As comunidades virtuais como instrumento de educação corporativa: estudo de caso no Tribunal de Contas da União Outros Idiomas

ID:
35566
Resumo:
O uso de comunidades virtuais como instrumentos de educação corporativa ainda não se constitui em uma prática comum nas organizações. Apesar do grande número de comunidades disponíveis e das possibilidades de comunicação, interação, troca de conhecimentos e informações que as comunidades virtuais possibilitam, são poucas as situações em que se verifica a sua utilização em situações de educação em meios organizacionais. O presente artigo, decorrente da Tese de Doutorado de Mathias (2010), trata da importância das comunidades virtuais na educação corporativa diante de uma realidade determinada pela sociedade informacional. Assim, parte dos resultados de pesquisa sobre as relações entre educação corporativa, gestão do conhecimento e novas tecnologias da informação, comunicação e expressão, realizada no Tribunal de Contas da União em 2010. A percepção dos participantes da pesquisa e as teorias que discutem questões relacionadas à interatividade e aos processos comunicacionais demonstram que o uso das comunidades virtuais pode representar um importante avanço para a educação corporativa nas organizações.
Citação ABNT:
MATHIAS, E. F.; SANTOS, G. L. As comunidades virtuais como instrumento de educação corporativa: estudo de caso no Tribunal de Contas da União. Revista do Serviço Público, v. 65, n. 3, p. 321-334, 2014.
Citação APA:
Mathias, E. F., & Santos, G. L. (2014). As comunidades virtuais como instrumento de educação corporativa: estudo de caso no Tribunal de Contas da União. Revista do Serviço Público, 65(3), 321-334.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/35566/as-comunidades-virtuais-como-instrumento-de-educacao-corporativa--estudo-de-caso-no-tribunal-de-contas-da-uniao/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português