Internacionalização de marcas de luxo brasileiras: um estudo de caso da Joalheria H. Stern Outros Idiomas

ID:
3523
Resumo:
Este estudo analisa os desafios que envolvem a gestão de marcas globais que atuam no campo do luxo, principalmente aquelas com origem em países do terceiro mundo como o Brasil. Para a realização da pesquisa, adotou-se como estratégia metodológica o estudo de caso único, tendo-se como objeto empírico a joalheria H. Stern. O estudo se baseia em pesquisas bibliográficas; entrevistas em profundidade com os dirigentes da empresa; visitas técnicas à sua sede e principais lojas, pesquisa documental e análise de discurso das campanhas nacionais e internacionais da marca e dos seus principais concorrentes. Concluiu-se, ao final da pesquisa, que a empresa seguiu os pressupostos da Escola de Uppsala ao promover sua internacionalização, assim como se encontra em fase de transição entre a primeira e segunda corrente do branding, conforme classificação proposta por Schultz, Antorini e Csaba (2005). Já com relação ao modelo de gestão de marcas de luxo desenvolvido por Beverland (2004), pode-se afirmar que a H. Stern gerencia, de forma consistente e integrada, sua marca em contexto global.
Citação ABNT:
ALBINO, J. C. A.; GUIMARÃES, F. J.; OLIVEIRA, A. R.; ALMEIDA, B. F.; GOMES, B. M. M.; SEPÚLVEDA, L. T. Internacionalização de marcas de luxo brasileiras: um estudo de caso da Joalheria H. Stern. InternexT - Revista Eletrônica de Negócios Internacionais da ESPM, v. 4, n. 1, art. 6, p. 100-129, 2009.
Citação APA:
Albino, J. C. A., Guimarães, F. J., Oliveira, A. R., Almeida, B. F., Gomes, B. M. M., & Sepúlveda, L. T. (2009). Internacionalização de marcas de luxo brasileiras: um estudo de caso da Joalheria H. Stern. InternexT - Revista Eletrônica de Negócios Internacionais da ESPM, 4(1), 100-129.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/3523/internacionalizacao-de-marcas-de-luxo-brasileiras--um-estudo-de-caso-da-joalheria-h--stern/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português