Gestão de Projetos de Inovação: o Caso de uma Empresa Líder do Setor de Eletrodomésticos Outros Idiomas

ID:
38095
Resumo:
O estudo objetiva identificar configurações de gestão de projetos de inovação utilizadas nas organizações. Desenvolveu-se uma pesquisa qualitativa recorrendo a técnica do estudo de caso. O estudo de caso realizado abarca uma empresa líder no ramo de eletrodomésticos, situada entre as dez empresas que mais registram patentes no Brasil. Os dados observados mostram que a empresa possui um processo definido e sistematizado de acompanhamento de produtos novos, com protocolos muito bem definidos para suportar as atividades requeridas, visando disciplinar a análise de benefícios e riscos envolvidos na execução, e estabelecer regras e comportamentos para projetos que possuam similaridades. Ademais, a empresa incrementa o alinhamento com o ambiente externo, possibilitando a integração das diferentes áreas técnicas, para atender à complexidade tecnológica. Os resultados indicam que a empresa adota um modelo de gestão de inovação apoiado em uma Equipe de Projetos configurada a partir de uma estrutura matricial, com um Piloto de Projetos. O Piloto do Projetos se posiciona como agente central do processo, por atuar como agente integrador da multidisciplinaridade e realizar a ponte da equipe com a alta administração. A configuração do processo de gestão se apresenta dividida em etapas distintas com atribuições especificas que demandam procedimentos de controle, consubstanciados em “protocolos de encerramento”. A aprovação do projeto é realizada pela alta administração em cada uma das fases, em reuniões especificas que analisam, os custos, o atendimento dos prazos e o desenvolvimento tecnológico das inovações em curso.
Citação ABNT:
MACHADO JUNIOR, C.; MAZZALI, L.; PALMISANO, A. Gestão de Projetos de Inovação: o Caso de uma Empresa Líder do Setor de Eletrodomésticos. Innovation and Management Review, v. 12, n. 3, p. 288-309, 2015.
Citação APA:
Machado Junior, C., Mazzali, L., & Palmisano, A. (2015). Gestão de Projetos de Inovação: o Caso de uma Empresa Líder do Setor de Eletrodomésticos. Innovation and Management Review, 12(3), 288-309.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/38095/gestao-de-projetos-de-inovacao--o-caso-de-uma-empresa-lider-do-setor-de-eletrodomesticos/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
Bernstein, S. (2000). Project offices in practice. Project Management Journal, 30(4), 4-7.

Bremser, W. G., & Barsky, N. P. (2004). Utilizing the balanced scorecard for R&D performance measurement. R&D Management, 34(3), 229-238.

Caetano, M., Kurumoto, J. S., & Amaral, D. C. (2012). Estratégia de Integração Entre Tecnologia e Produto: identificação de atividades críticas no processo de inovação. Revista de Administração e Inovação, 9(2), 124-148, abr./jun.

Chaos Report. (1995). The Standish Group Report. Recuperado em 12 setembro, 2012, de http://www.scs.carleton.ca/~beau/PM/ Standish-Report.html.

Cooper, R. G. (1995). How to launch a new product successfully. Management Accounting Magazine, 69(8), 20-23.

De Negri, J. A., & Salerno, M. S. (Org.). (2005). Inovações, padrões tecnológicos e desempenho das firmas industriais brasileiras. Brasília: IPEA

Diegel, O. (2002, fevereiro). Designing breakdown structures: an extension to the work breakdown structure to manage innovation in new product development projects. Proceedings of the Project Management Institute Annual Seminars & Symposium, San Antonio, Texas, USA.

Gil, A. C. (2010). Como elaborar projetos de pesquisa (5ª ed.). São Paulo: Atlas.

Ibbs, C. W., & Kwak, Y. H. (2000). Assessing Project Management Maturity. Project Management Journal, 31(1), 32-43.

Joshi, A. W., & Sharma, S. (2004). Customer knowledge development: antecedents and impact on new product performance. Journal of Marketing, 68(4), 47-59. Retrieved may 12, 2013, from http://dx.doi.org/10.1509/ jmkg.68.4.47.42722

Kendall, G. I., & Rollins, S. C. (2003). Advanced Project Portfolio Management and the PMO. Florida: J. Ross Publishing.

Kerzner, H. (2001). Applied project management best practices on implementation. New York: John Wiley & Sons.

Kessler, E. H., Bierly, P. E., & Gopalakrishnan, S. (2000). Internal vs. external learning in new product development: effects on speed, costs and competitive advantage. R&D Management, 30(3), 213-223.

Marques Junior, L. J. (2000). Uma contribuição para melhoria do planejamento de empreendimentos de construção em organizações públicas. (Dissertação de Mestrado). Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil.

Meredith, J. R., & Mantel Junior, S. J. (2000). Project Management: a managerial approach. New York: John Wiley & Sons.

Organization for Economic Co-Operation and Development [OECD]. (2005). Promoting innovation in services. Paris: OECD.

Patah, L., & Carvalho, M. M. (2002). Estruturas de gerenciamento de projetos e competências em equipes de Projetos. Anais do Encontro Nacional de Engenharia de Produção, Curitiba, PR, Brasil, 22.

Rabechini Júnior, R., & Csillag, J. M. (2006). Os Escritórios de Projetos como Indutores de Maturidade em Gestão de Projetos. Revista de Administração (FEA-USP), 41, 273-287.

Rabechini Junior, R., Carvalho M. M., Rodrigues, I., & Sbragia, R. (2011). A organização da atividade de gerenciamento de projetos: os nexos com competências e estrutura. Revista Gestão & Produção, São Carlos, 18(2), 409-424.

Raz, T., Shenhar, A., & Dvir, D. (2002). Risk management, project success, and technological uncertainty. R&D Management, 32(2), 101-109. Fromhttp:// dx.doi.org/10.1111/1467-9310.00243 Rodrigues, I.,

Sbragia, R., & Lima, M. O. (2013, jul./set.). Orientação para mercado e interface funcional: evidências em projetos de desenvolvimento de novos produtos. Revista de Administração e Inovação, São Paulo, 10(3), 184-207. DOI: 10.5773/rai.v10i3.937.

Schumpeter, J. (1939). Business Cycles: a theoretical, historical and statistical analysis of the capitalist process. Philadelphia: Porcupine.

Schumpeter, J. (1982). Teoria do desenvolvimento econômico. São Paulo: Abril Cultural.

Shenhar, A. J., & Dvir, D. (2007). Reinventing project management: the diamond approach to successful growth and innovation. Boston: Harvard Business School Press.

Williams, T. (2005). Assessing and moving on from the dominant Project management discourse in the light of Project overruns. IEEE Transactions on Engineering Management, 52(4), 497-508.

Yin, R. K. (2010). Estudo de caso: planejamento e métodos (4a. ed.). Porto Alegre: Bookman.