Governanças e Nova Gestão Pública na Venezuela Outros Idiomas

ID:
35890
Resumo:
Ao final dos anos 80, o Estado venezuelano iniciou uma descentralização políticoterritorial, produzindo trasformações nos governos, instâncias receptoras das competências nesse processo. Os governos realizam reformas por meio de estrategia seletiva, incorporando algumas das propostas da nova gestão pública. Este trabalho explora essas reformas. Observam-se: diferenças entre os serviços sociais e os relacionados diretamente com a economia; privatização desses serviços; transferência à sociedade civil de alguns serviços sociais, criação de entes descentralizados; automação de processos; flexibilazação laboral; iniciativas com lento avanço na prestação de contas por resultados e capacitação para nova cultura administrativa. Em conclusão: a tendência é a conformação da gestão pública eficiente sobre a base da redução da burocracia estadual, de custos sociais, assim como de custos e conflitos laborais e escassa incorporação das propostas de participação que permitem consolidar a democracia e promover o bem-estar social.
Citação ABNT:
HENRÍQUEZ, H. O.Gobernaciones y Nueva Gestión Pública en Venezuela. Revista do Serviço Público, v. 54, n. 1, p. 79-98, 2003.
Citação APA:
Henríquez, H. O.(2003). Gobernaciones y Nueva Gestión Pública en Venezuela. Revista do Serviço Público, 54(1), 79-98.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/35890/governancas-e-nova-gestao-publica-na-venezuela/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Espanhol