Os desafios das políticas e da gestão social na América Latina Outros Idiomas

ID:
35830
Autores:
Resumo:
A pobreza vem aumentando, em termos absolutos, de forma sistemática a partir de 1990 e, a partir do início do novo século, também em valores relativos. Há, entretanto, uma boa notícia: o gasto público social tem também aumentado de maneira sistemática desde então. O que tem sido feito com a enorme quantidade de recursos destinada a financiar as políticas sociais? Há, de um lado, limitações que emergem da forma em que elas (as políticas) são desenhadas e implementadas. A gestão social tradicional assume que o impacto perseguido se produzirá automaticamente como resultado da simples entrega de bens ou serviços à população destinatária. Verifica-se ainda a massiva introdução de mecanismos de mercado nas políticas sociais, pressupondo-se que isso permitiria melhorar sua eficiência e impacto. Levando em consideração tais limitações, sugerem-se neste artigo três caminhos, quais sejam: a superação do estilo tradicional de gerir os programas e projetos sociais; o aprendizado resultante do acúmulo de experiência em avaliação de impacto e em monitoramento; e a criação de um estilo mais participativo no processo de desenho, gestão e avaliação das políticas sociais.
Citação ABNT:
COHEN, E.Los desafíos de las políticas y la gestión social en América Latina. Revista do Serviço Público, v. 56, n. 4, p. 403-417, 2005.
Citação APA:
Cohen, E.(2005). Los desafíos de las políticas y la gestión social en América Latina. Revista do Serviço Público, 56(4), 403-417.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/35830/os-desafios-das-politicas-e-da-gestao-social-na-america-latina/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Espanhol