10 anos de pesquisa da revista brasileira de inovação sob a ótica da bibliometria e da rede social Outros Idiomas

ID:
34346
Resumo:
Este artigo explorou a produção científica da Revista Brasileira de Inovação no período de 2002 a 2011. A referida pesquisa se norteou numa pesquisa bibliométrica e de rede social, utilizando-se de estatística descritiva em 100 artigos identificados. Os principais resultados foram: a prevalência de parcerias de dois a sete autores; verificou-se a baixa integração entre os autores, impactando na densidade da rede dos pesquisadores e, consequentemente, de suas respectivas IES. A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), são as IES mais centrais deste estudo; constatou-se um equilíbrio entre as abordagens qualitativa e quantitativa. Também uma predominância nos tipos de pesquisa documental e bibliográfica. E o estudo de caso como um dos métodos de estudo mais visto nos 100 artigos investigados; e as áreas de estudo que se destacaram foram: políticas de ciência, tecnologia e inovação, gestão da inovação e mudança tecnológica e organizacional, representando 53% do montante de todas as áreas.
Citação ABNT:
RIBEIRO, H. C. M.; CORRÊA, R. 10 anos de pesquisa da revista brasileira de inovação sob a ótica da bibliometria e da rede social. Administração: Ensino e Pesquisa, v. 15, n. 4, p. 725-725, 2014.
Citação APA:
Ribeiro, H. C. M., & Corrêa, R. (2014). 10 anos de pesquisa da revista brasileira de inovação sob a ótica da bibliometria e da rede social. Administração: Ensino e Pesquisa, 15(4), 725-725.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/34346/10-anos-de-pesquisa-da-revista-brasileira-de-inovacao-sob-a-otica-da-bibliometria-e-da-rede-social/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ALVES, F. C.; BOMTEMPO, J. V.; COUTINHO P. L. de A. Competências para inovar na indústria brasileira. Revista Brasileira de Inovação, v. 4, n. 2, p. 301-327, 2005.

AMORIM-BORHER, M. B.; AVILA, J.; CASTRO, A. C.; CHAMAS, C. I.; PAULINO, S. Ensino e pesquisa em propriedade intelectual no Brasil. Revista Brasileira de Inovação, v. 6, n. 2, p. 281-310, 2007.

ANDRADE, J. A. B. de; MUŸLDER, C. F. de. A relevância dos temas inovação e qualidade na pesquisa contábil: um estudo bibliométrico em eventos científicos no Brasil. ABCustos Associação Brasileira de Custos, v. 5, n. 3, p. 43-59, 2010.

BANDEIRA, M. B. Publicações científicas em turismo: Uma análise dos periódicos onlineno Brasil. Revista de Cultura e Turismo, v. 2, n. 1, p. 1-20, 2008.

BARAÑANO, A. M. Gestão da inovação tecnológica: estudo de cinco PMEs portuguesas. Revista Brasileira de Inovação, v. 4, n. 1, p. 57-96, 2005.

BIGNETTI, L. P. Gestão de tecnologia e inovação: uma análise de autores, vertentes teóricas e estratégias metodológicas predominantes em trabalhos apresentados nos encontros da Anpad. In: EnANPAD, 30., 2006, Salvador. Anais… Salvador: Anpad, 2006.

CADORE, S.; ANDRADE, J. B. de. A contribuição da SBQ à pós-graduação em química. Química Nova, v. 30, n. 6, p. 1435-1438, 2007.

CALLE, G. A. D.; SILVA, E. L. da. Inovação no contexto da sociedade do conhecimento. Revista Textos de la Cibersociedad, n. 8, p. 1-20, 2008.

CASSIOLATO, J. E.; BRITO, J. N. de P.; VARGAS, M. A. Arranjos cooperativos e inovação na indústria brasileira. In: ALMEIDA, P. A. et al. Inovações, padrões tecnológicos e desempenho das firmas industriais brasileiras. Brasília: IPEA, 2005.

CIMOLI, M.; DOSI, G.; NELSON, R. R.; STIGLITZ, J. Instituições e políticas moldando o desenvolvimento industrial: uma nota introdutória. Revista Brasileira de Inovação, v. 6, n. 1, p. 55-85, 2007.

CORIAT, B.; DOSI, G. Problem-solving and coordination-governance: advances in a competence-based perspective on the theory of the firm. Revista Brasileira de Inovação, v. 1, n. 1, p. 49-84, 2002.

COSTA, R. M.; FROEHNER, J.; MARINHO, B. de L.; CHU, C. L. Intersecção entre inovação e propriedade intelectual: uma análise bibliométrica. In: Semead, 14., 2011, São Paulo. Anais...São Paulo: USP, 2011.

FRANCISCO, E. de R. RAE-eletrônica: exploração do acervo à luz da bibliometria, geoanálise e redes sociais. Revista de Administração de Empresas, v. 51, n. 3, p. 280-306, 2011.

FREEMAN, C.; SOETE, L. A Economia da inovação industrial. Campinas: Unicamp, 2008.

GAZDA, E.; QUANDT, C. O. Colaboração interinstitucional em pesquisa no Brasil: tendências em artigos na área de gestão da inovação. RAE Eletrônica, v. 9, n. 2, p. 1-28, 2010.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa industrial de inovação tecnológica 2000. Rio de Janeiro: IBGE, 2002.

KIMURA, H.; BASSO, L. F. C.; MARTIN, D. M. L. Redes sociais e o marketing de inovações. Revista de Administração Mackenzie, v. 9, n. 1, p. 157-181, 2008.

KNEIPP, J. M.; GOMES, C. M.; ROSA, L. A. B. da; PALMA, E. P. Emergência temática da inovação: uma análise da produção científica brasileira no período de 1997 a 2009. In: Semead, 13., 2001, São Paulo. Anais...São Paulo: USP, 2010.

KNEIPP, J. M.; ROSA, L. A. B. da; BICHUETI, R. S.; MADRUGA, L. R. da R.G.; SCHUCH JÚNIOR, V. F. Emergência temática da inovação sustentável: uma análise da produção científica através da base Web of Science. Revista de Administração da UFSM, v. 4, n. 3, p. 442-457, 2011.

KNEIPP, J. M.; ROSA, L. A. B. de; BICHUETI, R. S.; PERLIN, A. P.; SCHUCH JÚNIOR, V. F. Uma análise da evolução da produção científica sobre inovação no Brasil. Estratégia & Negócios, v. 4, n. 1, p. 133-157, 2011.

LOPES, A. P. V. B. V.; CARVALHO, M. M. de. Evolução da literatura de inovação em relações de cooperação: um estudo bibliométrico num período de vinte anos. Gestão & Produção, v.19, n.1, p. 203-217, 2012.

LOPES, D. P. T.; BARBOSA, A. C. Q. Inovação e competências: como esses conceitos são articulados em grandes organizações brasileiras. In: SIMPEP, 8., 2006, Bauru. Anais… Bauru: SIMPEP, 2006.

MACHADO, M. M.; MACHADO, D. D. P. N. Análise da produção científica de periódicos nacionais que tratam dos temas inovação e estratégia. In SIMPOI, 15, 2012, São Paulo. Anais...São Paulo: FGV-EAESP, 2012.

MACIAS-CHAPULA, C. A. O papel da informetria e da cienciometria e sua perspectiva nacional e internacional. Ciência da Informação, v. 27, n. 2, p. 134-140, 1998.

MARION FILHO, P. J.; SONAGLIA, C. M. Inovações tecnológicas na indústria de móveis: uma avaliação a partir da concentração produtiva de Bento Gonçalves (RS). Revista Brasileira de Inovação, v. 9, n. 1, p. 93-118, 2010.

MATHEUS, R. F.; VANZ, S. A. de S.; MOURA, A. M. M. de. Coautoria e coinvenção: indicadores da colaboração em CT&I no Brasil. Disponível em: . Acesso em 24/07/201 2.

METCALFE, J. S. Equilibrium and evolutionary foundations of competition and technology policy: new perspectives on the division of labour and the innovation process. Revista Brasileira de Inovação, v. 2, n. 1, p. 111-146, 2003.

MUŸLDER, C. F. de. Inovação e arranjos produtivos locais: uma análise bibliométrica da produção da área de administração brasileira. Amazônia, Organizações e Sustentabilidade, v. 1, n. 1, p. 119-132, 2012.

MUŸLDER, C. F. de; ROCHA, A. M.; GONÇALVES, C. M.; SOUZA, R. B. de; OLIVEIRA, W. T. de. Tema inovação: uma análise bibliométrica no evento Enanpad 20 07. Revista Gestão & Tecnologia, v. 8, n. 1, p. 1-13, 2008.

NELSON, R. R. As fontes do crescimento econômico. Campinas: Unicamp, 2006.

OCDE - Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico. Manual de Oslo. Paris: Eurostat, 2005.

OCDE - Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico. Manual de Oslo. Paris: Eurostat, 2006.

RAMOS-RODRÍGUEZ, A. R.; RUÍZ-NAVARRO, J. Changes in the intellectual structure of strategic management research: a bibliometric study of the strategic management journal, 1980-2000. Strategic Management Journal, v. 25, n.10, p. 981-1004, 2004.

RASERA, M.; BALBINOT, Z. Redes de inovação, inovação em redes e inovação aberta: um estudo bibliográfico e bibliométrico da produção científica no Enanpad 2005-2009 sobre inovação associada a redes. Análise, v. 21, n. 2, p. 127-136, 2010.

RASERA, M.; CHEROBIM, A. P. M. S. Investimentos em tecnologia da informação e inovação: estudo bibliográfico e bibliométrico da produção científica no Enadi 2007-2009. In: EnANPAD,34., 2010, Vitória. Anais… Vitória: Anpad, 2010.

RBI - Revista Brasileira de Inovação. Foco e escopo. Disponível em . Acesso em 08/07/2012.

RIBEIRO, H. C. M.; CIRANI, C. B. S.; FREITAS, E. J. da S. M. de. Análise da produção científica da Revista de Administração e Inovação. Revista de Administração e Inovação, v. 10, n. 4, p. 208-228, 2013.

RUIZ, A. U.; BHAWAN, R. Diferenças de comportamento inovador entre empresas nacionais e estrangeiras no Brasil. Revista Brasileira de Inovação, v.9, n.1, p. 29-68, 2010.

SANTANA, L. M. de; HASENCLEVER, L.; MELLO, J. M. C. de. Capacitação tecnológica e competitividade na petroquímica brasileira nos anos 1990: o caso de Camaçari-BA. Revista Brasileira de Inovação, v. 2, n. 1, p. 147-177, 2003.

SANTOS, J. L. S.; URIONA-MALDONADO, M.; SANTOS, R. N. M. dos. Inovação e conhecimento organizacional: um mapeamento bibliométrico das publicações científicas até 2009. Organizações em Contexto, v. 7, n. 13, p. 31-58, 2011.

SAQUETTO, T. C.; CARNEIRO, T. C. J. Inovação tecnológica: análise da publicação científica de 2001 a 2010. Análise, v.22, n 1, p.17-30, 2011.

SCARPIN, M. R. S.; GOMES, G.; MACHADO, D. D. P. N. Produção científica sobre inovação em periódicos de alto impacto - 2006/2010: uma análise sob a ótica das redes sociais. In: EnANPAD, 35., 2011, Rio de Janeiro. Anais… Rio de Janeiro: Anpad, 2011.

TÁLAMO, J. R.; CARVALHO, M. M. de. Redes de cooperação com foco em inovação: um estudo exploratório. Gestão & Produção, v. 17, n. 4, p. 747-760, 2010.

TIDD, J.; BESSANT, J.; PAVITT, K. Gestão da inovação. Porto Alegre: Bookman, 2008.

TIGRE, P. B. Gestão da inovação: a economia da tecnologia no Brasil. Rio de Janeiro: Campus, 2006.

TIGRE, P. B. Paradigmas tecnológicos e teorias econômicas da firma. Revista Brasileira de Inovação, v. 4, n. 1, p. 187-223, 2005.

TOMAÉL, M. I.; ALCARÁ, A. R.; DI CHIARA, I. G. Das redes sociais à inovação. Ciência da Informação, v. 34, n. 2, p. 93-104, 2005.

VANTI, N. A. P. Da bibliometria à webometria: uma exploração conceitual dos mecanismos utilizados para medir o registro da informação e a difusão do conhecimento. Ciência da Informação, v. 31, n. 2, p. 152-162, 2002.

YONAMINI, F. M.; GONÇALVES, F. de O. Financiamento do crescimento da indústria brasileira: seriam as fontes adequadas aos regimes tecnológicos setoriais? Revista Brasileira de Inovação, v. 9, n. 1, p. 69-92, 2010.