O uso do valor justo e suas relações com os valores de mercado das instituições financeiras Outros Idiomas

ID:
35253
Resumo:
A discussão acerca da contabilização plena ao valor justo, principalmente no tocante aos instrumentos financeiros ganha força nos normatizadores internacionais (IASB e FASB). O objetivo principal desse artigo foi estudar as relações dos valores de mercado, dos patrimônios líquidos contábeis e da utilização do valor justo como base única de mensuração para ativos e passivos financeiros nos bancos listados em três importantes bolsas de valores que requerem ou permitem o arquivamento de demonstrações financeiras no padrão IFRS, a BM&FBOVESPA, a LSE e a Euronext no período de 2004 a 2011. Mais precisamente, sob a seguinte ótica: se o uso de uma contabilidade plena ao valor justo torna os patrimônios contábeis mais próximos dos valores de mercado das instituições. As análises foram efetuadas tomando a amostra conjuntamente, segregada por bolsa e também por porte a um nível de significância (α) de 5%. O procedimento estatístico utilizado foi o de confecção de Testes de Hipóteses de Médias para Amostras Emparelhadas (Wilcoxon). Os resultados dão indício que o uso do valor justo como base de mensuração única aproxima os valores contábeis dos patrimônios de seus pares de mercado, porém sem significância. Isto é, contabilizar ou não todos os instrumentos financeiros ao valor justo não impacta o patrimônio líquido e o aproxima, porém de maneira muito discreta ao valor de bolsa.
Citação ABNT:
SAYED, S.; SALOTTI, B. M. O uso do valor justo e suas relações com os valores de mercado das instituições financeiras. Contabilidade Vista & Revista, v. 25, n. 3, p. 15-37, 2014.
Citação APA:
Sayed, S., & Salotti, B. M. (2014). O uso do valor justo e suas relações com os valores de mercado das instituições financeiras. Contabilidade Vista & Revista, 25(3), 15-37.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/35253/o-uso-do-valor-justo-e-suas-relacoes-com-os-valores-de-mercado-das-instituicoes-financeiras/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
AHMED, Anwer S.; KILIC, Emre; LOBO, Gerald J. Does recognition versus disclosure matter? Evidence from value-relevance of banks’ recognized and disclosed derivative financial instruments. The Accounting Review, v. 81. n. 3, p. 567-588, 2006.

BADERTSCHER, Brad; BURKS, Jeffrey J.; EASTON, Peter D. A convenient scapegoat: fair value accounting by commercial Banks during the financial crisis. The Accounting Review, v. 87, n. 1, p. 59-90, 2012.

BANCO CENTRAL EUROPEU. Fair value accounting and financial stability. ECB Occasional Paper n. 13, p. 1-50, 2004.

BARTH, Mary E. Fair value accounting: evidence from investment securities and the market valuation of banks. The Accounting Review, v. 69, n. 1, p. 1-25, 1994.

BARTH, Mary E. Including estimates of the future in today’s financial statements. Accounting Horizons, v. 20, n. 3, p. 271-285, 2006.

BARTH, Mary E.; HODDER, Leslie D.; STUBBEN, Stephen R. Fair value accounting for liabilities and own credit risk. The Accounting Review, v. 83, n. 3, p. 629-644, 2008.

BARTH, Mary E.; LANDSMAN, Wayne R.; WAHLEN, James M. Fair value accounting: effects on banks’ earnings volatility, regulatory capital and value of contractual cash flows. Journal of Banking and Finance, v. 19, n. 3-4, p. 577-605, 1995.

CHRISTENSEN, Hans B.; NIKOLAEV, Valeri V. Does fair value accounting for nonfinancial assets pass the market test? AAA 2009 Mid-Year International Accounting Section (IAS) Meeting; Chicago Booth School of Business Research Paper No. 09-12, p. 1-48, 2010.

EVANS, Mark E., HODDER, Leslie D.; HOPKINS, Patrick E. The Predictive Ability of Fair Values for Future Financial Performance of Commercial Banks and the Relation of Predictive Ability to Banks' Share Prices. p. 1-63, 2010.Disponível em Acesso em 25/03/2012.

FÁVERO, Luiz P.; BELFIORE, Patrícia; SILVA, Fabiana L.; CHAN, Betty L. Análise de dados: modelagem multivariada para a tomada de decisões. Rio de Janeiro, Elsiever, 2009

HODDER, Leslie D.; HOPKINS, Patrick E.; WAHLEN, James M. Risk relevance of fair value income measures for commercial banks. The Accounting Review, v. 81, n. 2, p. 1-25, 2005.

IFRS FOUNDATION. IAS 39 – Financial instruments: recognition and measurement. Londres: IASCF Publications Department, 2011.

IFRS FOUNDATION. IFRS 13 – Fair value measurements. Londres: IASCF Publications Department, 2011.

IUDÍCIBUS, Sérgio de; MARTINS, Eliseu. Uma investigação e uma proposição sobre o conceito e o uso do valor justo. Revista de Contabilidade e Finanças, Edição de 30 anos do doutorado, p. 9-18, 2007.

KOHLBECK, Mark. An analysis of recent events on the perceived reliability of fair value measures in banking industry. Working Paper Series, p. 1-43, 2008. Disponível em . Acesso em 27/06/2012.

LAUZ, Christian; LEUZ, Christian. The crisis of fair value accounting: making sense of the recent debate. Accounting, Organizations and Society, v. 34, n. 33, p. 1-28, 2009.

MARTINS, Eliseu (Org). Avaliação de empresas: da mensuração contábil à econômica. São Paulo: Atlas, 2001.

MEEKS, Geoff; AMEL-ZADEH, Amir. Bank failure, mark-to-market and financial crisis. Working Paper Series, p. 1-56, 2011.

PAANANEN, Mari; PARMAR, Nimita. The adoption of IFRS in the UK.AAA 2009 MidYear International Accounting Section (IAS) Meeting, p. 1-21, 2009. Disponível em: . Acesso em 22/02/2012.

PENMAN, Stephen H. Financial reporting quality: is fair value a plus or a minus? Accounting and Business Research, (special issue), p. 33-44, 2007.

PENMAN, Stephen H.; NISSIM, Doron. Fair value accounting in the banking industry. Center for Excellence in Accounting and Security Analysis Occasional Paper Series, p. 1-81, 2007.

SONG, Chang J.; THOMAS, Wayne B.; YI, Han. Value relevance of FAS 157 fair value hierarchy information and the impact of corporate governance mechanisms. The Accounting Review, v. 85, n. 4, p. 1375-1410, 2010.

WATTS, Ross; ZIMMERMAN, Jerold. Positive accounting theory: a ten year perspective. The Accounting Review, v. 65, n. 1, p. 131-156, 1990.