Empresa Júnior: integrando teorias e práticas em Psicologia. Revista Psicologia: Organização e Trabalho, v. 4, n. 2, p. 11-30, 2004.

PICCHIAI, D. Empresa Júnior: um exemplo de pequena empresa. Revista Administração em Diálogo, v. 2, n. 11, p. 35-52, 2008.

POLLAK, M. Memória e Identidade Social. Estudos Históricos, v. 5, n. 10, p. 200-212, 1992.

RABELO, N. G. O Empreendedorismo e o Papel das Incubadoras para as Empresas Graduadas de Base Tecnológica da Região Metropolitana de Belo Horizonte. Revista INGEPRO - Inovação, Gestão e Produção, v. 2, n. 6, p. 50-62, 2010.

RIBEIRO, D. A.; SACRAMENTO, A. R. S. Ensino e currículo em Administração: a opção brasileira. Revista Gestão e Planejamento, v. 10, n. 2, p. 193-205, 2009.

RUÉ, J.; ALMEIDA, M. I.; ARANTES, V. A. (Org. ). Educação e competências: pontos e contrapontos. São Paulo: Summus, 2009.

SANDBERG, J. Understanding Human Competence at Work: An Interpretative Approach. Academy of Management Journal, v. 43, n. 1, p. 9-25, 2000.

SANTOS, A. R. Metodologia científica: a construção do conhecimento. 5. ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2002.

TOLFO, S. R.; SCHMITZ, S. A formação de consultores em uma empresa júnior. Revista ANGRAD, v. 6, n. 2, p. 25-40, 2005.

YIN, R. K. Case study research: design and methods. 2. ed. Thousands Oaks: Sage Publications, 1994.

ZARIFIAN, P. Objetivo Competência:Por uma nova lógica. São Paulo: Atlas, 2008.