A Discriminação Certificada: O Discurso da Revista Você S.A. sobre a Obrigatoriedade da Pós-Graduação para Inserção no Mercado de Trabalho Outros Idiomas

ID:
35209
Resumo:
A premência do diploma de pós-graduação parece constituir um dos principais discursos sobre as características necessárias para os indivíduos alcançarem o sucesso no mercado de trabalho. Diante desta questão, este estudo se propôs a investigar como ocorre a construção deste discurso analisando a participação de uma importante revista de negócios na sua constituição. Para isso, reportagens da Você S.A. foram coletadas e submetidas à análise crítica do discurso, mais especificamente ao modelo tridimensional de Norman Fairclough (2001). Concluiu-se que, por meio de estratagemas linguísticos, os discursos analisados procuram reforçar a importância da pós-graduação como critério de diferenciação e, consequentemente, de discriminação entre os trabalhadores.
Citação ABNT:
SILVA, M. A. C.; COSTA, A. S. M.; LEMOS, A. H. C. A Discriminação Certificada: O Discurso da Revista Você S.A. sobre a Obrigatoriedade da Pós-Graduação para Inserção no Mercado de Trabalho. Revista Pensamento Contemporâneo em Administração, v. 9, n. 1, p. 16-34, 2015.
Citação APA:
Silva, M. A. C., Costa, A. S. M., & Lemos, A. H. C. (2015). A Discriminação Certificada: O Discurso da Revista Você S.A. sobre a Obrigatoriedade da Pós-Graduação para Inserção no Mercado de Trabalho. Revista Pensamento Contemporâneo em Administração, 9(1), 16-34.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/35209/a-discriminacao-certificada--o-discurso-da-revista-voce-s-a--sobre-a-obrigatoriedade-da-pos-graduacao-para-insercao-no-mercado-de-trabalho/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
AKTOUF, O. Ensino de Administração: Por uma Pedagogia para a Mudança. Revista O & S, Salvador, v. 12, n. 35, p. 151-159, out./dez. 2005.

ALVES, G. Dimensões da Reestruturação Produtiva: ensaios de sociologia do trabalho. 2ª edição - Londrina: Praxis; Bauru: Canal 6, 2007.

BARBARA, M. M. (1999). Reestruturação produtiva, qualificação, requalificação e desemprego: percepção e sofrimento do trabalhador. Psicologia: ciência e profissão, 19(1), 30-49.

BARTALOTTI, O.; MENEZES-FILHO, N. A. A relação entre o desempenho da carreira no mercado de trabalho e as escolha profissional dos jovens. Revista de Economia Aplicada, v. 11, p. 487-506, 2007.

BARUCH, Y.; PEIPERL, M. The impact of an MBA on graduate carrers. Human Resource Management Journal, v. 10, n. 2, 2000.

BOLTANSKI, L.; CHIAPELLO, E. O Novo Espírito do Capitalismo. São Paulo: Martins Fontes, 2009.

BRAVERMAN, H. Trabalho e capital monopolista. Rio de Janeiro: Zahar, 1987.

CHARAUDEAU, P. Discurso das Mídias. São Paulo: Contexto, 2012.

CHARAUDEAU, P. O discurso propagandista: uma tipologia. IN: MACHADO, I. L. MELLO, R. Análises do Discurso Hoje. 2010

CIRANI, C. B. S; SILVA, H. H. M. da; CAMPANARIO, M de A. A evolução do ensino da pósgraduação estrito senso em administração no Brasil. RAC, Curitiba , v. 16, n. 6, 2012 .

CRUZ, J. F. P. ; WOOD JR, T. MBAs: cinco discursos em busca de uma nova Narrativa. Cadernos EBAPE.BR, v. 12, n. 1, 2014.

CUNHA, L. A pós-graduação no Brasil: função técnica e função social. RAE, 14(5), 1974

DELUIZ, N. Qualificação, competências e certificação: visão do mundo do trabalho. Formação, Brasília, v. 1, n. 2, p. 5-15, 2001.

FAIRCLOUGH, N. Discurso e Mudança Social. Brasília: UnB, 2001.

FERNANDES, R.; MENEZES-FILHO, N. A. Escolaridade e demanda relativa por trabalho: uma avaliação para o Brasil nas décadas de 80 e 90. In: CHAHAD, J. P. ; MENEZES-FILHO, N. A. Mercado de trabalho no Brasil: salário, emprego e desemprego numa era de grandes mudanças. São Paulo: LTR, 2002.

FERREIRA, F. Os determinantes da desigualdade de renda no Brasil: luta de classes ou heterogeneidade educacional? Rio de Janeiro: PUC-Rio, fev. (Texto para discussão, n° 415), 2000.

FESTINALLI, R. C. A Formação de Mestres em Administração: Por Onde Caminhamos? Revista O & S, v. 12, n. 35, p. 135-150, 2005.

FOGACA, Azuete; SALM, Cláudio L. Educação, trabalho e mercado de trabalho no Brasil. Cienc. Cult.; São Paulo, v. 58, n. 4, 2006.

GAULEJAC, V. Gestão como Doença Social. São Paulo: Idéias & Letras, 2007.

GORZ, A. Metamorfoses do trabalho: crítica da razão econômica. São Paulo: Annablume, 2007.

Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais. Censo da Educação Superior: portal.mec.gov.br/. Acessado em 17 de abril de 2014. Brasília, 2013.

KARAWEJCZYK, T. C.; SILVEIRA, A. S.; THIEL, C. B.; VELASQUES, F. V. Formação Gerencial: Para que e para quem? ENANPAD, XXXVI Rio de Janeiro, 2012.

LEITE, M. D. P. Qualificação, desemprego e empregabilidade. São Paulo em perspectiva, v. 11, n. 1, 64-69, 1997.

LEMOS, A. H. C.; DUBEUX, V. J. C.; PINTO, M. C. S. Educação, Empregabilidade e Mobilidade Social: Convergencias e Divergências. Cadernos EBAPE.BR, Rio de Janeiro, v. 7, n. 2. p. 372-384, 2009.

MACHADO, L. Educação Básica, Empregabilidade e Competência. Trabalho & Educação - Belo Horizonte, n. 03, p. 15-31, jan. /jul. 1998.

MAINGUENEAU, D. Novas Tendências Em Análise Do Discurso. 3. Ed. Campinas, São Paulo: Pontes, 1987.

MESTRADO PROFISSIONAL JÁ É VALORIZADO PELAS EMPRESAS. Você S.A.; São Paulo Junho, 2013.

MÉSZÁROS, István. Para além do capital: rumo a uma teoria da transição. São Paulo: Boitempo: UNICAMP, 2002.

MORGAN, G. Paradigmas, Metáforas e Resolução de Quebra-cabeças na Teoria das Organizações. RAE, v. 45, n. 1, jan-mar, 2005.

MOTTA, F. C. P; Organização e poder: Empresa, Estado e Escola. São Paulo. Atlas,1986

Nd. A EVOLUÇÃO É O CAMINHO. Você S.A. São Paulo Janeiro, 2009.

Nd. COMO SER UM PROFISSIONAL CAPAZ DE ENCANTAR AS EMPRESAS? Você S.A. São Paulo, Fevereiro, 2013.

Nd. EDUCAÇÃO EXECUTIVA DENTRO DA EMPRESA. Você S.A. São Paulo, Setembro, 2008.

Nd. EMPRESAS BUSCAM MESTRES E DOUTORES PARA INOVAR MAIS. Você S.A. São Paulo, Junho, 2013.

Nd. NÃO QUERO SER CHEFE. Você S.A. São Paulo Março, 2009.

Nd. O MITO DO PROFISSIONAL PERFEITO. Você S.A. São Paulo Outubro, 2011.

Nd. O NOVO PROFISSIONAL. Você S.A. São Paulo Fevereiro, 2012.

Nd. O QUE APRENDI NO MBA. Você S.A. São Paulo Novembro, 2013.

Nd. PROFISSÕES MAIS ESTRATÉGICAS. Você S.A. São Paulo Outubro, 2008.

Nd. QUALIFICAÇÃO: O QUE É ISSO? Você S.A. São Paulo Abril, 2010.

Nd. SINAIS DE ALERTA. Você S.A. São Paulo Dezembro, 2008.

Nd. TODO MUNDO QUER CONTRATAR GERENTES DE PROJETO. Você S.A. São Paulo Março, 2013.

NICOLINI, A. Qual será o Futuro das Fábricas de Administradores? RAE, v. 43, n. 2, p. 44-54, abr./jun. 2003.

OLTRAMARI, A. P.; FRIDERICHS, B. P.; REMOR, G. Carreira, Família e a Dialógica do Assujeitamento: O Discurso Vigente de uma Revista Popular de Negócios. ENANPAD, XXXVII Rio de Janeiro, 2013.

PAIVA, V. Anos 90: as novas tarefas da educação dos adultos na América Latina. Cadernos de Pesquisa, v. 89, 1994. p. 29-38.

PARKER, M.; JARY, D. The McUniversity: Organizations, management, and academic subjectivity. Organization, v. 2, n. 2, p. 319-338, 1995.

RESENDE, V. M.; RAMALHO, V. Análise de discurso crítica. São Paulo: Contexto 2006.

RUAS, R. Mestrado modalidade profissional: em busca da identidade. RAE, v. 43, n. 2, 2003.

SALM, C. Escola e trabalho. São Paulo: Brasiliense, 1980.

SARAIVA, L. A. S. A Educação Superior em administração no Brasil e a questão da emancipação: Um túnel no fim da luz? Revista G&P, v. 12, n. 1, 2011.

SIQUEIRA, M. V. S; FREITAS, M. E. O Papel da Mídia Especializada em Negócios na Reprodução do Discurso Organizacional em Recursos Humanos no Brasil. ENANPAD, 30, 2006, Salvador, 2006.

STURDY, A.; GABRIEL, Y. Missionaires, mercenaries or car salesmen?MBA teaching in Malaysia. Journal of Management Studies, v. 37, n. 7, p. 979-1002, 2000.

VAN DIJK, T. Discurso e Poder. São Paulo. Contexto, 2008.

WOOD JR. T. MBA: prós e contras. Carta Capital, 26 de maio de 2013.

WOOD JR, T. Organizações espetaculares. Ed. FGV, 2001.

WOOD JR, T.; PAULA, A. P. P. A Mídia Especializada e a Cultura do Management. Revista O&S, v. 13, n. 38, Jul/Set, 2006.

WOOD JR, T; PAULA, A. P. P. O fenômeno dos MPAs brasileiros: hibridismo, diversidade e tensões. RAE, v. 44, n. 1, p. 116-129, 2004.