Estratégias genéricas: um estudo evolutivo e comparativo de três visões Outros Idiomas

ID:
3533
Resumo:
Este estudo analisa as visões de três consagrados autores sobre o tema estratégias genéricas, comparando sua evolução ao longo do tempo. Para realizar esta comparação, tomou-se como base duas obras distintas de cada autor e destaca-se a evolução na visão de cada um deles, conforme consta em cada uma das obras selecionadas. Os autores em questão são Ansoff, Miles et al. e Porter, responsáveis por três das mais difundidas tipologias de estratégias genéricas. Sob o ponto de vista cronológico, essas tipologias foram originalmente propostas entre 1965 e 1980 e revisitadas entre 1985 e 1988. Apesar do tempo transcorrido até os dias de hoje, estas tipologias ainda se mostram bastante atuais e perfeitamente aplicáveis à realidade presente das organizações de negócios. A contribuição deste estudo reside na exposição detalhada das principais características de cada tipologia analisada, fruto de minuciosa e criteriosa revisão bibliográfica.
Citação ABNT:
CHAVES, S.; BENEDETE, T.; POLO, E. Estratégias genéricas: um estudo evolutivo e comparativo de três visões. InternexT - Revista Eletrônica de Negócios Internacionais da ESPM, v. 4, n. 2, art. 7, p. 101-118, 2009.
Citação APA:
Chaves, S., Benedete, T., & Polo, E. (2009). Estratégias genéricas: um estudo evolutivo e comparativo de três visões. InternexT - Revista Eletrônica de Negócios Internacionais da ESPM, 4(2), 101-118.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/3533/estrategias-genericas--um-estudo-evolutivo-e-comparativo-de-tres-visoes/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português