Valor e práticas de governança corporativa das empresas listadas na BM&FBOVESPA Outros Idiomas

ID:
37709
Resumo:
Este estudo teve o objetivo de verificar a relevância das práticas diferenciadas de governança corporativa da BM&FBOVESPA na explicação das variações do valor das empresas. A partir de uma revisão de literatura acerca do value relevance da informação financeira e das práticas diferenciadas de governança corporativa exigidas pela BM&FBOVESPA, foram analisadas as empresas do Índice Brasil (IBrX) no período de 2010 a 2012. Seus dados foram extraídos dos relatórios de administração e formulários de referência das empresas e na base de dados do Economatica. Por meio de uma análise de regressão foi possível observar que 6 das 13 práticas de governança foram significativas na explicação do valor. As práticas que se destacaram negativamente foram: (i) esforço de dispersão acionária, (ii) limitação de voto inferior, quórum qualificado e “cláusulas pétreas” e (iii) mínimo de 5 membros no conselho (com 20% independentes). Positivamente se destacaram: (iv) demonstrações financeiras traduzidas para o inglês, (v) oferta pública de aquisição de ações no mínimo pelo valor econômico e (vi) adesão à câmara de arbitragem. Como principais contribuições deste estudo se destacam as evidências de value relevance dessas práticas, em que três indicam relação inversa com o valor, denotando que podem não estar adequadas aos fins da criação de valor aos acionistas.
Citação ABNT:
SILVA, C. C. D. S.; MARTINS, O. S. Valor e práticas de governança corporativa das empresas listadas na BM&FBOVESPA. Revista de Gestão, Finanças e Contabilidade, v. 5, n. 3, p. 26-41, 2015.
Citação APA:
Silva, C. C. D. S., & Martins, O. S. (2015). Valor e práticas de governança corporativa das empresas listadas na BM&FBOVESPA. Revista de Gestão, Finanças e Contabilidade, 5(3), 26-41.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/37709/valor-e-praticas-de-governanca-corporativa-das-empresas-listadas-na-bm-fbovespa/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ALFORD, A.; JONES, J.; LEFTWICH, R.; ZMIJEWSKI, M. The relative informativeness of accounting disclosures in different countries. Journal of Accounting Research, v. 31, n. 1, p. 183-223, 1993.

ALI, A.; HWANG, L. Country-specific factors related to financial reporting and the value relevance of accounting data. Journal of Accounting Research, v. 38, n. 1, p. 1-21, 2000.

BARTH, M. E.; BEAVER, W. H.; LANDSMAN, W. R. The Relevance of Value Relevance Literature for Financial Accounting Standard Setting: Another View. Journal of Accounting and Economics, n. 31, p. 77-104, 2001.

BEAVER, W. H. Financial reporting: an accounting revolution. 3. ed. Englewood Cliffs, NJ: Prentice Hall, 1998.

BEIRUTH, A. X.; BRUGNI, T. V.; FÁVERO, L. P.; GOES, A. O. S. Níveis diferenciados de governança corporativa e disclosure temiless: um estudo exploratório no mercado brasileiro. Revista de Gestão, Finanças e Contabilidade, Salvador, v. 4, n. 1, p. 77-89, jan./abr. 2014.

BLACK, B.; JANG, H.; KIM, W. Does corporate governance predict firms’ market values? Evidence from Korea. Journal of Law, Economics, and Organization, v. 22, n. 2, 2006.

BM&FBOVESPA - BOLSA DE MERCADORIAS & FUTUROS DA BOLSA DE VALORES DE SÃO PAULO. Governança Corporativa. Disponível em: http://www.bmfbovespa.com.br/ciaslistadas/consultas/governanca-corporativa/governancacorporativa.aspx?Idioma=pt-br. Acesso em: 22 jan. 2015.

BROOKS, C. Introductory econometrics for finance. Cambridge: University Press, 2008.

BROWN, S.; LO, K.; LYS, T. Use of R2 in Accounting Research: Measuring Canges in Value Relevance Over The Last Four Decades. Journal of Accounting and Economics, n. 28, p. 83-115, 1999.

BURGSTAHLER, D. C.; DICHEV, I. D. Earnings, adaptation and equity value. The Accounting Review, v. 72, n. 2, p. 187-215, 1997.

CARVALHO, A. G. Governança corporativa no Brasil em perspectiva. Revista de Administração da USP, São Paulo, v. 37, n. 3, p. 19-32, jul./set. 2002.

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS. Recomendações da CVM sobre governança corporativa. Disponível em: http://www.cvm.gov.br. Acesso em: 22 jan. 2015.

DUTRA, M. G. L.; SAITO, R. Conselhos de administração: análise de sua composição em um conjunto de companhias abertas brasileiras. Revista de Administração Contemporânea, São Paulo, v. 6, n. 2, p. 9-27, abr./jun. 2002.

FAMA, E. F. Efficient Markets: A Review of Theory and Empirical Work. Journal of Finance, v. 25, n. 2, p. 383- 417, 1970.

FRANCIS, J.; SCHIPPER, K. Have Financial Statements Lost Their Relevance? Journal of Accounting Research, v. 37, n. 2, p. 319-352, 1999.

GALDI, F. C.; LOPES, A. B. Relação de longo prazo e causalidade entre o lucro contábil e o preço das ações: evidências do mercado latino-americano. Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 43, n. 2, p. 186-201, mar./abr. 2008.

GIRÃO, L. F. D. A. P.; MARTINS, O. S.; PAULO, E. Avaliação de empresas e probabilidade de negociação com informação privilegiada no mercado brasileiro de capitais. Revista de Administração da USP, São Paulo, v. 49, n. 3, p. 462-475, jul./set. 2014.

HOLTHAUSEN, R. W.; WATTS, R. L. The Relevance of Value Relevance Literature for Financial Accounting Standard Setting. Journal of Accounting and Economics, n. 31, p. 3-75, 2001.

HUNG, M. Accounting standards and value relevance of financial statements: An international analysis, Journal of Accounting and Economics, v. 30, n. 3, p. 401-420, 2001.

IBGE - INSTITUTO BRASILEIRO DE GOVERNANÇA CORPORATIVA. Governança corporativa. Disponível em: http://www.ibgc.org.br. Acesso em: 22 jan. 2015.

JENSEN, M. C.; MECKLING, W. H. Theory of The Firm: Managerial Behavior, Agency Costs and Ownership Structure. Journal of Financial Economics, n. 3, p. 305-360, 1976.

JOOS, P.; LANG, M. The effects of accounting diversity: evidence from the European Union. Journal of Accounting Research, v. 32, n. 1, p. 141-168, 1994.

KLAPPER, L.; LOVE, I. Corporate governance, investor protection, and performance in emerging markets. Journal of Corporate Finance, v. 10, n. 5, p. 703-728, 2004.

LA PORTA, R.; LOPEZ-DE-SILANES, F.; SHLEIFER, A.; VISHNY, R. Investor protection and corporate governance. Journal of financial economics, v. 58, n. 1, p. 3-27, 2000.

LEAL, R. P. C.; CARVALHAL-DA-SILVA, A. L. Corporate governance index, firm valuation and performance in Brazil. COPPEAD/UFRJ. Working Paper, 2004.

LOPES, A. B. A relevância da informação contábil para o mercado de capitais: o modelo de Ohlson aplicado à BOVESPA. 2001. Tese (Doutorado em Controladoria e Contabilidade) - Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2001.

LOPES, A. B.; SANTANA, D. P.; COSTA, F. M. A relevância das informações contábeis na Bovespa a partir do arcabouço teórico de Ohlson: avaliação dos modelos de Residual Income Valuation e Abnormal Earnings Growth. Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 42, n. 4, p. 497-510, jul./ago. 2007.

MACEDO, M. A. S.; MACHADO, M. A. V.; MURCIA, F. D. R.; MACHADO, M. R. Análise do Impacto da Substituição da DOAR Pela DFC: Um Estudo sob a Perspectiva do Value-Relevance. Revista Contabilidade & Finanças, v. 22, n. 57, p. 299-318, 2011.

MALACRIDA, M. J. C. A Relevância do Lucro Líquido versus Fluxo de Caixa Operacional para o Mercado de Ações Brasileiro. 2009. Tese (Doutorado em Controladoria e Contabilidade) - Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009.

MALACRIDA, M. J. C.; YAMAMOTO, M. M. Governança Corporativa: Nível de Evidenciação das Informações e sua Relação com a Volatilidade das Ações do Ibovespa. Revista Contabilidade & Finanças, São Paulo, Edição Comemorativa, p. 65-79, 2006.

MARTINS, O. S.; PAULO, E. Assimetria de informação na negociação de ações, características econômico-financeiras e governança corporativa no mercado acionário brasileiro. Revista Contabilidade & Finanças, São Paulo, v. 25, p. 33-45, 2014.

MARTINS, V. G.; MACHADO, M. A. V.; MACHADO, M. R. Value Relevance das informações de Leasing Operacional: um estudo em empresas brasileiras. Enfoque, n. 32, p. 83-99, 2013.

MUELLER, G. G.; GERNON, H.; MEEK, G. Accounting: an international perspective. New York: Business One Irwin, 1994.

NASCIMENTO, F. S. P.; MOURA, A. A. F.; LUCA, M. M. M.; VASCONCELOS, A. C. Práticas de governança corporativa dos conselhos de administração das empresas do novo mercado da BM&FBOVESPA. Revista de Gestão, Finanças e Contabilidade, Salvador, v. 3, n. 3, p. 148-169, set./dez. 2013.

SANTOS, L. P. G.; LIMA, G. A. S. F.; FREITAS, S. C.; LIMA, I. S. Efeito da Lei 11.638/07 sobre o conservadorismo condicional das empresas listadas BM&FBOVESPA. Revista Contabilidade & Finanças, São Paulo, v. 22, n. 56, p. 174-188, 2011.

SARLO NETO, A. A reação dos preços das ações à divulgação dos resultados contábeis: evidências empíricas sobre a capacidade informacional da contabilidade no mercado acionário brasileiro. 2004. Dissertação (Mestrado Profissional em Ciências Contábeis) - Fundação Instituto Capixaba de Pesquisas em Contabilidade, Economia e Finanças, Vitória, 2004.

SARLO NETO, A. Relação entre estrutura de propriedade e a informatividade dos lucros no mercado brasileiro. 2009. Tese (Doutorado em Controladoria e Contabilidade) - Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009.

SARLO NETO, A.; TEIXEIRA, A. J. C.; LOSS, L.; LOPES, A. B. O diferencial no impacto dos resultados Contábeis nas ações ordinárias e preferenciais no mercado brasileiro. Revista Contabilidade & Finanças, São Paulo, v. 16, n. 37, p. 46-58, 2005.

SCHIEHLL, E.; SANTOS, I. O. D. Ownership structure and composition of boards of directors: Evidence on Brazilian publicly-traded companies. Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 39, n. 4, p. 373-384, jul./ago. 2004.

SHLEIFER, A.; VISHNY, R.W. A Survey of Corporate Governance. Journal of Finance, n. 52, p. 737-783, 1997.

SILVEIRA, A. D. M.; BARROS, L. A. B. C.; FAMÁ, R. Atributos corporativos, qualidade da governança corporativa e valor das companhias abertas no Brasil. Revista Brasileira de Finanças, Rio de Janeiro, v. 4, n. 1, p. 1-30, jan./mar. 2006.

WATTS, R. L.; ZIMMERMAN, J. L. Positive Accounting Theory. New Jersey: PrenticeHall, 1986.