A Relação entre as Exportações e o Sistema de Inovação no Estado de Minas Gerais Outros Idiomas

ID:
38007
Periódico:
Resumo:
Este artigo tem como objetivo analisar a relação de causalidade existente entre o sistema de inovação do estado de Minas Gerais e o desempenho das exportações mineiras no período de 2003 a 2010. Esta pesquisa parte do referencial teórico acerca das características do sistema de inovação e de uma breve análise sobre as exportações. Por meio dessa base teórica e empírica, é possível identificar forte relação entre as variáveis sistema de inovação e exportação para o estado mineiro. A metodologia do trabalho é baseada no Teste de Causalidade Granger, a fim de identificar o grau de causalidade entre as variáveis propostas. Como resultado da pesquisa, infere-se forte relação entre exportação e o sistema de inovação. Conclui-se que parte das hipóteses propostas foi atingida, porém o trabalho possui algumas limitações.
Citação ABNT:
CALEGARIO, C. L. L.; SIQUEIRA, L. C. A Relação entre as Exportações e o Sistema de Inovação no Estado de Minas Gerais . Revista Pretexto, v. 16, n. 3, p. 11-20, 2015.
Citação APA:
Calegario, C. L. L., & Siqueira, L. C. (2015). A Relação entre as Exportações e o Sistema de Inovação no Estado de Minas Gerais . Revista Pretexto, 16(3), 11-20.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/38007/a-relacao-entre-as-exportacoes-e-o-sistema-de-inovacao-no-estado-de-minas-gerais-/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ALBUQUERQUE, E. National system of innovation and non-OECD countries: notes about a tentative typology. Revista de Economia Política, vol. 19, n. 4, p. 35-52, 1999.

CARVALHO, H. R., GOMES, M. F. M., LIMA, J. E. Pequenas e médias empresas exportadoras: fatores discriminantes e condicionantes de permanência na atividade. Nova Economia. Belo Horizonte. v. 22, n. 2, p. 379-404. 2012.

CAVUSGIL, S. T.; KNIGHT, G.; RIESENBERGER, J. R. Negócios Internacionais: Estratégia, gestão e novas realidades. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2010.

CRUZ, A. C., LIMA, J. E. (2009). Efetividade nas operações de hedge com contratos de boi gordo da BM&FBOVESPA. Revista de Economia e Administração, v. 8, n. 1, janeiro-março.

GORDON, J. L. P. L. Sistema nacional de Inovação: Uma alternativa de desenvolvimento para os países da América Latina. 2009.

GRANGER, C. Investigating causal relations by econometric model and cross-spectral methods. Econometrica, v. 37, p. 424-438, 1969

GUJARATI, D. N. Econometria Básica. Rio de Janeiro. Ed. Elsevier, 2006. Tradução da 4ª Edição.

Organização De Cooperação E Desenvolvimento Econômico - OECD. Technology and the economy: the key relationships. Paris: OECD, 1992. 328p

SANDRONI, P. Dicionário de Economia do Século XXI. Rio de Janeiro: Editora Best Seller, 1999.

SCHUMPETER, J. A. A Teoria do desenvolvimento econômico. Rio de Janeiro: Abril, 1982.

SCHUMPETER, J. A. Capitalismo, Socialismo e Democracia. Rio de Janeiro: Ed. Fundo de Cultura, 1942.

SETECS. Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior. ln: PORTUGAL, A.D. et all. Minas Avança na economia do conhecimento. Inovação: uma face do estado para resultado. Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Belo Horizonte, 2010. p. 320.