A análise da produção científica em Administração sobre a Previdência Brasileira: meta-avaliação da produção nos eventos da Anpad Outros Idiomas

ID:
34347
Resumo:
O trabalho objetiva levantar a produção técnico-científica sobre a Previdência Brasileira nos eventos da Associação Nacional de Pós Graduação e Pesquisa em Administração (ANPAD) no período de 1997 a 2011, buscando identificar se o sistema previdenciário tem sido discutido no âmbito da administração. O delineamento metodológico utilizado foi a meta análise (LUIZ, 2002). Por meio da busca por palavras chaves como previdência, social e fundos de pensão foram encontrados 33 artigos que abordavam o tema Previdência, cujos conteúdos foram categorizados segundo os seguintes critérios: distribuição anual dos artigos e dos eventos, autores, unidades federativas dos autores e do evento, abordagem metodológica, tipos de regimes, pesquisadores mais citados, publicação em periódicos e déficit da Previdência. Verificou-se que há mais publicações nos eventos do EnANPAD e não há predominância de nenhuma abordagem metodológica, além de um enfoque maior dos estudos em relação aos regimes complementares de previdência. Os resultados evidenciam a carência de estudos sobre Previdência Social devendo, pois, abordar mais profundamente questões relevantes para o contexto da administração pública. O artigo também evidencia as principais estratégias utilizadas pelos pesquisadores, norteando os demais estudiosos para preencher as lacunas teórico-metodológicas na área, a fim de aumentar as pesquisas que subsidiem o governo na tomada de decisão em relação às políticas previdenciárias.
Citação ABNT:
SILVA, L. L.; COSTA, T. T. M.; NOBRE, L. L. C. A análise da produção científica em Administração sobre a Previdência Brasileira: meta-avaliação da produção nos eventos da Anpad. Administração: Ensino e Pesquisa, v. 15, n. 4, p. 821-821, 2014.
Citação APA:
Silva, L. L., Costa, T. T. M., & Nobre, L. L. C. (2014). A análise da produção científica em Administração sobre a Previdência Brasileira: meta-avaliação da produção nos eventos da Anpad. Administração: Ensino e Pesquisa, 15(4), 821-821.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/34347/a-analise-da-producao-cientifica-em-administracao-sobre-a-previdencia-brasileira--meta-avaliacao-da-producao-nos-eventos-da-anpad/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
AFONSO, L. E.; FERNANDES, R. Uma Estimativa dos Aspectos Distributivos da Previdência Social no Brasil. Revista Brasileira de Economia, v. 59, n. 3, p. 295-334, 2005.

ALBUQUERQUE, C.; OLIVEIRA, C. B. Antonio Gonçalves de. O. E-government como instrumento de accountability e disclosure para a sustentabilidade dos Regimes Próprios de Previdência Municipal. Gestão Contemporânea, v. 9, n. 12, p. 273-292, 2012.

ALÉM A. C. D.; GIAMBIAGI F. Despesa previdenciária: análise da sua composição, efeitos da inflação e bases para uma alternativa intermediária de reforma. Texto para discussão, n. 374. Rio de Janeiro: PUC, 1997.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Trad. Luís Antero Reto e Augusto Pinheiro. Lisboa: Edições 70, 2002.

BATICH, M. Previdência do Trabalhador: uma trajetória inesperada. São Paulo em Perspectiva, v. 18, n. 3, p. 33-40, 2004.

BELTRÃO, K.; LEME, F.; MENDONÇA, J.; SUGAHARA, S. Análise da estrutura da Previdência Privada Brasileira: Evolução do Aparato Legal. Texto para discussão n° 1043. Rio de Janeiro: IPEA 2004.

BRASIL. Ministério da Previdência Social. Previdência Social: Reflexões e Desafios. Brasília: Coleção Previdência Social, Série Estudos, v. 30, p. 2009.

CAETANO, M. A. Determinantes da sustentabilidade e do custo previdenciário: aspectos conceituais e comparações internacionais. Texto para Discussão n. 1226. Brasília: IPEA, 2006.

CALAZANS, F. F.; SOUZA, M. V.; HIRANO, K. D.; CALDEIRA, R. M.; SILVA, M. L. P.; ROCHA, P. E. T.; CAETANO, M. A. A importância da unidade gestora nos regimes próprios de Previdência Social: análise da situação dos estados e do Distrito Federal. Revista de Administração Pública, v. 47, n. 2, p. 275-304, 2013.

CASTRO, C. A. P. de; LAZZARI, J. B. Manual de Direito Previdenciário. 14. ed. Florianópolis: Conceito Editorial, 2012.

CORDEIRO, G. F. O Regime Geral de Previdência Social: Diagnósticos estruturais críticos e propostas de reformas. Dissertação de Mestrado apresentada à Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas da Fundação Getúlio Vargas. Rio de Janeiro, 2006.

ESPING-ANDERSEN, G. As três economias políticas do Welfare State. Lua Nova, n. 24, p. 85-116, 1991.

ESPING-ANDERSEN, G. O futuro do Welfare State na nova ordem mundial. Lua Nova, n. 35, p. 73-111, 1995.

FAVONI, C. A Previdência Social Brasileira como política pública de renda nos municípios de Londrina/PR. Londrina: Conjuntura Social, 2001.

FERNANDES, Francisco Carlos. Uma contribuição à estruturação da atividade de controladoria em entidades fechadas de previdência privada: uma abordagem da gestão econômica, 2000. Tese (Doutorado em Ciências Contábeis) Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis, Departamento de Contabilidade e Atuária, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo, 2000.

FERRARO, S. A. O Equilíbrio Financeiro e Atuarial nos Regimes de Previdência Social: RGPS - Regime Geral de Previdência Social, RPPS - Regime Próprio de Previdência Social, RPP - Regime de Previdência Privada. Rio de Janeiro: Eumen Juris, 2010.

FISCHER, T. Administração pública como área do conhecimento e ensino: A trajetória brasileira. Revista de Administração de Empresas, v. 24, n. 4, p. 278-288, 1984.

FLEURY, S.; BLOCH, R.; BRAVO, R.; BICUDO, V.; BALASSIANO, M. Análise do perfil dos artigos publicados na Revista de Administração Pública no período 1992-2002. Rio de Janeiro: EAESP/FGV, 2003.

FRANÇA, Á. S. Previdência Social e a Economia dos Municípios. 5. ed. Brasília: ANFIP, 2004.

GIAMBIAGI, F. MENDONÇA, J. L. de o, BELTRÃO, K. I. VAGNER, L. A Diagnóstico da previdência social no Brasil: o que foi feito e o que falta reformar? Pesquisa e Planejamento econômico, v. 34, n. 3, p. 1-18, 2004.

GIAMBIAGI, F. Reforma da previdência: O encontro marcado. Rio de Janeiro: Elsevier, 2007.

GIAMBIAGI, F.; ALÉM, A. C. Finanças Públicas: Teoria e Prática no Brasil. 3. ed. Rio de Janeiro: Campus, 2008.

GUJARATI, D. N. Econometria Básica. São Paulo: Makron Books, 2006.

HOCAYEN-DA-SILVA, A. J.; ROSSONI, L.; FERREIRA Jr. , I. Administração pública e gestão social: a produção científica brasileira entre 2000 e 2005. Revista de Administração Pública, v. 42, n. 4, p. 655-680, 2008.

IBRAHIM, F. Z. A Previdência social no estado contemporâneo: fundamentos, financiamento e regulação. Niteroi, RJ: Impetus, 2011.

JULIANO, R. Manual de perícias. Rio Grande: Gráfica Palotti, 2005.

LEITE, R. A.; JUNIOR N. L. V.; KOTZLE, C. M. Previdência Social: fatores que explicam os resultados financeiros. Revista de Administração Pública, v. 44, n. 22, p. 437-57, 2010.

LEWIS, M. W.; GRIMES, A. J. Metatriangulação: A construção de teorias a partir de múltiplos paradigmas. Revista de Administração de Empresas, v. 45, n. 1, p. 72-91, 2005.

LIMA, D. V. de; WILBERTO, M. D.; PEREIRA, J. M.; PAULO, E. O Impacto do Fator Previdenciário nos Grandes Números da Previdência Social. Revista Contabilidade e Finanças, v. 23, n. 59, p. 128-141, 2012.

LUIZ, A. J. B. Meta-análise: definição, aplicações e sinergia com dados espaciais. Cadernos de Ciência e Tecnologia, Brasília, v. 19, n. 3, p. 407-428, 2002.

MACIEL, F. R. Controladoria de gestão na PREVI : modelos, apoio à governança e Lei complementar 108. Dissertação (Mestrado Executivo em Gestão Empresarial) Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas da Fundação Getúlio Vargas, Rio de Janeiro, 2013.

MALHOTRA, N. K. Pesquisa de Marketing: uma orientação aplicada. Porto Alegre: Bookman, 2001.

MALLOY, J. M. The Politics of Social Security In Brazil. Pittsburgh: University of Pittsburgh Press, 1979.

MELO, M. A. de.; AZEVEDO, S. de. O processo decisório da reforma tributária e da previdência social: período de 1994 a 1998. Brasília: ENAP, 1998.

MENEZES, F. R. de.; ALBINO, A. P.; ALMEIDA, M. I. S. de.; SILVA, F. C. da; Responsabilidade Social Corporativa: uma meta análise de periódicos nacionais e eventos da ANPAD. In: Simpósio de Excelência em Gestão e Tecnologia, 8. , 2011, Resende. Anais. . . Resende, 2011.

MONNERAT, G. L.; SENNA, M. C. Seguridade Social no Brasil: dilemas e desafios. In: MOROSINI, M. V.; REIS, J. R. F. Sociedade, Estado e direito à saúde. Rio de Janeiro: EPSJV/Fiocruz, 2007.

MONNERAT, G. L.; SOUZA, R. G. Da Seguridade Social à intersetorialidade: reflexões sobre a integração das políticas sociais no Brasil. Revista Katál, v. 14, n. 1, p. 41-49, 2011.

MOREIRA, S. V. Análise documental como método e como técnica. In: DUARTE, J.; BARROS, A. (Orgs. ). Métodos e técnicas de pesquisa em comunicação. São Paulo: Atlas, 2005.

MOURA, R. L. de; TAFNER, P.; FILHO, J de J. Testando a Propriedade Redistributiva do Sistema Previdenciário Brasileiro: Uma Abordagem Semi-Paramétrica. In: AFNER, P.; GIAMBIAGI, F. Previdência no Brasil: debates, dilemas e escolhas. Rio de Janeiro: IPEA, 2007.

OLIVEIRA, J. A de A.; TEIXEIRA, S. M. F. (IM) Previdência social: 60 anos de história da previdência no Brasil. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 1989.

OLIVEIRA, L. R. de; PONTE, V. M. R. O papel da controladoria nos fundos de pensão. In: Congresso Internacional de Custos, 9. , 2005, Florianópolis. Anais…Florianópolis: Associação Brasileira de Custos, 2005.

OLIVEIRA, L. R. de; PONTE, V. M. R. O papel da controladoria nos fundos de pensão. In: Congresso Internacional de Custos, 9. , 2005, Florianópolis. Anais…Florianópolis: Associação Brasileira de Custos, 2005.

PEREIRA JR., A. Evolução histórica da Previdência Social e os direitos fundamentais. Teresina: Jus Navigandi, 2005.

PEREIRA, R. C. F. Explorando Conceitos e Perspectivas da Meta-Análise em Marketing. . In: EnANPAD, 28. , 2004, Curitiba. Anais. . . Curitiba: Anpad, 2004.

RABELO, F. M. Regimes Próprios de Previdência: Modelo Organizacional, Legal e de Gestão de Investimentos. Brasília: MPAS; SPS, 2001.

REIS, P. R. da C. Política pública de previdência social e o nível de bem-estar: impacto sobre as famílias e municípios de Minas Gerais. Dissertação de Mestrado apresentada à Universidade Federal de Viçosa. Viçosa, 2012.

REIS, P. R. da C.; SILVEIRA, S. de F. R.; BRAGA, M. J. Previdência social e desenvolvimento socioeconômico: impactos nos municípios de pequeno porte de Minas Gerais. Revista Brasileira de Administração Pública, v. 47, n. 3, p. 623-646, 2013.

RIBEIRO, M. M.; RIBEIRO, E. M. A Participação do Sistema Previdenciário no Déficit Público Brasileiro. In: EnANPAD, 25. , 2001, Campinas. Anais. . . Campinas: Anpad, 2001.

RICHARDSON, R. J. Pesquisa social: métodos e técnicas. 3. ed. São Paulo: Atlas, 1999.

RODRIGUES, C. A abordagem processual no estudo da tradução: uma meta-análise qualitativa. Cadernos de Tradução, Florianópolis, v. 2, n. 10, 2009.

SANTOS, D. F. C. Dos. Previdência Social no Brasil 19232009: Uma Visão Econômica. São Paulo: AGE: 2009.

SCHYMURA, L. G.; LANNES, O. P.; PERDIGÃO, L. A. Estimativa do passivo previdenciário dos estados. Revista de Administração Pública, v. 35, n. 1, p. 49-81, 2001.

SILVA, A. A. A Reforma da Previdência Social Brasileira: entre o direito social e o mercado. São Paulo em Perspectiva, v. 18, n. 3, p. 16-32, 2004.

SILVA, A. L. H. da C. A evolução histórica da previdência social no Brasil. Unieducar, Fortaleza, ano XI, n. 5353, 2010.

TSUTIYA, A. M. Curso de direito da seguridade social. São Paulo: Saraiva, 2011.

VERGARA, S. C. Projetos e Relatórios de Pesquisa em Administração. São Paulo: Atlas, 2005.

VIANNA, M. L. T. W. A Seguridade Social e o SUS: revisitando o tema. Saúde e Sociedade, v. 14, n. 1, p. 7-22, 2005.

VIANNA, M. L. W. A americanização (perversa) da seguridade social no Brasil. Estratégias de bem-estar e políticas públicas. Rio de Janeiro: Revan-IUPERJ/UCAM, 1998.