Ser ou não ser: eis a questão do estado brasileiro Outros Idiomas

ID:
36060
Autores:
Resumo:
Analisa a crise do Estado brasileiro privilegiando os aspectos da crise existencial (tamanho ideal do Estado); a lógica do crescimento das estruturas estatais (como e por que o Estado moderno chegou a tal dimensão e formato); o Estado público (enquanto agente de regulação e de regulamentação); o Estado privado (a persistente simbiose entre as dimensões pública e privada na gestão da coisa pública); e o Estado grande e patrimonialista (o setor público passa a ser o carro-chefe dos processos de desenvolvimento). Também conduz o leitor a refletir sobre as funções e o formato do Estado, considerando os anseios da sociedade, nosso legado histórico, o processo de desestatização e a dimensão.
Citação ABNT:
BURSZTYN, M.Ser ou não ser: eis a questão do estado brasileiro. Revista do Serviço Público, v. 45, n. 3, p. 27-36, 1994.
Citação APA:
Bursztyn, M.(1994). Ser ou não ser: eis a questão do estado brasileiro. Revista do Serviço Público, 45(3), 27-36.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/36060/ser-ou-nao-ser--eis-a-questao-do-estado-brasileiro/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português